sexta-feira, 17 de agosto de 2012

O Colosso de Rodes existiu?



Na Grécia Antiga existia uma ilha chamada Rodes, que ficava no Mar Egeu. Assim como todos os gregos, o povo de Rodes era Politeísta (acreditavam em vários deuses) e fazia monumentos em homenagem as divindades para agradá-los. Mas Rodes fez um monumento que ficaria para a história: o fabuloso Colosso de Rodes. Um colosso é um gigante feito de pedra ou metal. Esse era feito de bronze.


Esta estátua gigantesca foi construída em homenagem ao deus Hélio, a personificação do Sol. Ele tinha por volta de 30 metros de altura e 70 toneladas de puro bronze. Foi construída sob comando do esculto Carés de Lindos entre os anos de 292 a.C. e 280 a.C. Ela ficava de pé com as pernas um pouco abertas, em que cada pé ficava de um lado do portão de entrada para a ilha de Rodes.


Antes da construção da estátua, os macedônicos (o povo de Alexandre o Grande) tentaram conquistar a ilha e montaram um cerco que durou anos, mas abandonaram a empreitada. Então, o povo de Rodes pegou as armas deixadas pelos macedônicos, fundiu os metais e usou como material para construir algo maravilhoso, em homenagem ao deus Hélio que era o protetor da ilha e que eles acreditavam ter mandado os invasores embora.


Após 55 anos de pé, a estátua desabou com um terrível terremoto. Por ordem de um óraculo (pessoas que tinham visões mandadas por deuses) eles não reconstruíram o colosso. Muito tempo depois a estátua foi desmontada pelo árabes que venderam as partes. Foram necessários 900 camelos para carregar toda a sucata de bronze do colosso. Devido a isso, não se sabe se o colosso realmente existiu ou se foi apenas uma história fictícia contada pelo povo de Rodes.




Hoje em dia, o Colosso de Rodes é uma das Sete Maravilhas do Mundo Antigo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário