domingo, 19 de outubro de 2014

felicidade

Qual o valor da felicidade?


Às vezes ficamos tentando encontrar a felicidade, buscando,procurando, batendo cabeça e não nos damos conta que ela está numa simples tarde de verão, no almoço com a família, num olhar de alguém que amamos, em poder levantar, andar, correr e até ficar sem fazer nada. A vida é bem mais simples do que imaginamos. Li o texto abaixo e resolvi publicar, quem sabe ele pode ajuda-lo a descobrir.....

Qual será o valor da felicidade?

Antes de dormir costumo parar e pensar na vida, no meu dia, em tudo que fiz e que deixei de fazer, todos os planos… Acho importante esse balanço, é um momento só meu e que ninguém me interrompe e assim me descubro muito mais. Fazendo essas reflexões me perguntei qual realmente era o valor da felicidade? Porque as pessoas vivem procurando ser felizes e às vezes percebem que eram felizes e não sabiam? O que sustenta essa vontade louca do ser humano de alcançar a tão almejada felicidade?
Algumas pessoas dizem que o segredo da felicidade é ter bons amigos. É realmente é muito bom ter amigos, mas chega uma hora que eles não são suficientes, e você sente falta de alguma coisa.
Uns dizem que o segredo é viver intensamente, sem se preocupar com o amanhã. Mas já tentei fazer isso, e acreditem, quando o amanhã chega você se arrepende amargamente do que fez ao encarar as consequências, porque elas de uma forma ou de outra vão chegar, mais cedo ou mais tarde, você querendo ou não.
Outras dizem que é agir com o coração. Quem nunca escutou aquela frase: “O coração tem razões que a própria razão desconhece”. Mas ao mesmo tempo, paro e penso: Se o coração tivesse razão, não existiria oposição à razão e sim pensamentos iguais, e nenhuma indecisão existiria né?
Então essa pergunta sem pé nem cabeça continuou batendo em meus pensamentos e cada vez mais me impossibilitava de dormir… Qual seria realmente o segredo da tão sonhada felicidade?
Em um momento cheguei a achar que era o amor. Amar demais, Amar loucamente, de corpo e alma. É talvez esse seja o segredo da felicidade… Mas segundo Nelson Rodrigues ‘ou se ama, ou se é feliz’. Bem, de certa forma ele tem razão, amar demais da conta é um processo bem doloroso e no final nem sempre vale a pena.
Cheguei a uma frase de Vinicius de Morais que diz “É melhor viver do que ser feliz”. Bem, concordei plenamente, ser feliz não te faz amadurecer… Passar por dificuldades, errar e aprender, cair e saber como se levantar, isso sim te torna uma pessoa melhor, ou mais amadurecida.
Fico pensando, se não existisse a tristeza a felicidade não seria tão desejada e não teria nenhum valor. Cheguei então à conclusão de que algo só é valorizado quando existe o seu oposto.
Então talvez o segredo da felicidade esteja na natureza. Eu pelo menos me sinto tão feliz ao olhar o mar, as flores, os frutos, as borboletas. Nessas horas eu percebo que não estou aqui por estar, que esse mundo gigante não foi construído para darmos apenas uma passadinha aqui e irmos embora.
Pensei, pensei, pensei... Sei que tudo isso tem uma explicação, mas eu, uma simples humana ainda em evolução, não vou conseguir entender, pelo menos não agora.
Aí refleti, em que momentos eu me senti feliz? Nos momentos em que vivi. Viver já é ter momentos felizes. A felicidade não é algo que está à venda, e que você compra e é feliz para sempre. A vida é feita de momentos felizes e tristes, e a felicidade se encontra nesses momentos, e seu coração acelera; seus olhos se emocionam; e que você daria tudo para eternizar aquele momento. Ficar pensando em encontrar a felicidade só vai nos fazer esquecer de viver e é isso  que realmente nos faz feliz.

Christina Corrêa

Nenhum comentário:

Postar um comentário