sábado, 29 de setembro de 2012

O MISTÉRIO DOS CRÂNIOS DE CRISTAL


Um fato intrigante que vem aguçando as mentes de diversos estudiosos são os chamados Crânios de Cristal, encontrados em sítios arqueológicos do mundo inteiro.
No final da década de 1890, foram encontradas no México duas caveiras de Cristal. As peças foram descobertas provavelmente por mercenários que as obtiveram de camponeses locais, exploradores de tumbas da região.
As peças retratavam uma réplica perfeita de uma cabeça humana num bloco de quartzo transparente que, quando iluminado por baixo, projetava a luz pelos olhos. A complexidade das peças criou a especulação de que seriam objetos feitos com tecnologia extraterrestre. Um desses crânios de cristal, encontra-se no Museu Britânico e o outro no Museu Trocadero, em Paris.
Em 1924, foi descoberto o chamado crânio de Mitchell-Hedges nas ruínas de uma cidade maia em Belize, Honduras. O explorador F. A. Mitchel-Hedges (foto abaixo) , com a intenção de
encontrar evidências da Atlântida perdida, realizou a expedição no local conhecido, no dialeto maia como LUBAANTUM (CIDADE CAÍDA).
Sua filha adotiva Arma teria descoberto a caveira ao perceber no terreno o brilho de um objeto que refletia a luz do sol. Tratava-se de um crÂnio de um humano fabricado com quartzo transparente, formado por duas peças distintas e com mandibula articulada.
Décadas mais tarde, Arma Mitchell-Hedges conseguiu que um pesquisador de enigmas Arqueológicos, Frank Dorland, investigasse a caveira. Durante seis anos, Dorland estudou o objeto e o levou a uma companhia de computadores, Hewlett Packard, que dispunha de um laboratório de Cristal sofisticado.
Os especialistas da empresa não se sentiram capazes de criar uma duplicata da peça e chegaram à conclusão de que ela foi criada a partir da natureza do quartzo, pois o seu criador havia dado forma ao cristal completamente ao contrário. Afinal as características naturais do quartzo não teriam capacidade de criar o sistema interno de lentes e prismas da caveira.
O quartzo atualmente é usado em quase todos os equipamentos eletrônicos, incluindo chips de computadores. Diante dessas constatações, criou-se a idéia de que talvez alguma civilização da antiguidade poderia ter tecnologia suficiente para a criação das caveiras de cristal. Porém, há hipóteses que elas são criações de seres extraterrestres.

Nenhum comentário:

Postar um comentário