quinta-feira, 16 de abril de 2015

Tempo e Espaço


"Não existe o que chamamos de 'matéria', toda matéria surge e existe apenas em virtude de uma força que leva as partículas de um átomo a vibrar e manter equilibrado esse diminuto sistema solar que é o átomo. Temos de aceitar a existência de uma mente consciente e inteligente por trás dessa força. Essa Mente é a matriz de toda a 'matéria' ”.- Max Planck [ Físico Quântica] 

Quando Buda disse “Tudo é ilusão”, ele não quis dizer que nada é real. Ele quis dizer que as nossas projeções mentais sobre o que achamos que é a realidade são ilusões,  os elementos que formam o universo e cada forma que nós vemos (Solida, liquida, gasosa ou plasmática),  vistas no nível subatômico, elas não existem de fato. Portanto tudo que vemos é uma ilusão, por causa de seu molde ou forma, não por sua essência real.

Ao sabermos que todo universo conhecido é composto por átomos, e os átomos não são sólidos.

Os elétrons orbitam em volta do núcleo, mas eles nunca se encostam, assim como  nunca encostamos em nada na nossa vida, pois os elétrons que orbitam o átomo se repelem(cargas iguais se repelem e o elétron é uma partícula negativa), logo o que sentimos nada mais é que impulsos elétricos que trafegam em nosso sistema nervoso em direção ao cérebro,  descodificando esses impulsos.
 
 Toda essa "realidade física" de 3 dimensões (Altura, largura e profundidade = Espaço. São 4 se contarmos o Tempo. Não podemos confundir Dimensões com Densidades/Planos) é percebido pelos nossos 5 sentidos, que  são todos apenas sinais elétricos interpretados por nossos cérebros.

Um bom exemplo são as imagens que vemos  no computador, elas são criadas a partir da interpretação de códigos binários (Sistemas binários) ou seja 1s e 0s. Como podem meros números criarem tudo que vemos digitalmente? Como criaram isso? Foi possível porque a mente humana é programada para reproduzir padrões, a realidade digital é uma réplica mais ou menos similar a realidade que chamamos de física.

Sendo assim, podemos afirmar que TUDO que ocupa espaço é parte de um código. Nossos corpos são um conjunto de códigos. Esse conjunto de códigos está contido numa "chave biológica" chamado DNA, o nosso Código Genético. 
E que a estrutura do universo em que nós estamos tem um design inteligente por trás de sua criação.   E existem padrões específicos que se repetem em todos os aspectos da vida em uma forma, ou de outra.  Esses padrões são partes da estrutura, e são as chaves para compreendermos melhor a nossa consciência e como funciona essa matrix complexa que é a existência em si. 

A física cartesiana considera espaço-tempo um sistema de coordenadas, dando a entender que o tempo também é um "local". Segundo a física cartesiana o universo funciona como uma máquina perfeita, um relógio cósmico com todas as suas engrenagens funcionando harmônica e automaticamente, sem intervenção de nenhuma força externa(a não ser a que originou essa estrutura).
Se for assim, então tudo já está determinado? Se tudo já está determinado como podemos fazer escolhas? 

 Escolhas.
O "relógio" que chamamos de universo é perfeito (do Latim: Perfetus - completo, acabado, feito, sem defeito, ideal), significando que está completo, não pode ser modificado, pelo menos não de dentro da estrutura.


Essa afirmação não quer dizer que a nossa vida já foi determinada, mas sim que todas as possibilidades da nossa vida pode tomar dentro dessa máquina  já estão determinadas. Para entender isso é necessário compreender que somos nós que estamos atravessando o tempo e espaço, vivenciando sequências de eventos relativos a nossas escolhas a nível consciente e subconsciente)
Pesquisar: Gato de Schrödinger.


Cada momento é imóvel por natureza, nossa consciência vivencia momento após momento, assim como quando  vemos um filme, vivenciamos frame por frame. Toda experiência é uma possibilidade valida para o universo, a variações geradas pelas nossas escolhas criam infinitas realidades paralelas, levando em consideração que cada movimento que fazemos é uma escolha, que todo acontecimento é algum tipo de intenção consciente ou não, fica óbvio então que existem infinitas realidades paralelas que nós trocamos infinitas vezes por dia.
Cada realidade paralela pode ser considerada como UM FRAME de todo o “filme” que é o conjunto de todas possibilidades dentro da nossa realidade. 
A maquina do corpo humano foi programada pra se manter em uma linha de eventos similares pra evitar que o programador dentro do corpo fique louco antes de compreender o que está acontecendo. 


A idéia de continuidade só existe por causa da ilusão de tempo e espaço.
Na realidade, todos eventos são simultâneos, ou seja, existem no agora, esse momento universal é a nossa essência, é o que está observando.. Nós somos os observadores, os programadores dessa Matrix, seguindo a ilusão de continuidade por questões de aprendizado.

Como o universo segue padrões pré-estabelecidos, é natural pensar que todos momentos já estão de certo modo pré-estabelecidos também , e  essa é a caracteristica desse universo, existem infinitas possibilidades de sequências de eventos dentro dessa estrutura, nossas escolhas que nos direcionam através desse mar de possibilidades, mas toda experiência que nós humanos temos é necessariamente uma experiência no presente, o resto são projeções na nossa mente. 
  Namaste!

Nenhum comentário:

Postar um comentário