domingo, 20 de abril de 2014

OS CORPOS EXISTENCIAIS SEGUNDO O APOSTOLO PAULO


OS CORPOS EXISTENCIAIS SEGUNDO O APOSTOLO PAULO

OS CORPOS EXISTENCIAIS SEGUNDO O APOSTOLO PAULO Na Bíblia , no Novo Testamento , na Primeira Espístola de Paulo aos Coríntios , Cap.15, v. 44, há uma passagem que diz : “ Semeia-se corpo animal , ressuscitará corpo espiritual . Se há corpo animal, há também corpo espiritual"(1).
Essa passagem quer nos dizer que o homem é sempre o mesmo, embora esteja vivenciando situações existenciais diferentes, conforme seu modo de vida, de acordo com as experiências existenciais desejadas..
Quando o homem atua no mundo físico , tem para veículo o corpo físico e sua consciência (que é seu instrumento) acha-se desperta neste corpo. Quando está dormindo ou ao morrer , passa para o mundo que fica mais próximo ao mundo físico e o seu veículo é o corpo de desejos (CVE) (2), denominado pelos esoteristas de corpo astral ou emocional. Tal como faz com o corpo físico, a humanidade atual deve aprender a utilizar esse veículo conscientemente. A pessoa o emprega inconscientemente todos os dias, ao experimentar os sentimentos e os desejos , como também quando dorme.


Após a morte, quando entra no mundo celeste, o veículo é o corpo mental (CVM) , que é empregado quando pensamos , pois não há pensamento no cérebro que não tenha passado antes pelo corpo mental ( ou CVM).

Paulo disse que o homem possuía um corpo animal (3) . O corpo animal de Paulo é composto de quatro elementos distintos e separáveis, destinados a perecer . Dois destes elementos são formados de matéria física e jamais se separam completamente antes da morte, embora a separação parcial possa ser feita por substâncias anestésicas ou pela doença . A este conjunto do corpo animal ao qual Paulo se refere, denominamos CORPO FÍSICO-ETÉRICO , ou campo vibratório etérico (CVEt).

O corpo animal de Paulo, representado no quadro de Botticelli (acima), onde o Centauro representa o ser humano e Atena a Consciência do Centauro.
O homem, na vigília, age conscientemente neste CVEt, que é para ele, seu veículo de consciência no mundo físico.
O campo vibratório etérico é denominado pelos esoteristas e espíritas de corpo etérico ( ou duplo etérico ) e tem como função principal a recepção e a distribuição do Prana (4).
O campo vibratório etérico tem dimensões que ultrapassam às do corpo físico, atingindo cerca de um centímetro além da epiderme do corpo físico . É o responsável pela saúde do corpo físico , constituído por uma aura mais ou menos viva e luminescente , que alguns estudiosos já denominaram de aura da saúde .
O campo vibratório etérico não é um veículo de consciência . Embora fazendo parte do corpo físico e nele vivendo interpenetrado , não possui sentidos que lhe possibilitem , quando isolado , estabelecer contato com o mundo exterior.


O CVEt tem funções que é a humanidade atual precisa conhecer . As principais são :
1º ) Servir de intermediário plástico entre o corpo físico e o campo vibratório emocional (CVE ) (5), permitindo ao indivíduo ter consciência física das sensações .
2º ) Receber e distribuir ao corpo físico , por intermédio do sistema nervoso , a energia vital ( O Prana, o Orgônio de Reich, O Chi dos Chineses, etc) proveniente do Sol .
Para que se entenda melhor a primeira função , é necessário que se saiba que as células do corpo físico não possuem a capacidade de sentir. As células físicas registram e transmitem ao sistema nervoso as vibrações provindas dos contatos físicos com o exterior que, conforme seu número de oscilações ( ou freqüência ) , se mostram capazes de ser percebidas . Tais vibrações são imediatamente transmitidas pelo sistema nervoso ao CVEt que , por sua vez , as passa ao CVE. Este transforma imediatamente em sensação, que percorrendo o mesmo caminho em sentido inverso , vai até o cérebro físico que dá ao indivíduo a consciência da sensação vivida pelo corpo emocional .
A anestesia, o hipnotismo e outras práticas do mesmo gênero, provocam um ligeiro deslocamento do CVEt que , passando a não coincidir com o corpo físico , impede a marcha das vibrações para o CVE.


A segunda função, está ligada , intimamente , a saúde física .
As energias que circulam no corpo etérico são essenciais á manutenção da vida das pessoas que estão encarnadas no plano físico .
O CVEt para receber e distribuir a energia vital possui os centros de força denominados chakras . Esse centros de força funcionam como acumuladores , realizando seu trabalho à semelhança de dínamos ou baterias.



O CVEt não é apenas o veículo da força vital; ele fornece o padrão básico segundo o qual o corpo físico é construído . Esse padrão básico é a matriz etérica que está diretamente ligada com o estado de saúde da pessoa , pois a sensibilidade , a qualidade e a capacidade de recuperação do corpo físico estão diretamente relacionadas com o caráter e a qualidade do corpo etérico .
Cada célula do corpo humano tem seu equivalente de energias elétricas , emocionais e mentais localizadas em cada veículo de expressão da PERSONALIDADE (6) interpenetrando e circundando os seus campos vibratórios.


CAMPOS VIBRATÓRIOS DO SER

A corrente sangüínea e o sistema linfático são muito importantes para a saúde do corpo etérico.
O sistema linfático parece que equilibra a energia do corpo etérico controlando a quantidade de sangue que flui para qualquer região . Pela clarividência, observa-se que o sistema linfático é esponjoso e frouxamente entrelaçado .


O SISTEMA LINFÁTICO

A linfa , etericamente , parece ter uma carga negativa , e o sangue , positiva , conclusão essa baseada nas observações de que o sangue possui mais “ faíscas “ de energia elétrica do que a linfa , que pareceu mais pálida , de coloração levemente acinzentada , e menos vigorosa . A linfa deu a impressão de ser receptiva na sua interação com a corrente sangüínea , uma vez que, produtos indesejáveis do sangue eram transferidos para os gânglios linfáticos , que foram percebidos com pontos de conexão para determinadas energias rejeitadas pelo sangue.
O terceiro elemento é o campo vibratório emocional (CVE) ou Corpo dos Desejos , assim chamado porque os sentimentos e as paixões do homem nele encontram instrumento especial. Durante o sono, o homem , abandonando o corpo físico, prossegue suas atividades conscientes neste outro corpo que tem por meio normal o mundo invisível mais próximo da terra e que representa seu veículo de consciência no menos elevado dos mundos hiperfísicos, o mundo astral, o primeiro no qual o homem ingressa após a morte .
O CVE é o veículo por meio do qual sentimos desejos , emoções e sentimentos de toda espécie . A característica principal do CVE é a faculdade de sentir , faculdade esta que , ao realizar-se , abrange desde a mais simples e elementar sensação até as mais complexas formas de emoções e sentimentos.


O CAMPO VIBRATÓRIO EMOCIONAL

A natureza emocional e passional da criatura humana está toda ela sediada no CVE. O CVE é que nos vincula e escraviza ao mundo . É quem nos possibilita o aparecimento do desejo , que se revela tanto no ato de possuirmos coisas , como no de gozarmos da sensação que elas nos provocam .É nesse campo emotivo onde se chocam as energias inferiores provindas da nossa personalidade, como os interesses mesquinhos e as paixões bastardas , com as energias superiores provindas da parte divina do ESPÍRITO (Self) , que se expressam por altas aspirações e ideais elevados , criando no indivíduo encarnado um verdadeiro campo de batalha interior .
É através desse veículo que sofremos e recebemos as lições de cada vida . A dor e o sofrimento sendo analisados pela mente humana permitem ao indivíduo analisar cada sentimento vivido , segundo o sentimento que o provocou , descobrindo-lhe através dos efeitos recebidos em seu corpo emocional , as causas que os provocaram e então , estabelecer um parâmetro racional para o aprendizado da sua alma . O CVE está íntima e indissoluvelmente ligado entrelaçado e ligado ao campo vibratório mental concreto (CVMc)


As vibrações capazes de serem captadas por nossos sentidos físicos é transmitida imediatamente ao CVEt que , por sua vez , a retransmite o CVE porque como se sabe , não é o corpo físico que realiza nossas emoções e sentimentos , pois as células do veículo físico não têm capacidade para sentir A capacidade do corpo físico se limita a colher e transmitir aos CVEt e CVE as vibrações provindas do exterior. Essas vibrações , ao atingirem o CVE transformam-se imediatamente em sensações , emoções e sentimentos . Essas vibrações captadas pelo CVE é transformada em sensação que logo é percebida pelo Espírito . O Espírito não sente , percebe . Quem sente é unicamente o CVE. Depois de transformada em sensação, a vibração percorre o itinerário inverso, onde é levada ao cérebro físico , pelo sistema nervoso , e aí é incorporada á consciência física .
O CVE também possui chakras . Esse chakras estão situados nos mesmos lugares e com os mesmos nomes do CVEt.
O CVE não dispõe de nenhum sentido que corresponda ao corpo físico . Por esse motivo, ele não vê por meio dos olhos nem escuta por intermédio de ouvidos . Para realizar essas faculdades o CVE dispõe das faculdades inerentes aos seus chakras . É capaz de ver por todos os lados e escutar por todas as suas partículas .
A matéria que constitui o CVE varia tanto em qualidade, como em quantidade. As pessoas que têm o seu corpo emocional formado por matéria extraída dos subplanos mais baixos do astral , possuem vibrações que somente possibilitam a realização de sentimentos pouco elevados.


OS NIVEIS CONSCIENCIAIS DOS "CORPOS" By Renato Coutinho

Esse corpo de natureza vibratória mais baixa é denominado de campo vibratório emocional inferior (CVEi)(Veja figura acima). Porém se a pessoa for se habituando a cultivar sentimentos mais nobres que aqueles a que está familiarizada , irá atraindo para o seu CVE a matéria mais refinada desse plano , justamente aquela que constitui os subplanos mais elevados . E esse campo, então, se denomina campo vibratório emocional superior (CVEs).
A pessoa que possui o CVEs, que é formado unicamente de matéria nobre , portanto , mais elevada , e que opera através do chakra verde (7) ,não tem capacidade para estabelecer contato com seres e fenômenos em cuja vida ou atividade seja utilizado material astral de nível inferior , e por esse motivo , está impossibilitada de tomar conhecimento de tudo o que se passa nos subplanos inferiores , de cuja matéria seu corpo não participa . Quero, com isso, dizer que o corpo emocional superior só tem capacidade de sentir aquilo cuja vibração abranja a matéria de que ele está formado. É neste plano de consciência , que os chamados guias e entidades superiores de que fala o espiritismo, estão situados.

CAMPO MENTAL SUPERIOR

O CVEs desempenha um papel extremamente importante no drama das pessoas se tornarem totalmente humanas. É a experiência das pessoas se tornarem senhoras do seus corações , mestres do amor e da vida . Esse campo é a experimentado sempre que as virtudes emocionais mais elevadas se expressam . Essas emoções superiores são as facetas da experiência do Espírito , as vibrações do divino . São sentimentos que estão disponíveis as pessoas e podem ser sentido à medida que a pessoa ascende e ultrapassa as nuvens do CVEi. Através da experiência dessas energias de vibração mais elevada , as pessoas aceleram as vibrações do CVEi, estabilizando-as , permitindo que as vibrações densas e lentas dos seus apegos cármicos sejam liberadas .
O quarto elemento é o campo vibratório mental (CVM) (8) , assim chamado porque é empregado pela natureza intelectual do homem , o pensamento concreto . É o veículo de consciência no segundo dos mundos hiperfísicos e o menos elevado dos mundos celestes onde os homens passam após a morte , quando deixam o mundo astral.

O CORPO MENTAL

O CVM é o veículo por meio do qual a criatura humana exerce suas atividades mentais e intelectuais, tais como o pensamento , a memória , a imaginação, o raciocínio , a conceituação e a discriminação .
É o veículo de expressão do ser humano nos níveis concretos do plano mental , qualificado pela lógica, dedução e análise. O seu veículo de expressão nos níveis mais sutis do plano mental é denominado campo vibratório mental abstrato (CVMa) ou campo vibratório mental superior.
O CVM também possui sua própria faixa de freqüências de energia . A qualidade das vibrações da lógica linear e não dualista do intelecto , por exemplo , difere bastante do que chamamos de “mente superior” , a mais elevada vibração do CVM, que conhece a verdade e trás clareza para a intuição e a escolha . Esta amplitude de freqüências que varia das vibrações mais baixas às vibrações mais altas também é válida para os outros campos .
Se a atividade do nosso cérebro for caótica, nossos pensamentos e nossas ações também o serão. Se nossa consciência ( o supersintonizador (9) ) estiver cheia de estática ou interferência , a capacidade de percebermos as informações e experiências será limitada . Assim sendo , a primeira etapa do desenvolvimento deverá se aprimorar a consciência para que possamos receber sinais claros . Este processo de aprimoramento resultará numa maior coerência e regularidade , não só no cérebro como também em todos os corpos sutis . À medida que a regularidade das funções se intensifica , o poder da consciência aumenta , exatamente como se estivéssemos ampliando o poder do nosso supersintonizador para que ele pudesse captar freqüências cada vez mais altas de energia. Como as freqüências mais altas de energia nos conduzem às oitavas do corpo espiritual, descobrimos que o nosso sintonizador (10) está agora recebendo energias espirituais em quantidade maior numa qualidade melhor de experiência.


O CVM não só irá alargar a sua compreensão e conhecimento , como também os outros corpos sutis irão expressar seus aspectos espirituais .
Esse campo se divide em dois tipos de freqüências independentes , denominadas respectivamente campo vibratório mental concreto (CVMc ou inferior ) e campo vibratório mental abstrato (CVMa ou superior ). Veja figura acima, já mostrada, dos campos vibratórios.
A energia do CVM se reduz, à medida que passa pelos chakras , podendo, desse modo, ter um efeito direto sobre o corpo físico se não for bloqueada no nível emocional , o que algumas vezes ocorre . A freqüência da energia que flui para os chakras depende do desenvolvimento mental do indivíduo .
O CVMc faz parte do veículo da personalidade e o CVMa faz parte do veículo da alma O CVMc é também chamado de mental discriminativo , destina-se a permitir ao ser humano a formulação de idéias concretas .
O CVMc é a mente concreta que é o instrumento de criação dos pensamentos ; constitui-se da substância e das forças dos patamares mais densos do plano mental. Atua como “consciência “ porque ela é um nível de percepção mais profundo do que nossos pensamentos comuns. É uma mente condicionada , limitada ao campo do tempo e do espaço.


A mente concreta funciona como órgão de conhecimento , transformando as sensações que chegam à pessoa , transmitidas do mundo externo por meio dos cinco sentidos, sob a forma de conceitos , idéias , raciocínios , etc . Apresenta o aspecto formador da mente , o qual nos permite imaginar , figurar e construir a nossa realidade. É a base da vontade , da motivação e da ação no mundo exterior . Está sempre fluindo para fora , em busca de se encarnar na matéria e de acumular para si mesma as coisas do mundo. Está sempre reunindo impressões, que tira do mundo exterior, possibilitando a nós a sua apreensão e acúmulo em nós mesmos . Contém nossos pensamentos comuns , nossas emoções e sensações . É a mente que usa o pensamento em todos os níveis – consciente , inconsciente ou superconsciente . É o armazém de todas as lembranças e formas de apego , a partir do qual os problemas de ordem psicológica sempre devem aflorar . Esse condicionamento da mente desvirtua a nossa percepção e altera as nossas emoções . Essa mente condicionada não é apenas pessoal , mas se liga a toda consciência condicionada , a todo pensamento que existe no universo, à mente de todos os seres ..
A medida que a evolução acontece, a mente concreta irá utilizar de modo independente os mecanismos do pensamento , do raciocínio e da lógica , e o Espírito poderá entrar em contato direto com o mundo intuitivo , quando for liberado de algumas atividades básicas que ele tem hoje . Tal fato, deverá acontecer, por causa da fusão dos CVE E CVM, que terão assim uma consciência unificada .
Para a consciência de cada corpo ampliar sua regência, é preciso que a mente humana deixe de interferir em seu trabalho , deixe de querer determinar quais são as suas necessidades .
Considerando-se esses campos vibratórios que atuam no indivíduo de hoje (o CVEt, o CVE, o CVM ) , nota-se que a consciência do corpo físico foi a que mais se desenvolveu . Essa consciência tornou-se capaz , por exemplo , de certo discernimento e percepção em nível intuitivo , além de passar a realizar muitas funções independentes do Espírito.


O DESENVOLVIMENTO DO CAMPO MENTAL

Segundo Paulo , o homem possui também um corpo espiritual. É o Corpo Causal.
O Corpo Causal é o veículo de expressão da alma (11) em seu próprio nível . Esteve polarizado nos estratos superiores do corpo mental e já começa a elevar-se ao nível intuitivo . Enquanto regido pela Lei da Encarnação (12), recolhe dentro de si a síntese das experiências positivas do ser e, em sua periferia , a síntese das que devem ser purificadas e transformadas ; atuando como causas , essas sínteses moldam as vidas futuras . Ao contrário do que ocorre com os corpos temporários do ser , o corpo causal não é desfeito no processo da desencarnação
Este corpo sobrevive de existência em existência , acumulando toda a memória do passado e determinando as causas que dão nascimento aos corpos inferiores . É o receptáculo das experiências humanas , onde se conservam todos os tesouros que colhemos em nossas existências , a sede da consciência e o princípio de vontade .
O corpo causal é a causa da formação dos demais veículos humanos . É a parte imortal da criatura humana , o seu espírito , aquela parte indestrutível enquanto a pessoa permanecer encarnada . O corpo causal é que nos liga a Deus , permitindo a cada um de nós , pela abstração e sentimento devocional , vislumbrar o caminho da evolução . É a permanência do corpo causal que determina a sucessão da múltiplas existências ou encarnações , guardando as sementes do Carma (13). É o veículo por intermédio do qual as pessoas se reencarnam . É formado pelas vibrações dos campos : CVMa, CVB e CVAt. Ver figura sobre os campos vibratórios já apresenta acima.

O campo vibratório mental abstrato (CVMa) destina-se a permitir ao homem a formulação de idéias e pensamentos abstratos . As idéias abstratas não têm formas . Contudo , a vibração mental originada por pensamentos de natureza abstrata , produz-se na matéria que engloba os três subplanos do CVM, formadores do CVMa.

OS CAMPOS VIBRATÓRIOS

O campo vibratório búdico (CVB)(ou intuitivo) é o campo de atuação que permite a criatura humana realizar as mais altas formas de sentimento, como os sentimentos devocionais mais elevados e os sentimentos artísticos mais puros , ao mesmo tempo que possibilita exercer as faculdades da decisão e da intuição . O amor impessoal , incondicional , isento de sensualidade e exclusivismo , é uma realização deste CVB. Ele permite acessar o conhecimento global e direto das coisas, quando a pessoa exerce uma atenção nítida sobre ele , realizando uma percepção global de todos os problemas e fatos , sem auxílio do raciocínio ou de qualquer outra atividade intelectiva, que são atributos do CVM.
O chakra índigo está associado ao CVB que representa os vários níveis de comunicação de espírito para espírito , bem como o nível a partir do qual observamos a manifestação no exterior daquilo que está se passando em nosso interior.

Segundo Paulo , a segunda das três divisões do corpo espiritual é mencionada significativamente em II Coríntios : 5 , 1 quando ele assim afirma: “ Temos nos céus um edifício que vem de Deus , uma morada eterna que não foi feita pela mão do homem “. É o denominado corpo de Beatitude, o corpo glorificado do Cristo – o corpo que ressuscita. Ele não é feito pela mão do homem, isto é, pela ação da consciência sobre os veículos inferiores . Não foi formado pela experiência nem construído com materiais acumulados pelo homem no decurso de sua longa peregrinação evolutiva; é construído por Deus, pela atividade do Seu Espírito e não cessa de crescer.

O campo vibratório átmico (CVA) é um constituinte do corpo causal . É o mais refinado e sutil componente da tríade superior . O destino desse veículo é ser a verdadeira morada do Espírito . Pela nobreza de sua matéria , é o único capaz de estabelecer um campo digno da centelha divina que habita em cada criatura humana . O Espírito durante a evolução humana habita e se localiza no CVA. Para que o Espírito possa se aplicar em qualquer dos outros veículos , tem que vir passando, desde o CVA até os campos vibratórios mais densos. No campo em que o Espírito se aplicar com maior nitidez, irá provocar um estado de consciência próprio desse campo, contudo , este estado vem mesclado sempre com uma vaga consciência dos demais campos, consciência esta, que é produzida pela passagem da ação do Espírito pelos campos vibratórios superiores àquele em que está aplicado.

A terceira divisão do corpo espiritual também é relatada por Paulo em II Coríntios 12 : 2 – 4 quando assim disse: “ foi arrebatado até o terceiro céu “ , onde ouviu segredos e mistérios que o homem não deve revelar.

NOTAS:
1 – CORPO ESPIRITUAL – É o corpo beatitude de Paulo. O corpo espiritual de que Paulo fala é o mesmo Corpo Causal dos esotéricos, é a tríade superior do Espírito. É composto de três partes separáveis. É o aspecto tríplice do Espírito encausado na criatura humana. Compõe-se do CVMa, CVB e CVA.
2 – CVEt - Campo vibratório etérico. É o conhecido e denominado Duplo Etérico. É formado por partículas do fóton.
3 – CORPO ANIMAL – É a estrutura quaternária dos esoteristas. É o corpo físico dos católicos e espíritas. Compõe-se do CORPO FÍSICO, CVEt, CVE, CVMc, formando com eles a PERSONALIDADE ou EGO.
4 – PRANA - É a energia proveniente da Segunda Trindade . É a vivificação dos átomos primordiais do plano físico pela Segunda Emanação da Trindade , que fornece uma energia suplementar da mais nobre natureza e que incorpora a capacidade de se combinarem mutuamente, ficando esse energia integrada ao átomo inicial que mais tarde se integra ao próprio átomo simples ( resultante dos átomos primordiais ) que irá se combinar para formar moléculas . É a energia vital (4 a ) É a mesma energia orgônica (4 b) de W. Reich. É o fóton.
4 a – ENERGIA VITAL – A Energia Vital é o que os japoneses chamam de Ki, os chineses de Chi, os indianos de Prana, os hebreus de Ruach (tem tantas designações como as civilizações que já existiram), e entender que o equilíbrio e a harmonia dessa energia ilimitada que vem da Fonte Suprema) é que gera a vida e a saúde.
4 b – ENERGIA ORGÔNICA – O Orgônio (ou energia orgônica) pode ser considerado literalmente como "Força Vital", também conhecida como "Prana", "Chi", "Energia Universal". A existência desta energia ainda não foi comprovada pela comunidade científica internacional. Tudo o que se sabe sobre o orgônio baseia-se em conhecimentos ancestrais de diversas culturas e nos trabalhos de Reich, fundador da Orgonomia (4 b 1).
4 b 1 – ORGONOMIA – A orgonomia é a ciência que estuda o orgon – uma energia cósmica universal – desde sua influência no bem- estar do homem até o seu papel na construção do universo. Todas as energia constantes no Universo são o resultado das combinações dessa energia primitiva.
5- CVE – Campo vibratório emocional. É o campo das emoções, o Corpo dos Desejos dos esoteristas Assemelha-se ao que chamam de Corpo Astral. No espiritismo é denominado e conhecido como perispírito. Em nosso estudo, pertence ao campo vibratório do âmbito da Personalidade ou Ego. Esse campo vibratório está intimamente ligado ao Registro Akáshico dos esoteristas. No processo da Regressão de Memória é o nível de consciência que os pacientes de Terapias Regressivas (quando entram em estado alpha) acessam, para chegar as subpersonalidades (5 a).
5 a – SUBPERSONALIDADES – São representações autônomas inconscientes que agem independentemente da vontade da pessoa, criando divisões internas que passam a lutar umas contra as outras, permitindo fragmentações da personalidade atual.
6 – PERSONALIDADE – ou Ego. Composto pelo CORPO FÍSICO e pelos campos vibratórios seguintes: CVEt, CVE, CVMc.
7- CHAKRA VERDE – É o chakra do coração . Está associado ao campo vibratório emocional superior (CVEs) que representa o plano consciencial das emoções mais refinadas.
8- CVM - Campo vibratório mental, ou Corpo Mental dos esoteristas. No espiritismo, esse campo mental pertence ainda ao perispírito.
9- SUPERSINTONIZADOR – A consciência em si mesma. O Espírito. O SELF.
10 – SINTONIZADOR - O campo vibratório mental.
11- ALMA – O que entendemos por alma é constituída por três campos vibratórios, ou veículos de expressão superior , os veículos da alma: o campo vibratório mental superior (CVMs) ou corpo causal , o corpo búdico ou campo vibratório intuicional (CVI) e o campo vibratório átmico (CVAt). Esses campos vibratórios constituem a individualidade e são a irradiação de uma centelha , poderiamos assim dizer , de uma essência divina , o Espírito, que é revestida, tanto de matéria divina, como de matéria monádica, mas que se expressa como alma, nos planos átmico, búdico e causal. Essa ALMA , por sua vez , emite uma irradiação para os planos inferiores e com as matérias dos planos mental , astral ou físico , constitui a personalidade , ou seja , a pessoa humana tal como a conhecemos neste mundo físico em que vivemos.
12 – LEI DA ENCARNAÇÃO – É a polarização e expressão do SER no mundo formal por meio de corpos materiais durante um período determinado .
13 – CARMA – É a aplicação de Lei de Causa e Efeito .
14 – A CONSCIÊNCIA é a psique , a consciência mais profunda , ou seja , a mente abstrata . Está associada ao chakra do coração . É o campo vibratório mental superior, o campo do pensamento . É o inconsciente , o subconsciente, o consciente e o superconsciente . É a parte maior e desarticulada da mente . Permanece inconsciente para a nossa mente comum e parece envolvida em trevas .
É a essa parte da mente , que levamos à luz e a tornamos nossa. É o verdadeiro ESPÍRITO, não condicionado, que existe além de Deus e da alma individual, que transcende todos os seres e todos os mundos . É o puro eu sou ou eu-sou-aquilo-que-sou , ou o eu-em-si-mesmo desprovido de objetividade . O ESPÍRITO está acima de todas as formas e condições mentais e físicas , sempre desapegado , livre , alerta . É a consciência nuclear .

RENATO COUTINHO
Psicanalista.
Terapeuta Tântrico Holochákrico.
Autor do livro “Psicanálise e Espiritualidade” publicado pela Editora DPL, SP, e-mail: dpl@dpl.com.br .
Autor de outros livros: Diálogos existencias com a Deusa Atena, Plenitude Sexual, Psicobioeletrofotografia, Canalização, Chakras e Mediunidade, Parapsicologia, Morte: Ponto final da existência?
PROMOVE: Palestras, cursos e workshops em qualquer parte do país ou exterior.
Para contato e-mail: rec.crcoutinho@yahoo.com.br
Para consultas individuais;
Consultório: Rua José Higino, 121
Madalena Recife Fone: 30320477

Postado por Renato Coutinho-Psicanalista Clinico e didata

Nenhum comentário:

Postar um comentário