sábado, 29 de setembro de 2012

OS VISITANTES DO PASSADO (parte 2)


(Atenção! leiam primeiro OS VISITANTES DO PASSADO parte 1)
Atualmente o cinema tem retratado a destruição do mundo por diversos fatores que às vezes parecem até engraçados, como por exemplo a invasão de seres alienígenas que são como parasitas do universo (como acontece nos filmes INDEPENDENCE DAY e GUERRA DOS MUNDOS). O cinema também não descartou a hipótese de um cataclismo mundial causado pelo aquecimento global provocado pelo homem e que podemos ver este fato no filme O DIA DEPOIS DE AMANHÃ.




















Mais recentemente o cinema lançou dois filmes que têm causado grande polêmica, sendo eles PRESSÁGIO, que tem como enredo uma destruição da terra causada por erupções solares que destroem toda a superfície terrestre transformando-a em uma bola de fogo e também o assustador e profético filme "2012", que se baseia no deslocamento das placas tectônicas causada pela liberação de neutrinos (partícula sub atômica) que reagem com magma terrestre, causando mega-terremotos e mega-tsunamis, dando cabo da vida na terra. (É importante ressaltar que no filme 2012 algumas pessoas conseguem ser salvas por meio de enormes ARCAS construídas para este fim e no filme presságio somente os "escolhidos" são salvos por naves espaciais extraterrestres).


Ocorre que muitas pessoas acreditam que os produtores destes filmes tiram essas possibilidades fantásticas de fim de mundo de suas próprias imaginações, mas eu gostaria de informar que as pessoas que acreditam nisso estão muito erradas, pois tentarei explicar que todas estas formas de destruição do mundo, podem, conforme alguns estudiosos, historiadores, arqueólogos e cientistas de diversos ramos da ciência, realmente vir a acontecer!! Até mesmo uma suposta invasão extraterrestre é bastante provável para muitos estudiosos sérios que utilizam-se de argumentos bastante convincentes.
Terei que novamente voltar a tocar no assunto dos Sumérios, pois esta civilização é a chave de tudo.
Conforme já foi dito em OS VISITANTES DO PASSADO (PARTE 1), foram encontradas mais de 60.000 placas de argila na região onde seria a cidade de Nínive e onde é o atual Iraque, sendo que algumas destas placas faziam parte do acervo de uma biblioteca que teria pertencido à BABILÔNIA e que contam de forma bastante original o surgimento do primeiro homem na Terra, portanto saibam que todos os fatos apresentados aqui não são fruto da minha imaginação, mas sim de achados arqueológicos de um povo que viveu há mais de 6.000 anos antes de Cristo.


Relatarei com mais detalhes a participação dos "deuses" Sumérios (ANUNNAKIS) na criação do homem (todos estes relatos baseiam-se na tradução das placas feita por Zecharia Sitchin e transcritas em seu livro O CÓDIGO CÓSMICO):
I - Anos antes do planeta NIBIRU se aproximar da Terra os ANUNNAKIS vieram à este planeta em uma missão de 50 pessoas, sendo que esta missão era chefiada por um "deus" conhecido originalmente por "EA" e que posteriormente passaria a se chamar "ENKI".
II - Esta missão chegou na Terra há mais de 450.000 anos atrás e desembarcou onde hoje está localizado o Golfo Pérsico e que seria uma área muito alagadiça.
III - Ressalto que os ANUNNAKIS vieram no intuito de extrair ouro, pois este metal serviria como condutor elétrico que seria usado para salvar a atmosfera do planeta deles, ou seja NIBIRU.
IV - Ocorre que ENKI não conseguiu extrair ouro das águas do Golfo Pérsico, então requisitou aos outros ANUNNAKIS que estavam nos "céus" (que talvez teria sido à base espacial localizada no espaço e fora da Terra), que enviassem uma outra missão em outro lugar e com mais "deuses".
V - Então o grande "ANU" que era pai de ENKI e chefe supremo de NIBIRU (ver foto abaixo), enviou outra missão com mais de 600 ANUNNAKIS chefiada por seu outro filho chamado ENLIL, sendo que estes desceram na região entre os rios TIGRE e EUFRATES (mesopotâmia) e que hoje conhecemos como IRAQUE.


VI - Foi exatamente nesta região que se iniciou a extração do ouro e posteriormente ENKI deu a idéia a seu pai ANU para colocar a marca dos ANUNNAKIS em um hominídeo selvagem que existia no planeta Terra e daí criou o primeiro homem chamado ADAPA, que serviria para ajudar na mineração de ouro.
VII - Todo este processo não aconteceu de uma hora para outra, mas sim no intervalo de muitos e muitos anos, sendo necessário afirmar que o planeta NIBIRU ainda estava bastante longe da Terra, mas estava vindo em direção à mesma e passaria muito próximo daqui.

Farei um intervalo quanto ao assunto dos Sumérios e começarei a falar sobre um outro assunto que também faz parte do raciocínio geral.

Vocês estão lembrados do Dilúvio e da Arca de Noé?
A história do dilúvio não é exclusiva da Bíblia, pois diversas culturas espalhadas pelo mundo falam e afirmam que a milênios atrás ocorreu uma inundação que dizimou toda a vida na terra, sendo que a figura de um Noé que construiu uma arca e salvou alguns seres humanos e casais de animais diferentes não existe somente na Bíblia, mas sim na India, nos antigos Maias, em diversas tribos indígenas da América, e principalmente na primeira civilização existente na Terra, ou seja OS SUMÉRIOS!!, só que sempre com nomes diferentes, conforme veremos adiante.

Após ENKI ter facilitado a proliferação da raça humana, permitindo que se reproduzissem fora do E.DIN, os ANUNNAKIS viram que as mulheres humanas eram muito bonitas e começaram a se relacionar com elas, tendo até mesmo filhos com as humanas!
Este episódio da história dos ANUNNAKIS possui uma lembrança que se pode ver na Biblia em GÊNESIS capítulo 6:

"Como se foram multiplicando os homens na Terra, e lhes nasceram filhas, vendo os filhos de Deus que as filhas dos homens eram formosas, tomaram para si mulheres, as que, entre todas, mais lhe agradaram".

Desta relação entre os "deuses" e as mulheres humanas, nasceram homens de imensa estatura, ou seja "gigantes", vejam ainda em Gênesis capitulo 6:

"Ora naquele tempo havia gigantes na Terra e também depois, quando os filhos de Deus possuíram as filhas dos homens, as quais lhes deram filhos; estes foram valentes, varões de renome, na antiguidade".

É importante dizer que na antiguidade há diversos relatos de gigantes (gregos, nórdicos, indianos e etc...) que teriam vivido na Terra e que depois foram extintos, sendo que na própria Bíblia aparece por diversas vezes a descrição dos supostos gigantes (ver: Gênesis 6:4, Números 13:32, Deuteronômio 9:2/2:21/3:11,II Samuel 21:16/21:18/21:20, I Samuel 17:4.)
Conforme os Sumérios, esta relação entre os ANUNNAKIS e as mulheres humanas era muito mal vista pelos "deuses" superiores e que os filhos nascidos destas relações entre os deuses e humanos, além de gigantes, teriam produzido a mais diversa quantidade de seres estranhos, fantásticos e abomináveis (conforme alguns estudiosos teriam nascido seres que hoje consideramos mitológicos, como por exemplo: os ciclopes, centauros, minotauros, medusas, sereias,harpias, faunos e etc...).



As Histórias contidas nas placas Sumérias ecoam em diversas outras histórias mitológicas de outras civilizações. Na Grécia antiga era comum dizer que haviam relações entre os deuses do Olimpo e mulheres e homens mortais, (lembrem-se que Hércules era filho de Zeus com uma mortal e que ele teria feito obras grandiosas com a espetacular força que possuía).
O que importa é que com a proliferação destes "gigantes", os ANUNNAKIS se arrependeram de terem criado o ser humano e resolveram abandonar a raça humana aqui na Terra para morrerem. Mas morrer de quê e do quê?
Todos estes fatos ocorreram quando o planeta NIBIRU ainda estava longe da Terra, pois os ANUNNAKIS vieram antes do planeta deles passar perto da órbita terrestre. O que ocorre é que Nibiru estava se aproximando, pois em seu movimento de translação ao redor do SOL, ele teria que passar perto da Terra e isto iria causar um cataclisma de dimensões globais onde os ANUNNAKIS sabiam que quando isto ocorresse seria difícil sobrar alguém vivo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário