terça-feira, 9 de setembro de 2014

Academia de ascensão: Geometria Divina

post-07-20-2
Bem-vindo à segunda edição da “Academia de ascensão”, hoje vamos começar a nossa subida até a escada em espiral que são as 7 fases da maestria, este quadro espiritual é projetado para desbloquear o potencial dentro de cada ser humano através da aplicação de uma compreensão de si mesmo que não é limitado por qualquer estrutura de crença particular, fornecendo as técnicas e práticas que aumentam a sua consciência tanto das energias internas como das externas.
post-07-20-3
Ao contrário do nosso último artigo, cada nova edição vai se concentrar em uma nova fase para que possamos colher uma compreensão completa de cada conjunto dos conceitos apresentados, esta é a fase da geometria em que aprenderemos sobre como a consciência se move e interage com ela mesma através de suas várias manifestações e arquétipos conceituais, pegue caneta e papel porque você vai usar para vive-la diretamente.
“No princípio Deus criou o céu e a Terra e a Terra era sem forma e vazia, havia trevas sobre a face do abismo e o espírito de Deus se movia sobre a face das águas”. -A bíblia, gênesis capítulo 1 versículo 1
Antes do Universo surgir havia apenas duas coisas: existência e não existência, na verdade só havia uma coisa porque não existência não pode ser uma coisa, as coisas inerentemente implicam em existência, assim é o vazio um grande nada, de, bem…, nada, nenhum movimento, nenhum som, nenhuma luz, nem espaço, nem tempo, nenhuma coisa, mas o paradoxo reside no âmbito desta definição se não houver NENHUMA COISA, é preciso primeiro ter a noção de COISA para que haja uma observação dessa “falta” de existência, estamos aqui agora e nós somos as coisas, portanto, DEVE ter havido alguma COISA que existia ao lado do nada e ela deve ter tido as qualidades dentro dela que a distinguem da não existência, esta coisa como você adivinhou é Deus, a Fonte, a Singularidade, a Consciência, é o TUDO contido em uma COISA.

A Mônada

Desenhe o ponto, medite sobre a sua simplicidade, respire em sua essência, você sempre foi isso além do tempo e do espaço, antes de sua consciência decidir se expandir para o exterior em novas manifestações para fins de autodescoberta, você tem residido com tudo o que está em um infinitamente pequeno (bem como infinitamente grande) espaço, como não havia mais nada na realidade para medi-lo em relação a este ponto, este é o estado de quietude perfeita e resto do Universo, você é Tudo e UM, sinta-se com esta noção por algum tempo, não pense sobre isso, basta estar com ele, tente visualizar sê-lo, isso não deve ser muito difícil, pois você já é;)post-07-20-4

A Díade

Do ponto de singularidade imagine-se dividir em dois polos opostos, desenhe uma linha que se estende a partir do ponto e termina em outro ponto, você agora está vibrando entre estes dois pontos, ocupando os dois e nenhum dos dois, você está dentro e fora, é o calor e o frio, o positivo e o negativo, o ativo e o passivo, a doação eterna e o recebimento eterno, esta é a primeira emanação de energia masculina e feminina.post-07-20-5

O Círculo

Com a intenção de se expandir o conceito de limite começa a se formar, de modo que é algo relativo a partir do que se expandir, como o ponto ativo na consciência se mantém firme com o centro enquanto as espirais passivas externas giram em torno dele como um ponto de apoio com uma velocidade e graça inimaginável, o primeiro círculo e dois plano dimensionais são trazidos à existência.post-07-20-6
O Universo neste estado é uma troca sem fim e sem falhas de amor entre o eu e o não eu (ou melhor, a ilusão de não ser), o círculo surge como uma consequência natural da proporção fi (1,618), que é o momento angular de ambas as energias do sexo masculino e do sexo feminino de outro modo conhecido como expansão e contração, em equilíbrio completo um com o outro, use um compasso durante o uso do ponto ativo como o centro para desenhar isso, sinta-se livre para apagar o segmento de linha se ele o incomoda.

A Esfera

A intenção de expansão ainda está presente, portanto provoca a consciência do limite de expansão com o pensamento, não para fora, mas em uma nova dimensão, o círculo começa a rodar em si mesmo criando assim a percepção de três dimensões e simultaneamente criando a primeira esfera, esta estrutura extremamente estável será o modelo para todas as outras formas de consciência pois representa a completude e a unidade enquanto mantém todas as qualidades das energias masculinas e femininas.post-07-20-7
A esfera é geralmente considerada uma forma feminina já que funciona com uma curva infinita, mas também há linhas retas emergentes em todas as três direções dimensionais do ponto central em igual raio que representa a consciência masculina, a esfera geometricamente distingue um estado particular de vibração, um modo de ser, esta forma particular de ser é a da Fonte, sempre que a geometria for relacionada à Fonte esta primeira esfera é o que está sendo descrito, a única coisa de que todas as outras coisas vieram, aqueça-se na sua glória !

