sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Ramatís Fala Sobre a Transição Planetária


ramatistransição

(…) Atualmente há uma espécie de intercâmbio que administra o processo de migração espiritual, fazendo com que diversos espíritos já familiarizados com a cultura ocidental, experimentem um pouco dos hábitos orientais, e vice-versa. Da mesma forma que estamos atuando no Ocidente, vossos "santos milagreiros" cumprem o papel de "mentores espirituais" no Oriente! Todo esse esquema proporciona a propagação de conhecimentos, tornando, com o passar do tempo, a humanidade mais "homogênea"!(…)

(…) As barreiras culturais, impostas pelo conservadorismo dos povos, estão caindo graças ao trabalho incessante de muitos espíritos abnegados, que incansavelmente propagam os ensinamentos de Jesus, numa cultura onde Krishna ou Buda possuem os mesmos atributos redentores do mestre! Mas deveis ficar certos de que muito em breve, haverá um só povo!(…)

(…)16 — Haveria um prazo determinado para que a humanidade consiga atravessar este momento de transição?

RAMATÍS — Os prazos sempre são determinados, mas há uma maleabilidade muito grande na estatística cósmica, que consiste em atingir "metas de evolução", isto é, existe um contigente que quando alcançado, delimita a fronteira de transição. Seria uma espécie de nível percentual, estatístico!

Para o caso de humanidades como a que habita o vosso orbe, vossos administradores espirituais planejam de maneira a serem alcançadas etapas, as quais são semelhantes à que viveis atualmente, esperando que um número específico de individualidades alcance os padrões estipulados por esses administradores. Esses padrões poderiam ser chamados "ciclos de evolução"! a cada ciclo, há os que conseguem atingir metas propostas, e então, inicia-se novamente outro "ciclo". E assim sucessivamente!

Como é esperado por vossos administradores espirituais, há aqueles que não conseguem alcançar esse padrão evolutivo, e nestes casos, é necessário recomeçar! Tudo isso poderia ser perfeitamente comparado com vossos educandários, nos quais, quando o aluno é reprovado, precisa repetir o ano, até que consiga ir adiante, série após série!

17 — Com relação ao processo do "juízo final", poderíeis esclarecer que espécie de graduação o planeta Terra alcançaria após este derradeiro momento?

RAMATÍS — Vosso planeta é tido hoje por todo orbe como "hospital-escola-penitenciária"! Quanto ao primeiro aspecto, poderíamos dizer que o planeta atravessa um caminho onde as epidemias e todas as mazelas cumprem o papel de higienizadores psíquicos e espirituais. São verdadeiras dádivas no socorro ao espírito sedento da libertação.

Ao passo que o ser humano atinge o mais alto grau do desespero e da dor, ainda assim passa por sublime aprendizado de valor à vida e ás coisas de Deus: é a dualidade do planeta, nos servindo de hospital e escola! Passando por todos esses "aparentes" flagelos, vê-se a humanidade "presa" aos costumes de que tanto precisa se libertar para que adentre o próximo ciclo evolutivo já rejuvenescida!

É escrava de suas tendências inferiores! Nas regiões umbralinas vêem-se milhares de irmãos ainda presos às fortes correntes do apego, ao léu, jogados à sua própria vontade, sem qualquer objetivo que não seja o desfrute de seus antigos apegos, dos mais escabrosos gostos já cultivados pela humanidade! Não seria difícil deduzirmos que o apego às coisas inferiores estigmatizou o planeta Terra como verdadeira penitenciária!

O estágio em que a humanidade atualmente se encontra será marcado pela sua promoção, na qual passará a ser somente "hospital-escola" daqui para a frente! Tendo atingido o contingente de indivíduos que formam o grupo dos "direitistas" do Cristo, é necessário que ambos, os que seguirão adiante e os que precisarão reiniciar essa etapa novamente, sejam selecionados a partir de sua vibração, e posteriormente, remanejados para orbes que satisfaçam suas necessidades de evolução! Isto significa que a humanidade terrícola estará apta a iniciar nova "etapa", enquanto a outra humanidade, aquela que diante de nova oportunidade, recomeçará, será enviada em viagem cósmica para outro "meio" mais condizente com seu estágio evolutivo!

18 — Quereis dizer que após a promoção pela qual o planeta passará, reduzir-se-ão as ditas hecatombes proporcionadas pela própria humanidade?

RAMATÍS — Afirmar que, após o processo do juízo final, nada mais acontecerá, seria atestar em outras palavras que o planeta se tornará um imenso deserto! Pois sabeis que onde há um só ser, há movimentação energética e portanto, haverá muitos momentos de tensão psíquica, devido ao fato de o homem ainda não ter aprendido a controlar seu mecanismo psíquico.

Controle este que levará algum tempo, até que o próprio homem consiga se administrar devidamente. É certo que, com a "seleção" dos espíritos, os terrícolas terão de reconstruir o planeta, tornando-o a tão sonhada morada da nova humanidade! No estágio atual, há muitos sinais de destruição, que caracterizam o momento atual como verdadeiro "juízo". Mas, uma vez traspassado este momento, será realmente necessária a reconstrução! Poderíamos dizer que os primeiros momentos da humanidade serão os mais difíceis, mas fundamentais para que o planeta adquira os atributos de uma verdadeira "Morada da paz".

Grande parte das tragédias coletivas não mais acontecerá, por terem despertado no homem a consciência, pelo respeito ao semelhante. Mas pequenas e isoladas situações difíceis ainda ocorrerão, uma vez que, como mencionado anteriormente, ainda há muitos espíritos que deverão passar ao lado direito do Cristo, necessitando das "provas de depuração". O processo de desaparecimento destas tragédias será gradativo, até que não haja mais necessidade de serem utilizadas como "expurgadoras" de energias deletérias!

Ademais, somente uma pequena parcela da humanidade está consciente de que precisa se modificar. Quanto à maioria, ainda adormecida aos desígnios de Deus, precisará tomar lições que vós estais tomando neste momento! É necessário que a busca do aperfeiçoamento espiritual seja propagada aos quatro cantos do planeta para assim consolidarmos nossos objetivos ante o propósito do amor fraterno! A evangelização através do "exemplo" a ser seguido, é a melhor ferramenta que poderíamos ter para a adaptação destes novos parâmetros que o planeta terá!

19 — Diríeis que o processo da separação do "joio e do trigo" ainda não se completou?

Ramatís – Quando vossos mais célebres profetas anunciam que somente um terço da humanidade terrena fará parte dos "direitistas", tal declaração não se restringiu apenas à população dos encarnados, mas à imensa população dos dois planos, astral e físico!

Em regiões umbralinas, não há somente espíritos depravados, odiosos, sedentos de vingança para com seus antigos algozes, mas também muitos deles são sofredores, ignorantes, e na realidade são mais sofredores do que aqueles que receberam através da reencarnação, a oportunidade de evoluir!

Eles também terão a oportunidade de decidir qual caminho escolherão. Afinal, não seria justo se simplesmente os "porões umbralinos" fossem esvaziados sem que a Espiritualidade fizesse minuciosa avaliação de todos os que lá habitam.

E isto não é trabalho que se realize em pouco tempo! Muitos, mesmo em profundo estado de revolta, ainda assim são vítimas de seus próprios atos. Não possuem maldade no coração! Não são maus, apenas "estão" revoltados, e por terem desacreditado da justiça divina, passaram a agir conforme a "justiça" que acham ser coerente. Não deveis esquecer que cada qual sente o mundo por aquilo que sente dentro de si; vê o mundo através de sua própria aparência! É provável que eles não experimentem a tranquilidade e a paz interior há muito!

Após ser concluída a vistoria desses locais, por certo muitos espíritos escravos de outros mais "poderosos" serão libertados, e encaminhados para os hospitais astralinos, e no momento certo, lhes será conferido o direito de reencarnarem para a retomada daquilo que há muito tempo abandonaram em troca dos prazeres inferiores.

Para muitos destes espíritos, após ser feita a mais profunda avaliação de provas a serem superadas, haverá a necessidade da limitação corpórea, de doenças das mais estranhas etiologias que podeis imaginar.

Vede que isto já está acontecendo, e no futuro será mais intenso o fluxo destes espíritos que, em estado de depuração, ganharão corpos doentios e sensíveis! Esta etapa que vós denominais "provações", longe de gerar a dor das guerras, proporcionará a compreensão dos Desígnos de Deus e o avanço das técnicas curativas da humanidade!
Da (Coletânea do livro "As Flores do Oriente". Ramatís/Márcio Godinho. Editora do Conhecimento, 2000. Capítulo 1 'Boas Novas Para o Terceiro Milênio'):
___________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário