sábado, 21 de julho de 2012

Carta Aberta ao Dr. Marcio Thomaz Bastos




Dr. Marcio, Foi com imensa vergonha, tristeza, decepção e indignação que pude assistir V.Sa. na “CPI do Cachoeira”, fazendo parte da mesa em acompanhamento ao Sr. Carlinhos Cachoeira, seu dileto contratante (?), contraventor, chefe de quadrilha, corruptor de políticos e figura das mais nocivas ao Estado Brasileiro.

O ilustríssimo e integro Dr. Marcio Thomaz Bastos, eminente Advogado, competente Professor, prestigiado Autor, combativo Ministro da JUSTIÇA e referência para todos os profissionais do Direito no País, apequenou-se e rebaixou-se ao nível dos porcos que constituem à rede criminosa de seu dileto cliente e comeu com eles seu farelo .

Como pode o Dr. Bastos atuar como advogado de um facínora, instruindo-o a não cooperar com o próprio Estado Brasileiro, onde exerceu galhardamente o cargo máximo de MINISTRO (ou falta) de JUSTIÇA ?

E não se trata da obrigação profissional de defender seu cliente, pois o Dr. Bastos sabe muito bem que, na CPI, a participação do Sr. Cachoeira seria para complementar a lista de bandidos ainda não investigados e que ainda fazem parte da camarilha de políticos corruptos que se instalou no Poder.

Sabe também que a participação do Sr. Cachoeira na CPI em nada agravaria o status crime dele, pois já chegou preso, saiu igualmente preso, permanece preso e vai continuar preso (é o que esperamos), réu que é em processo crime na Justiça de Goiás.

Mesmo assim, o Dr. Bastos com a experiência e conhecimento brilhante dos meandros do Processo Judicial, afrontou o País impedindo o Sr. Cachoeira “DE RESPONDER AS QUESTÕES DOS PARLAMENTARES”, causando assim um desserviço ao Povo Brasileiro que se viu privado de conhecer e combater àqueles que são verdadeiramente o câncer desta Nação: os políticos corruptos.

Os outros demostenes, cabrais, perillos e agnellos que ainda não foram descobertos e apontados pela Polícia Federal, Imprensa e Sociedade desde já agradecem ao prestigiado Dr. Bastos.

A atuação do EX – MINISTRO DA JUSTIÇA, Dr. Marcio Thomaz Bastos, na “CPI do Cachoeira” deixou-me dúvidas que não me deixam calar: Para quem o Dr. Bastos está realmente trabalhando ? A quem o silêncio do Sr. Cachoeira o Dr. Bastos quer proteger ?

Que pena Dr. Bastos, sua história sua biografia e seu currículo não mereciam essa indignidade com o POVO BRASILEIRO !

Warley Pimentel, brasileiro, 68 anos, advogado, digno e indignado. Texto escrito em São Paulo, em 23/05/2012, circulando pela internet.

Nenhum comentário:

Postar um comentário