domingo, 28 de abril de 2013

A Juventude Brasileira e as Formas de Participação Política



Costumava-se achar que o jovem brasileiro 



era um alienado, que  só pensava em festas e 



"curtição". Atualmente, constata-se que isso



 não é verdade. O jovem é engajado nas 



temáticas sociais. O interesse dele, no entanto, 



vê-se prejudicado pela falta de  confiança nas



 instituições oficiais, como os  Partidos Políticos, 



o Congresso Nacional e a  Justiça A Juventude



 Brasileira, vista como o problema e a solução



do pais, se preocupa com o futuro deste. Apesar 



das visões contraditórias sobre eles, os jovens 



se mostram cada vez mais preocupados com 



questões como corrupção educação ineficiente,



 entre outras. Para tanto,participam de 



movimentos sociais, protestos e manifestações . 



Apesar de engajado, a participação do jovem de



  16,17 anos na política está diminuindo, pela 



 falta de confiança e pelo alto índice de 



corrupção nos políticos.É preciso intervir.



 Todos nascemos com direito político de 



interferir na gestão da comunidade  de que 



fazemos parte. Mais do que isso, é 



necessário que os políticos ouçam os jovens e, a 



partir das novas ideias, construam um senso 



comum.


Nenhum comentário:

Postar um comentário