sábado, 29 de setembro de 2012

O terceiro Reich : Adolf Hitler e os Alienígenas


A segunda Guerra Mundial foi marcada por vários conflitos e mortes. Muitos judeus foram mortos no Holocausto e muitas vidas foram perdidas nos campos de concentração Nazista. Mas será que o verdadeiro motivo da guerra foi a invasão da Polônia por Adolf Hitler?

Para bons observadores e teóricos da conspiração, a figura de Hitler iria muito mais além do que um simples louco que carregava paranóias de rei do mundo na sua cabeça. Existe um certo mistério envolvendo essa guerra. Para responder estas lacunas que martelam nosso senso comum devemos partir da historia perdida as remotas civilizações do passado e desenterrar o que seriam lendas e trazê-las para a realidade.

 Por que Hitler usava a Suástica e o estranho comprimento nazista?

A cruz Suástica é um símbolo (yantra) conhecido a mais de 5.000 anos e é considerada sagrada, representando equilíbrio, expansão e evolução do universo e de grande magnetismo, conhecida como Lot'chu, constando no I ching.
A suástica ou cruz gamada é um símbolo místico encontrado em muitas culturas em tempos diferentes, dos índios Hopi (no qual se acreditavam ser descendentes dos deuses) aos Astecas, dos Celtas aos Budistas, dos Gregos aos Hindus. Ela foi usada por Hitler para simbolizar, no partido Nazista,  como um símbolo de racismo e vangloria representando uma raça denominada raça Ariana. Os arianos eram uma tribo ou grupos étnicos que povoou a península da índia pro volta de 1500. a.C.De acordo com Helena Blavatksy  na Doutrina Secreta (1888) os Arianos foram a quinta raça raiz da Terra segundo os seus guias espirituais do plano astral. Esses guias que se comunicaram com helena eram nada mais que Extraterrestres ou até mesmo espíritos da antiga civilização Atlântida que foi destruída pelo grande dilúvio em 11000 a,C.


No entanto a cruz Suástica é um símbolo (yantra) conhecido a mais de 5.000 anos e é considerada sagrada, representando equilíbrio, expansão e evolução do universo e de grande magnetismo, conhecida como Lot'chu, constando no I ching.

A saudação Nazista com o braço direito estendido para frente com um sinal de amizade. Seria este o sinal dos Extraterretres quando viram os humanos pela primeira vez?

Ganesha, o Deus indiano mais cultuado, filho de Shiva e Shakti, o que afasta os empecilhos, protetor dos negociantes, tem a suástica desenhada na palma de sua mão (Abaya Mudra). Shiva também usa este yantra; assim como, em vários templos na Índia o vemos desenhado na porta de entrada.
 

Há um milhão de anos atrás existia o único continente no mundo, uma terra com regras, sem guerras e sem fome, com harmonia, alta tecnologia um paraíso na terra. Existiam naves exuberantes, um alto conselho, dois vulcões gêmeos, chamados de Atlas..., no centro da ilha estava situado a primeira pirâmide do mundo, revestida de granito no qual em seu cume existia outra pirâmide de cristal usada para canalizar a energia cósmica. Existiam escolas, templos, palácios e jardins. Mas os habitantes do continente –ilha foram se auto destruindo e sem perceber acabaram provocando a ira daqueles que os ajudaram a desenvolver sua civilização, pois o homem usou a tecnologia de forma inadequada ou ate mesmo abusou exageradamente de seus recursos fazendo com que todo o planeta se sucumbisse em água. Esse foi o grande dilúvio que fora retratado em todas as culturas do mundo.

Sobreviventes de Atlantida   formaram colônias ao redor do mundo como os maias, egípcios e hindus.Esses hindus formaram a raça Ariana atual no qual Hitler dizia ser de sangue puro.
O Mahabharata , um livro sagrado onde tem a primeira aparição da palavra suástica revela que na antiguidade, cidades foram destruídas por uma grande energia equivalente ao brilho de  mil sóis, essa força destruía tudo que estivesse ao seu alcance em um único golpe, aqueles que sobreviviam ficariam deformados ou ate doentes. Eram as primeiras bombas atômicas da história que foram lançadas nas cidade de Sodoma e Gomorra, Harapa na índia, e Mohejo Daro no Paquistão. A tecnologia destes extraterrestes fora para então nas mãos do ditador alemão que começou a chamar cientistas e pessoas com poderes psíquicos para poderem se comunicar com entidades extraterrestres. O símbolo então era uma comunicação entre os humanos e os extraterrestres como o deus hindu de pele azul chamado Brahma


Maquina do Tempo, Vórtices energéticos  e Discos Voadores


Como sabemos, a pirâmide Atlantida tinha no seu centro um grande Vórtice eletromagnético no qual passa o que chamamos de quarta dimensão: o espaço tempo. Esse cubo era muitas vezes usado em rituais de mortificação incinerando os corpos que os tocasse. Os Atlantes sabiam que o planeta tinha certos pontos onde se concentravam energias eletromagnéticas que formavam anomalias no espaço tempo que se fossem controladas iriam ser usadas como várias formas de energia renovável, pura, ou até mesmo na construção de maquinas do tempo!

O físico Nikola Tesla descobriu tais fortices em suas pesquisas com eletricidade, mas infelizmente e aparentemente suas pesquisas forma roubadas e nunca se soube das aplicações de tais vórtices ate os dias de hoje.


Outra Tecnologia que foi redescoberta pelos nazistas foi a do sistema de propulsão antigravidade mais conhecido com discos voadores, Victor Shauberguer foi o engenheiro encarregado do primeiro protótipo de disco voador baseado nos vimanas encontrados no Rig Veda. Outros cientistas alemães traduziram o sânscrito Hindu para entender a Tencologia dos antigos. A nave protótipo alemã foi então construída em 1939 e se chamou Hanebu.Tinha 25 metros de diâmetro e capacidade para 8 tripulantes.
[...]


A sociedade Secreta


Em 1912  uma sociedade secreta surgiu na Alemanha, seu era: Vril.Esta ordem é um grupo esotérico que continua vivo ainda hoje na Índia, seu país de origem, onde conta com mais de dois milhões de adeptos. O Vril é a fonte de energia interna do ser humano.  Dentro dos conhecimentos iogues, vril e kundalini (sétimo sentido) siginifcam a mesma coisa: o fogo serpentino - o 3º Logos. Em outras concepções a energia Vril era chamada de Akasha.

  Os adoradores do vril veneram o Sol levantando suas mãos em sua direção numa saudação semelhante à feita pelos nazistas e pelos antigos egípcios no culto a Rá, o Deus Sol. Os templos deste culto estão decorados com grande variedade de cruzes gamadas, aliás, na Índia a cruz gamada é tida como um símbolo de poder, porém ela é escrita em sentido horário, onde representa a evolução e nos quadrados mágicos da numerologia judaica tem o valor 360 representando o fogo - a espiritualidade e o Logos. Os nazistas inverteram a posição da suástica, que veio representar o elemento terra - Malchut na Cabala, tendo assim o valor 666 - o número da Besta.

Mas em meio a tudo isto existia algo mais: haviam seitas tibetanas e sua magia. A Thule e seus seguidores foram profundamente influenciados pela magia negra tibetana e tiveram mesmo contato com os bompos tibetanos de barrete negro na Alemanha. Estes teriam sido invocados para agir politicamente na Europa através de sua magia tântrica.

 Criada pelo barão Rudolf von Sebottendorf, que em viagem à Turquia entrou em contato com iniciados drusos que afirmavam receber seus ensinamentos espirituais do “Senhor do Mundo” o senhor de Thule ou Shambala - o governo oculto do mundo, reino dos hiperbóreos. Daí o nome Thule. Para Von Sebottendorf, a raça dos hiperbóreos (ariana) possuía um poder oculto: “quem o controlá-lo poderia dominar o mundo” - este poder seria o vril. Os arianos que foram para Shambala fundaram muitas sociedades secretas ao redor do mundo.

A sociedade tinha como missão procurar formas alternativas de antigas tencologias alienígenas hindus através dos livros do Veda. Cientistas alemães percorreram o mundo em busca de relíquias ou escrituras que ajudariam nessa nova tencologia tais como o Santo Graal e a Arca da Aliança que segundo os defensores da teoria do antigos astronautas, era um auto-falante que estabelecia comunicação eletrônica entre os deuses e o homens e foi construída por Moises.
Castelo de Weweslburg - O centro de Comando dos nazistas.
No castelo de Wewelsburg os cientistas, telepatas, médiuns e outros sensitivos se reuniam para pesquisar as novas tencologias e se comunicar com extraterrestres a mando do comendante das SS Heinrich Himmler. Uma deles foi a influente Maria Orsic que fazia parte da sociedade Vril. Ela se comunicava com seres extraterrestres que segundo ela diziam detalhes da tecnologia antigravidade. Ela liderou um grupo de mulheres chamadas Vrilinger que eram a parte feminina da sociedade secreta Vril.