A Vesica Pisces

A expansão estará agora formalmente começando com o conhecimento da consciência se movendo para a borda do limite da esfera para projetar uma segunda esfera entrelaçando com a primeira através de seus centros e perímetros de fronteira, isso traz a consciência para o conceito de luz e escuridão através da proporção apresentada no Vesica Pisces, desenhe outro círculo nesta mesma forma fazendo a borda do primeiro círculo seu ponto central para este.post-07-20-8

A Semente da Vida

A consciência, sendo perfeita e impecável move-se em direção às fronteiras da primeira esfera em medida igual, em 6 diferentes áreas através de um plano de 2ª dimensão projetando mais 5 esferas para completar um padrão sagrado, isto é conhecido como a semente da vida, o arquétipo por meio do qual o resto das manifestações da realidade se desdobram através da expansão esférica concêntrica, essas proporções trazem as possibilidades geométricas do hexágono, o triângulo equilátero, o yin yang e o que é comumente referido como a estrela de Davi ou estrela tetraedro, olhe profundamente para estes símbolos, respire e sinta a harmonia em todo o seu ser, depois de desenhar isso deixe-o descansar em sua mente por algum tempo e permita que ele ajude-o inconscientemente, lembre-se que ele reside em cada espaço do coração mental ou físico.post-07-20-9

O Cubo Octaedro

Depois de outro conjunto de 12 esferas sendo projetadas sobre a semente da vida, 6 em sobreposição com as já presentes enquanto apenas tocam a circunferência da esfera central, bem como a introdução de três acima e três abaixo deste padrão (formando dois triângulos sobrepostos na frente e atrás da matriz), uma estrutura conceitual conhecida como cubo octaedro ou Vector de Equilíbrio (cunhado por Buckminster Fuller) é manifesto, esta tem sido considerada a estrutura mais estável já que todos os seus vetores têm o mesmo comprimento e relação angular que é de 60 graus não representados pelos quadrados.post-07-20-10
Ele é composto por oito tetraedros que apontam para o centro, não adicione isso ao seu desenho como as 6 esferas impostas acima e abaixo do padrão não estão separadas da seção transversal 2D, como você continua, basta imaginar o padrão emergente em 3D da mesma forma geral como o cubo octaedro, isto é considerado como sendo a estrutura preliminar do vazio do espaço/tempo (não o nada) e o campo toroidal (rosca).
“O equilíbrio do vetor é o ponto zero de partida para acontecimentos ou não acontecimentos: Que é o teatro vazio, o circo vazio e o Universo vazio pronto para acomodar qualquer ato e qualquer público”. -Buckminster Fuller

A Flor da Vida

Sendo a terceira esfera concêntrica extensão do mesmo padrão manifestado na semente da vida (que é a segunda esfera concêntrica), esta acaba por criar proporções ainda mais complexas, dando origem a uma infinidade de conceitos e frequências de vibração, isto padroniza agora os fractais para fora até o infinito para definir o ambiente de todas as formas de experiência com o propósito de autoconsciência da Fonte, a imagem da flor da vida é apenas uma sombra do que é sua contrapartida da 3ª dimensão que é muito mais complexa e bonita, Nassim Haramein, o físico responsável pela Teoria do Campo Unificado, chamou-o de Vetor Métrico Isotrópico, eu sugiro que você verifique seu documentário aqui.post-07-20-11
Este padrão se repete infinitamente e é essencialmente a estrutura do vácuo ou vazio tal como anteriormente referido, criando um ambiente para existir todas as outras formas, a razão pela qual este é o caso é porque a consciência pode usar qualquer ponto para agir como o centro da consciência e haverá sempre perfeitos círculos concêntricos em curso para o infinito, permitindo uma experiência subjetiva ter crescimento e expansão infinita, bem como contração, daí a flor da vida continuar traçando os círculos nas bordas de outros círculos nesta forma.

Fruto da Vida/Cubo de Metatron

O fruto da vida é a quarta esfera concêntrica deste padrão, o que representa a criação concluída, dando origem a conceitos presentes na realidade física, treze esferas são dispostas em harmonia com a esfera central, permitindo um arquétipo particularmente significativo para a experiência da nossa realidade vir à existência.post-07-20-12
Tomando a seção transversal das treze esferas e conectando todos os pontos centrais, criamos o que é chamado de Cubo de Metatron, esse arquétipo tem em si todos os projetos para os vários planos e dimensões que estão presentes no Universo, ele carrega as proporções para o que são chamados de sólidos platônicos e que constituem uma forma particular de expressão de origem conhecida como os elementos, os elementos são essencialmente todas as diferentes qualidades vibracionais que a consciência pode ter e expressar (ainda que não há realmente nenhum limite para o que pode ser expresso), eles assumem uma infinidade de formas em todas as dimensões, estes elementos e os seus correspondentes poliedros serão discutidos em detalhe na Fase 5.post-07-20-13
Neste momento eu gostaria que você olhasse diretamente para o cubo de Metatron e fizesse respirações profundas, naturais, faça disso uma prática regular porque só de olhar para ele você vai aprender inconscientemente um conhecimento espiritual e começar a ter revelações a um ritmo alarmante, não use esta imagem acima, as formas adicionados são apenas para mostrar os diferentes sólidos platônicos, procure no Google e use um desses em vez disso, ou simplesmente desenhe o seu próprio, desenhe-o tantas vezes quanto você puder, então você poderá ver como ele se desenvolve em tempo real, você vai notar muito mais da sua beleza dessa maneira.

Estruturas de Crenças

Estruturas de crença são geometrias conceituais que existem nos planos superiores, são lentes que nossas almas usam para ter uma perspectiva subjetiva da nossa realidade a fim de recolher a forma de onda quântica em uma experiência, nós as criamos com todos os pensamentos que temos, se pudermos aprender a criar conscientemente certas estruturas de crenças e até mesmo sermos conscientes da geometria que causa o colapso podemos mudar as nossas realidades e manifestar qualquer coisa que desejamos que exista, iremos explorar como fazer isso com o que tenho chamado:

Teias de Luz

Estas são a criação manual das estruturas de crenças a fim de manifestar qualquer tipo de efeito desejado no físico, astral, ou plano mental, todos os nossos pensamentos e crenças tomam esta forma no causal e planos arquetípicos da realidade que vamos discutir mais tarde, eles vibram através de estruturas cymatic (geometria expressada através do som) as oitavas mais baixas provocam certas mudanças físicas que ressoam com a estrutura de crença, isso é algo com que eu ainda estou trabalhando e talvez todos nós possamos experimentar isso juntos (com segurança, claro).post-07-20-14
O que eu aprendi é que essas teias de luz tem que ser compostas por formas geométricas e símbolos que nossas mentes associam com certos estados, vibrações, pensamentos ou sentimentos e enquanto mantemos fortemente essas associações podemos criar uma estrutura de forma de pensamento e projetá-la em planos mais elevados através de diferentes meios de meditação, as sete fases de maestria são projetadas para criar um conjunto uniforme de associações simbólicas que também estão em ressonância com a estrutura natural do Universo para que precisas e eficientes teias de luz possam ser “tecidas” no tecido da realidade, se concordarmos coletivamente com essas associações as tornamos muito mais forte no ambiente mental coletivo, foi-lhes dito que você cria a sua própria realidade, agora é hora de que você saber como.

Mandalas

Mandalas são essencialmente as precursoras das teias de luz, elas são estruturas organizadas em torno de um centro unificador geometricamente integrado expressando diferentes aspectos de frequências, perspectivas e portais de diversas dimensões da verdade, elas são destinadas para o ensino, a contemplação, a meditação, a cura mental e a autodescoberta, são mapas do microcosmo e macrocosmo da consciência, levando-nos mais profundamente para dentro de nós mesmos e por sua vez da Mente Universal, estude-as e você vai se encontrar facilmente escorregando para a meditação e diferentes estados de consciência, este conceito está presente dentro de toda a vida, tal como todas as geometrias sagradas nas suas partes diferentes, bem como todo o Universo é considerado mandala em algum grau.post-07-20-15
Pratique o desenho, a visualização e a compreensão de todas as geometrias apresentadas aqui que isso irá melhorar muito suas habilidades mais tarde na série.
Esteja pronto para a segunda fase da mestria, “Energia Criativa”, vamos aprender a ser conscientes da energia vital presente dentro e ao redor de todos nós, bem como começar a nos mover em diferentes estados com os nossos pensamentos e visualizações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário