domingo, 14 de outubro de 2012

Nossa Gênesis e o Hexagrama


“Apenas os segredos pequenos precisam ser protegidos. Os grandes são mantidos em segredo pela incredulidade pública”
(Marshall McLuhan)



O Velho Testamento é um exemplo clássico de reciclagem religiosa que gerou a base de crença todas as religiões no mundo.

Em Gênesis 1: 26. "E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança". Interpretando essa frase, podemos entender que: O verbo "Façamos" está no PLURAL, então podemos concluir que esse tal "deus" não estava sozinho.

Gênesis 2:16;17;18. "E ordenou o senhor Deus ao homem, dizendo: De toda a árvore do jardim comerás livremente, mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dela não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás. E disse o senhor Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma ajudadora idônea para ele". – E "fez" então, EVA.

O engraçado aqui é a contradição, pois antes disso, em Genesis 1:28 - ("E Deus os abençoou, e Deus lhes disse: Frutificai e multiplicai-vos, e enchei a terra, e sujeitai-a; e dominai sobre os peixes do mar e sobre as aves dos céus, e sobre todo o animal que se move sobre a terra"), "deus" já tinha feito Adão, mas Eva ainda não. Então com quem ele iria "Frutificar e multiplicar"???

Perceba que há contradições intercaladas na bíblia que são pouco ou nunca contestadas. Os livros Gênesis e Êxodo foram escritos por uma classe sacerdotal hebraica conhecida como "Levitas" por volta de 586 a.C. Os Levitas foram remanescentes de uma "casta" de sacerdotes do Egito antigo. Esses mesmos sacerdotes foram os "iniciados" dos ensinamentos dos "deuses" do Egito antigo (posterior Escolas de Mistérios). Eles conheciam sobre os registros da civilização Suméria e a partir daí, usaram esse conhecimento para COMPILAR a Gênesis e o Êxodo.

A palavra Gênesis, por exemplo, é a junção de GEN ou GENES de genética com a palavra ISIS, a deusa Isis da sabedoria no Egito antigo.

Gênesis 2: 22. "E da costela que o senhor Deus tomou do homem, formou uma mulher, e trouxe-a a Adão".

TECHO DA CAPELA SIXTINA 1508 - 1512
A CRIAÇÃO DE ADÃO (1511) Na abóbada da Capela Sixtina, Miguel Ángel pintou nove cenas da Gênesis, das quais a mais famosa é A CRIAÇÃO DE ADÃO. Nela o cansado corpo de Adão já a ser animado pelo espírito de Deus mediante o suave toque da ponta de seus dedos. Esta impactante imagem pode ter sido sugerida pelo hino em Latín VENI CREATOR SPIRITUS, no qual Deus restaura a força e a coragem à carne debilitada com um toque de seu dedo.



A versão original do livro Gênesis está descrita nos cilindros Sumérios, por isso "deus" está no plural na bíblia e há tantas contradições. No Gênesis diz que "deus" criou o homem do "barro", porém na tradução dos cilindros Sumérios, Zecharia Sitchin diz que a palavra provém do termo "TI.IT" que na língua suméria, significa: "Aquilo que tem vida". Ou seja, CÉLULAS. O termo "TI" em sumério tem 2 significados: serve tanto para "costela" como para "vida". Portanto EVA que significa: "ela que tem vida", foi criada não da costela de Adão, mas das Células dele.

Em Genesis 2:3. "E abençoou Deus o dia sétimo, e o santificou; porque nele descansou de toda a sua obra que Deus criara e fizera". – Engraçado que "deus" também se cansa ... tá explicado!

"ENKI, após trabalhar duro na construção de Eridú que em Sumério significa "Lar distante", passou a descansar no sétimo dia". Uma "leve" semelhança né?!!


Bom, o que chama a atenção é que pela historia dos cilindros Sumérios, nós sabemos que ENKI, meio irmão de ENLIL, gerou o homem através de uma hibridização, um experimento genético e assim criou um ser à sua semelhança. Até aqui, entendemos que ENKI é o geneticista criador da raça humana e, portanto ele receberia o "titulo" bíblico de "deus". Porém, ENKI é retratado como a "Serpente" que enganou EVA incitando-a a comer do "fruto proibido". Se ENKI aqui é a Serpente enganadora, deus só poderia ser ENLIL, o senhor do comando, segundo nos conta os cilindros Sumérios.

Gênesis 3:5. "Deus sabe que no dia em que dele comerdes se abrirão os vossos olhos, e sereis como Deus, sabendo o bem e o mal".

É bem notório que a "arvore" do fruto do "pecado" não era mais do que uma alegoria para o CONHECIMENTO ou O fruto do conhecimento. Mas, ENLIL era contra passar o conhecimento aos recém criados LU.LUS como nos chamavam na língua Suméria, que significa: "O que foi misturado". A palavra "LU" em sumeriano, quer dizer "trabalhador ou SERVO" – servos de "deus". Esse termo também era usado para indicar "animais domésticos".

ENKI então passou a ser retratado como sendo uma alegoria pagã ao longo de nossa história fundindo-se a veneração aos Astros. Por isso a bíblia é um conto Astroteológico.

ENKI ganhou muitos nomes. Entre tantos, no Egito antigo foi PTAH (pai). Foi também SHAYTAN dos Yazidi e dos arabes, e do Islão. Foi também o deus da traição Seth do Egito. Foi o enganador e adversário conhecido como Satanás da tradição judaico-cristã. Ele foi o chamado OPOSITOR a "deus", ou seja a ENLIL, portanto ENKI era Lucifer, o portador da "LUZ". E porque da LUZ? Pois porque ele foi quem "tentou" Eva no paraíso a saber, conhecer e a aprender que ela também era um "deus" em potencial. LUZ = ESCLARECIDO.

É claro que a igreja o acusaria de caluniador e opositor a "deus", e criaria sua versão mais atualizada e antropomorfizada pela Era do "Carneiro" com os chifres do Diabo, pois onde já se viu ?!... Se a humanidade se tornasse sábia e conhecedora de sua verdadeira essência, quem os controlaria??? Esse conhecimento, foi sendo passado e foi por esse conhecimento que surgiu o chamado "Ocultismo", cujo os segredos pertencem aos altos graus das "Sociedades Secretas". Não é por acaso que muitos dizem que os "Illuminatis" são Satanistas. É claro, possuem um conhecimento que você não possui. SATANÁS não passa de uma alegoria de um personagem ou arquétipo histórico que é ao mesmo tempo "deus" e o "diabo" = ENKI.

Agora, pense: ENLIL nunca quis que soubessemos sobre nossa natureza. Os altos sacerdotes que ministram a Igreja nunca quiseram que soubessemos sobre nossa realidade. Os altos graus das Sociedades Secretas nunca quiseram que soubessemos sobre nossa natureza. Nos restou então, o idolatrismo pagão e a ignorância do apego ao materialismo que nos divide e nos corrompe a cada dia, nos aprofundando cada vez mais num buraco escuro e desesperador.

Dizem que o Hexagrama é o símbolo mais "perigoso" e malígno que há. Eu digo que isso é BESTEIRA!!! O fato de não conhecermos algo, nos imputa medo - "O homem teme aquilo que não conhece". - Conhecimento é PODER!

O Hexagrama é um símbolo que retrata TODA a natureza do Universo. Uma natureza FRACTAL (assim como o Pentagrama) e o triângulo para cima e outro para baixo, indica que: "Assim como é acima, é também abaixo - Assim na Terra como no céu, ou nos CÉUS que é o mais correto".



A palavra Hexagrama em grego significa 6 caracteres: (Hex = seis; grama = linha ou caracter). Ele é representado em muitas culturas como o cubo de Metraton da Cabala. Faz alusão ao 666 bíblico por 6 pontas, 6 lados e 6 triângulos. Tem uma representação no I Ching: As 6 linhas do Yin Yang. Os 64 hexagramas podem também ser considerados combinações entre os oito trigramas básicos. O número 64 tem relação com nossos 64 Códons. Ele também é muitio conhecido como a Estrela de David. O hexagrama é também o símbolo do elemento AR que faz referencia a ENLIL. Também representa o planeta Saturno para o Judeus, onde as alianças de casamento eram originalmente usadas nos Rituais do Anel que simbolizava os Anéis de Saturno e até hoje, seu dia sagrado é Sábado - (Saturn Day).

Vídeos Complementares ao Texto :

A GRANDE VERDADE SOBRE O HEXAGRAMA (ESTRELA DE DAVI) PARTE 1: http://www.youtube.com/watch?v=B08VBFTVkT4&feature=related


A GRANDE VERDADE SOBRE O HEXAGRAMA (ESTRELA DE DAVI) PARTE 2:


Nenhum comentário:

Postar um comentário