Maria Orsic  -Sensitiva, braço direito do ditador Hitler .

Elas deixavam seus cabelos muito longos pois acreditavam que as energias astrais eram melhores captadas. De acordo com o livro de Michel Koquet, “OVNI a luz da tradição” essa energia akashika era usada pelos extraterrestres para comandar a sua nave através de pontos no corpo. Esses pontos eram chamados de chakras. Alguns antigos hindus tentaram assimiliar esta tecnologia muito avançada para a época e fascinante para os poetas do Rig Veda. Talvez fosse esse o motivo da busca incessata de Hitler que usaria esta energia para ser o rei do mundo e levar a Alemanha como uma vencedora definitiva da guerra.
Um dos discos voadores secretos da Sociedade - O Vril 7

A bomba Atômica

Quem vê a figura simpática do físico Albert Einstein que trabalhou para o presidente Franklin Rooservelt, claramente irá pensar que ele foi o encarregado do projeto inicial da bomba atômica que iria por um fim a guerra sangrenta. Mas a historia não é bem assim.
a
Einstein e um dos principais cientistas da bomba: Robbert Oppenheimer
Em Berlin, dois cientistas, o químico Otto Hahn (Nobel de Química em 1944)  e Fritz Strassmann deram o primeiro passo para o que seria uma nova forma de energia renovável e destruidora chamada energia nuclear partindo do processo chamado Fissão Nuclear .Os dois foram chamados por Wermer Heinsenberg para participar de um projeto secreto de uma arma nuclear baseada na tecnologia das bombas atômicas dos antigos hindus. O que eles não sabiam é que esta arma nuclear iria ser a encarregada de destruir milhares de vidas no ano conseguinte.

Na Cerimônia da Premiação o apresentador anunciou: "Professor Hahn nos informou que lamentavelmente está incapacitado para comparecer a esta cerimônia". No pós-guerra Hahn tornou-se um combatente popular contra a utilização das armas nucleares.
Einstein descobriu que o progresso alemão  estava tão grande ao ponto de se construir esta arma letal para a humanidade e  escreveu uma carta para o Presidente Rooservelt em 02 de agosto de 1939.

Os alemães estavam sob o poder da maior arma de destruição em massa da historia e que foi provavelmente inspirada em armas atômicas. As mesmas armas que destruíram Mohenjo-Daro, no Paquistão e Harapa, na India, de acordo com os relatos do livro Sagrado do Mahabrarata e do Rig Veda. Foram encontrados vestígios de areia vitrificada em várias partes da Asia que indicam que o silício foi derretido a altíssimas temperaturas provenientes das tais armas descritas nas escrituras Védicas.

Os nazistas a mando de Hitler fizeram várias expedições arqueológicas na Asia e na Africa a procura de evidencias ou pistas para tal tecnologia antiga no qual nossos antepassados tinha  porém perderam-na.


Por todo o oriente médio falaram de Gênios que usavam lâmpadas mágicas e voavam em  tapetes voadores ou coisas do tipo. Para o autor do livro " Tecnologia dos deuses", David Childress, é muito possível que estes sejam os deuses antigos alienígenas que tanto se falam.


Em 1942, Heisemberg falou da construção de um reator nuclear destinado a controlar a fusão dos elementos, podendo até converter Urânio em Plutônio. Os nazistas então estavam prestes a ter a maior arma que já foi feita e vencer a guerra, mas de repente todo o projeto da sua construção parou. As razões do cancelamento vão desde a falta de verbas e estrutura suficiente para guardar tamanha tecnologia bélica até o medo dos próprios nazistas do que Hitler poderia fazer com a bomba.


Os alemães chegaram muito perto de cosntruirem a temida bomba, mas os americanos souberam do projeto, aperfeiçoaram-no e lançaram em Hiroshima e em seguida Nagazaki, no japão, marcando o fim da Segunda Guerra Mundial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário