sexta-feira, 17 de agosto de 2012

O continente perdido de Atlântida


Mobilizando milhares de historiadores e arqueólogos, sem contar os caçadores de tesouros, Atlântida, o lendário continente perdido, é uma das lendas mais contadas de todas.


História


As teorias e histórias sobre Atlântida começaram com o filósofo Platão, na Grécia. Ele falava sobre uma enorme civilização com tecnologia muito avançada localizada no Oceano Atlântico, há mais de 11.600 anos.




Uma das teorias diz simplesmente que Atlântida era uma civilização antiga, que ficava perto da Indonésia. Essa teoria é fortemente defendida pelo cientista brasileiro Arysio Nunes dos Santos, que tem um currículo invejável e é com certeza confiável: ele é físico nuclear, engenheiro eletrônico, PhD e professor de Engenharia Nuclear da Universidade de Minas Gerais.
Professor Arysio analisou as teorias e histórias antigas e juntou com descobertas e eventos científicos atuais, chegando a algumas conclusões. Ele diz que Atlântida existiu sim, e que foi berço de todas as primeiras civilizações do mundo. Ele juntou teorias com Platão para chegar a esses resultados. E há relatos geológicos que provam que houve uma grande elevação dos oceanos naquela época. Essa elevação levou muitos povos a contarem histórias sobre um "dilúvio", como o Dilúvio bíblico e a história grega de Deucalião.
Alguns acreditam que os sobreviventes teriam navegado pelo mundo, e chegaram até onde hoje é a América, e por lá fundaram povos famosos, como os maias e astecas. Também desenvolveram-se na África e Oriente, talvez por isso algumas construções egípcias, chinesas e maias sejam tão parecidas.
Para Arysio os atlantes eram tão inteligentes que teriam criado uma bomba atômica, que teria sido usada até em uma guerra, acelerando o fim da era do gelo vivida na Terra. Mas todo seu conhecimento se perdeu para sempre durante as inundações, sobrando apenas coisas mais simples que puderam ser carregadas em barquinhos.


Outras teorias afirmam que Atlântida, continente ou ilha, ficava no Oceano Atlântico, no espaço entre a América do Norte e a Europa, e isso explica porque elas não se conectam, porque havia algo ali, já que vieram de um continente único (Pangeia), e América do Sul e África encaixam-se perfeitamente.





Teoria Alienígena


Há quem diga que o continente de Atlântida era uma imensa nave-mãe alienígena movida a hidrogênio que estava na Terra para colonizar a Terra espalhando as civilizações humanas. Por isso os documentos antigos dos outros povos não sugerem uma localização específica, já que ela ficava flutuando sobre vários oceanos. Isso poderia explicar também o porque dos povos antigos acreditarem em deuses que viviam no céu e que teriam criado suas vidas.
Então, Atlântida não teria afundado e sim usado suas forças de propulsão para voltar ao espaço, e essas forças teriam empurrado a água e criando tsunamis, levando a acreditar pelos outros povos que Atlântida havia afundado.


E sempre surgem teorias novas, cada uma mais complexa que a outra. Mas será verdade que antigamente existiu uma civilização tão poderosa e avançada cientificamente capaz de mudar a história da humanidade? Quando será que finalmente resolveremos estes mistérios? A Terra ainda esconde provas ou teremos que esperar forças exteriores para nos responder?

Nenhum comentário:

Postar um comentário