terça-feira, 11 de agosto de 2015

Uma Única Verdade


Uma Única Verdade

A suposta necessidade de ir à um templo, é apenas a forma dos pastores exercerem o seu sacerdócio imaginário, pelo qual são bem pagos. Não há nenhuma outra necessidade real de cristãos se encontrarem lá, senão essa... Se você admite que é correto diante de Deus que uma pessoa receba sustento sem trabalhar, certamente você já está pronto a aceitar qualquer outra coisa que inventarem, por mais diabólica que seja.

Alguns aqui talvez já tenham assistido, ou no minimo ouvido falar sobre o Filme Lutero, os que assistiram com certeza devem ter se emocionado, chorado, sei até de alguns que exclamaram "Nossa esse era um homem de Fé", "Esse foi usado por Deus", eu sinceramente fico me perguntando como as pessoas conseguem ser iludidas e persuadidas facilmente, mas ai eu penso: talvez seja porque elas são incapazes! sim incapazes de caminhar sem ter um simbolo, um ídolo para seguir, e precisam de uma "Figura de Proá" para se guiar, católicos tem seus Santos de Barro e argila, protestantes tem seu Pastores Show-Man, mas no final tudo é a mesma coisa :P

A Reforma de Lutero Nunca foi Espiritual e sim Politica

Da mesma forma que a criação da Igreja Católica foi Politica em 325 no Concilio de Niceia, onde o Império Romano estava em total declínio e Constantino astutamente colocou o cristianismo como religião oficial de Roma, mas isso ficará para outra publicação, não foi diferente com Lutero.

A verdade, é que "as Heresias do Lutero" são simplesmente as mesmas das "Católico", e não sem motivo.

Você precisa compreender que Lutero era um padre que estava atacando, não a religião católica, mas sim a liderança católica, tanto que a idéia dele não era criar qualquer seita ou divisão, mas sim um REFORMA, aonde ele derrubaria a liderança atual e se tornaria o Papa.

Os impérios do norte, do Sacro-Santo Império Romano desejavam operar livres do domínio do Papa, que cada vez mais cobrava mais impostos dos reinos para sustentar suas luxurias e extravagâncias, cada vez mais psicótico com suas cruzadas suicidas.


Podemos ver que a Igreja Católica naquela época dominava todo o mundo, ou seja, os reis e príncipes ao norte e sul, leste e oeste, muitos tinham medo de enfrentar a igreja, mesmo tendo a intenção de fazer, mesmo Reis com soldados e súditos, pois ao longo dos séculos a igreja católica se tornou um grande e poderoso império militar, a verdade é que se formos comparar o poder dos Estados Unidos hoje, militarmente falando, ele não chegaria aos pés do poder da Igreja Católica naquele tempo.


SacroSanto Império Romano demonstra a adoção da babilônica "Águia Bicefala de Lagash", e aqui neste desenho de 1510, as penas exibem as flâmulas dos principados, e possuem um crucifixo sobre o corpo. SacroSanto Império Romano é também chamado de 2º Reich.


Só que os cavaleiros teutônicos que ajudaram ele, pretenderam desde o início criar uma seita, devido a rixa que tinham com os templários, estes mandavam nas terras papais, e ficar independente do Papa, a briga na verdade entre esses dois grupos eram politicas, pois os mesmo disputavam reconhecimento dentro da igreja, tanto é verdade que a registro que logo que o grupo dos templários tomou conta das principais partes da igreja, eles enviavam o grupo do teutônicos para as piores batalhas, isso com intensão de dizimar os mesmo.


A coisa chegou num ponto, que foi convocada a "Dieta de Worms" uma reunião de todos os príncipes saxões, aonde Lutero pediu ajuda militar para derrubar o papado, e ele mostrou suas verdadeiras intenções - ele queria ser o Papa..




O teutônicos queriam se libertar do Papa, e não criar outro.
Como a ideia de Lutero era virar Papa, e esse não era o plano dos cavaleiros teutônicos, eles resolveram declarar Lutero "ilegal", e Lutero foi sequestrado por um dos príncipes e exilado num local distante, onde o mesmo foi posto a traduzir a bíblia, pois veja, no filme "O Livro de Eli" podemos ver que esse livro pode dominar a humanidade, como já vem dominando a muito tempo, e eles sabiam que assim poderiam ter o controle sobre as pessoas.








1º pagina de Reichsexecutionsordnung, o jornal estatal de 1555


O Reichsexekutionsordnung promulgada na Dieta de Augsburgo, em 1555, leva ao enfraquecimento do poder imperial e da consagração do princípio do Estado imperial. Os círculos locais e estados imperiais também se dá bem com suas funções normais, o poder de executar as decisões do Reichskammergericht (A corte do 2º Reich) e a nomeação de assessores que atuariam. Além disso, eles têm o direito de cunhar moeda e exercer outros encargos previamente reservada para o imperador. Desde que o imperador tinha sido incapaz de alcançar as suas principais tarefas, ou seja, para preservar a paz, o seu papel é agora assumidas pelos Estados de círculos imperial.


A paz religiosa proclamada 25 de setembro de 1555 é tão importante quanto o Exekutionsordnung, ela abandonou a idéia de um império unido religiosamente.
Ao senhores feudais concedido o direito de decidir a fé de seus súditos, que é resumida na fórmula de "cujus regio, ejus religio". Em áreas protestantes, a jurisdição religiosa passa para a Câmara dos Lordes, que então, se tornam automaticamente os líderes espirituais de seus territórios.


Nos territórios católicos ocorre a inquisição católica, e nos territórios protestantes, a inquisição protestante.



E Lutero ainda pertencia à mesma sociedade secreta que Leonardo D'Vinci, e vários outros intelectuais medievais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário