sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Explicações científicas para as Pragas do Egito


As Dez Pragas do Egito são contadas no Êxodo, da Bíblia. Segundo a mesma, estas pragas foram castigos de Deus para que o Faraó do Egito libertasse os escravos judeus, liderados por Moisés, e impor o nome de um único Deus no Egito. Mas, existem muitos cientistas no mundo todo que acreditam que a Bíblia relata apenas fatos naturais, que foram observados por humanos de mente menos avançada, e por isso acreditavam ser obra de Deus ou um deus. Então estes cientistas tentam a todo custo, usando evidências históricas, provar que fatos divinos bíblicos são apenas fatos científicos.


1.A Praga da Águas em Sangue
Bíblia: Todas as águas do Egito e principalmente do Nilo, a fonte de vida da região, se transformaram em sangue, tornando-a impossível de ser bebida.
Ciência: Cientistas afirmam que todas as pragas do Egito derivam-se uma das outras, e tudo começou com a explosão do vulcão Santorini, que aqueceram as águas e tornaram-as perfeitas para a reprodução das algas pirrófitas, que dão um tom avermelhado a água, um fenômeno conhecido como “maré vermelha”.


2.Praga das Rãs
Bíblia: Deus envia várias rãs, que invadem as casas, palácios e templos.
Ciência: Graças ao aquecimento dos rios, as rãs não podiam mais ficar neles, então saíram para a terra firme.


3.Praga dos Piolhos
Bíblia: Piolhos infestam toda a população do egito, deixando feridas nas cabeças e causando coceiras que levavam à loucura.
Ciência: Segundo cientistas, com a falta de água os animais começavam a morrer e isso espalhava diversas pragas.


4.Praga das Moscas
Bíblia: Assim como os piolhos, nuvens de moscas aterrorizam as populações humanas e animais, espalhando doenças terríveis.
Ciência: A explicação para esta praga é igual a da praga dos piolhos.


5.Praga das Doenças
Bíblia: Os egípcios começaram a adoecer e morrerem devido as doenças misteriosas, com sintomas nunca vistos antes.
Ciência: Essas doenças seriam causadas pelas moscas da praga anterior, e hoje são conhecidas como “peste equina africana”, “peste da língua-azul” entre outras.


6.Praga das Chagas
Bíblia: Feridas enormes e podres surgem nos egípcios, causando até mortes.
Ciência: Essas feridas seriam causadas por uma doença chamada mormo, que é uma doença de cavalo mas que teria se espalhado para humanos graças as moscas, da quarta praga.


7.Praga da Chuva de Pedras
Bíblia: Pedras em chamas caem do céu e destroem as edificações, templos, e estátuas destinadas a deuses do politeísmo egípcio.
Ciência: Essas pedras em chamas seriam as rochas vulcânicas que saíram voando quando o vulcão Santorini explodiu.


8.A Praga dos Gafanhotos
Bíblia: Deus enviou ao Egito nuvens de gafanhotos que comeram todas as plantações da região, exceto as dos judeus, deixando os egípcios com fome.
Ciência: Graças as alterações climáticas e os gases que o vulcão liberou, os gafanhotos que vieram da Etiópia mudaram seu rumo para o Egito.


9.Praga da Escuridão
Bíblia: Segundo a Bíblia, o Sol foi coberto e o Egito ficou em total escuridão por três dias seguidos.
Ciência: Explosões causadas pelo vulcão teriam jogado poeira que cobriram o Sol. Outra teoria seria a das incessantes tempestades de areia nos desertos egípcios.


10.Praga do Anjo da Morte
Bíblia: Moisés alertou aos judeus do seu povo para colocarem sangue de carneiro no batente de suas portas, dizendo que era um sinal. A noite, Deus enviou o Anjo da Morte para o Egito. Em todas as casas que não tinha sangue no batente da porta, ele entrava e matava o filho mais velho da família.
Ciência: Como os alimentos estavam muito escassos as famílias começaram a estocar alimentos. Mas graças as péssimas condições de estoque e as doenças, os alimentos se contaminavam. No Egito Antigo era costume que os mais velhos se alimentassem mais e primeiro, eles se contaminariam mais, chegando a um nível fatal.




                                                             Fenômeno da maré vermelha




No que você acredita? Essa é mais uma famosa batalha entre Ciência e Religião. Mas cada um escolhe no que crer. Se quiserem opinar a respeito usem os comentários!

Nenhum comentário:

Postar um comentário