sábado, 13 de abril de 2013

Por que chamamos nosso planeta de Terra?

Em alemão, a palavra é Erde, originada de Erda no alemão clássico; na Islândia ela é Fördh e na Dinamarca Ford. Erthe no inglês medieval e Airtha em gótico; se nos deslocarmos geograficamente e recuarmos no tempo, encontraremos Ereds ou Aratha em aramaico, Erd ou Ertz em curdo e Eretz em hebraico. O que hoje chamamos mar Arábico, isto é, a extensão de água que leva ao golfo Pérsico, na Antiguidade era o mar de Eritréia e até hoje ordu significa em persa um acampamento ou povoado. Por quê? A resposta é encontrada nos textos sumérios que relatam a chegada do primeiro grupo dos Anunnaki/Nefilim à Terra. Vieram cinqüenta liderados por E.A ("cuja casa é água"), um grande cientista, filho primogênito de ANU, o soberano de Nibiru. Eles atravessaram o mar Arábico e alcançaram os limites dos pântanos que mais tarde, com o aquecimento posterior do clima, se tornariam o golfo Pérsico. Estabeleceram na parte superior dos pântanos o primeiro acampamento do novo planeta e o chamaram E.RI.DU ("casa na distância"), um no-me bem apropriado. Assim, com o passar do tempo, todo o planeta em que os Anunnaki/Nefilim se estabeleceram passou a ter o nome desse primeiro acampamento - Erde, Erthe, Earth. Até hoje, quando falamos de nosso planeta, invocamos em várias línguas a memória do primeiro povoado na Terra; sem saber, lembramo-nos de Eridu e homenageamos o primeiro grupo dos Anunnaki que aqui se fixou.

 Zecharia Sitchin - O Gênesis Revisitado



Nenhum comentário:

Postar um comentário