segunda-feira, 20 de agosto de 2012

A Bíblia de Kolbrin




Os Egípcios viram o futuro onde o fim do mundo chegava em nosso tempo, mas existem muitas outras fontes da profecia e ainda se discute qual pode ser a mais precisa, alguns acreditam que este livro pode ser a fonte mais confiável de todas, e ele se chama o livro de Kolbrin.
A Bíblia de Kolbrin é uma antologia secular de 3600 anos, a primeira parte foi escrita por volta da mesma época do Antigo Testamento, a Bíblia de Kolbrin é um vislumbre das mentes dos Egípcios que construíram as pirâmides.
A Bíblia de Kolbrin é composta por 11 livros separados, sendo que os 5 primeiros foram escritos pelos antigos Egípcios, e os outros 6 por sacerdotes Celtas, a parte mais antiga foi escrita supostamente após o Êxodo que alguns datam do século 15 antes de Cristo, esse foi um episódio fundamental na história hebraica, quando o Profeta Moisés enfrentou o Faraó egípcio e acabou libertando os Hebreus da escravidão.
Segundo a Bíblia de Kolbrin, esse evento deixou os egípcios desconcertados, seus deuses os haviam abandonado, foi uma vitória sem igual dos Hebreus, eles queriam entender o motivo, então começaram a pesquisar todo o folclore e sabedoria que podiam encontrar, e o resultado disso é a primeira parte da Bíblia de Kolbrin
Diz-se que a Bíblia de Kolbrin foi descoberta no século 12 na Inglaterra, mais já que parece não existir nenhum manuscrito original, alguns duvidam de sua autenticidade. Os sectários da Bíblia de Kolbrin dizem que ele alerta para um desastre celestial, talvez na forma de uma catastrófica Reversão Polar, nesse caso, cientistas acreditam que isso resultaria na destruição de 90% de toda a vida no planeta.
De acordo com a Bíblia de Kolbrin a força extraterrestre que provoca o evento não é o Sol como muitos pensam, em vez disso, a Profecia cita um misterioso corpo celeste chamado de “O Destruidor”, o texto diz que ele não colidirá com a terra, mas passará perto o suficiente para provocar uma devastação global, esse corpo possuiria o seu próprio campo magnético positivo e negativo, e de tão forte ele nem precisaria colidir, mais se passar raspando poderia literalmente causar elevações e reentrâncias na superfície.
A Bíblia de Kolbrin também conta como O Destruidor já passou pela terra várias vezes, segundo o texto, a ultima ocorrência se passou no Egito, 3600 anos atrás, tal texto diz:
(...) Sua cor era viva e sua aparência flamejante, mutante e instável, e todos os homens concordam que era uma visão apavorante (...)
O que realmente chama a atenção na Bíblia de Kolbrin, é que os Egípcios nos contam que esse objeto voou pelo sistema solar muitas vezes antes, e que 3600 anos atrás foi um horror para eles, mas alguns cientistas rejeitam essa afirmação, alegando que Astrônomos já realizaram estudos de mecânica espacial suficientes para concluir que nunca houve um evento assim em momento algum na história humana. Os Astrônomos estariam errados? Pode O Destruidor ser um planeta além daqueles conhecidos no nosso sistema solar? Numa órbita longa e elíptica, que passa próximo a terra uma vez a cada 3600 anos?




Tal corpo já foi objeto de conjecturas por mais de duas décadas após uma descoberta intrigante no início dos anos 80, quando dois astrônomos publicaram a sua descoberta de uma fonte de infravermelho. Naquela época houve especulações não por astrônomos, mas por outros de que esse era o planeta x, o décimo planeta, alguns astrônomos acreditam que este objeto tenha desde 4 vezes o tamanho da terra até talvez alcance o tamanho de Júpiter, para esses astrônomos o planeta x existe e esta vindo em nossa direção e mudanças astronômicas recentes comprovam sua autenticidade e afirmam ser o resultado de sua aproximação, segundo dados de uma sonda na NASA o Sol esta mais ativo no hemisfério Sul do que no hemisfério Norte, a magnetosfera da terra tem se enfraquecido e mudado, e na verdade esta apontando para o Sul e inúmeras outras coisas que estão acontecendo revelam que existe algum tipo de perturbação lá fora
Se o planeta X existe e é o objeto ameaçador descrito na Bíblia de Kolbrin, quando ele terá seu contato imediato catastrófico com a terra?
Esse texto enigmático descreve uma série de eventos que parece anunciar o momento:
(...) 110 gerações passarão no Ocidente e nações se erguerão e cairão, homens voarão no ar feito pássaros e nadarão no mar feito peixes (...)
Isso tem tudo haver com o aqui e o agora com aviões e submarinos, uma geração pode estar entre 35 e 40 anos,e se multiplicarmos isso por 110, é possível que estejamos nesse período de 3600 anos o que se correlaciona com o aqui e o agora, de acordo com a Bíblia de Kolbrin eventos como esse são um sinal de que o retorno do Destruidor é eminente,mais cientistas garantem que o planeta x é uma fantasia, astrônomos negam categoricamente a existência de um planeta x nas cercanias do sistema solar, eles alegam dispor de muitos dados astrológicos e se um planeta x realmente existisse ele seria facilmente exposto, alegam também ter dados acerca do movimento celestial de corpos no sistema solar para excluir a possibilidade
Apesar das evidências cientificas do contrário, aqueles que acreditam na Bíblia de Kolbrin e no planeta x mantém sua afirmação de uma catástrofe extraterrestre que arrasará a humanidade num futuro próximo, alguns afirmam que os antigos egípcios fizeram mais do que prever o nosso fim do mundo, eles teriam também preservado os meios para preveni-lo, a possibilidade de acontecer uma descoberta dramática sobre o companheiro solitário da grande pirâmide, a Esfinge
Segundo John Desvallo, egiptólogo, esses segredos estão em uma câmara oculta dentro da Esfinge e mesmo passado mais de 4 mil anos ainda ñ foram descobertos, ainda se especula que os poucos que sobreviveram ao cataclismo ainda poderiam se beneficiar dos tesouros que podem estar lá, segundo Desvallo, segredos esses que abrangem desde registros de toda história antiga até provas de uma civilização avançada mais antiga que a egípcia que tenha construído a Grande Pirâmide

Fontes: The Kolbrin Bible, Profecias e Profetas - Hans Krofer

Nenhum comentário:

Postar um comentário