segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

5 coisas nojentas que vão acontecer com o seu corpo após a sua morte


1
A natureza não é gentil com o corpo humano após a morte. Felizmente, os dias de decomposição natural foram substituídos por rituais decididamente modernos de morte. Podemos optar por atrasar o processo de decomposição de um cadáver com o embalsamamento, técnica que retira os órgãos e substitui os fluidos corporais por conservantes. Ou podemos ser cremados, ou seja queimados a temperaturas mais altas que mil graus celsius por várias horas, enquanto nos transformamos em cinzas.
Enquanto nossos rituais modernos de sepultamento podem não soar tão atraentes, o processo da natureza ainda menos. O enterro é uma técnica utilizada há muito tempo. Em 2003, arqueólogos encontraram evidências de seres humanos que tinham enterrado seus mortos no norte da Espanha cerca de 350.000 anos atrás. Mas o que exatamente acontece quando já estamos a sete palmos do chão?

1. As células se rompem


O processo pelo qual o corpo humano se decompõe começa poucos minutos após a morte. Quando o coração para de bater, a temperatura corporal cai cerca de 1,5 graus centígrados por hora até atingir a temperatura ambiente. Quase imediatamente, o sangue se torna mais ácido e o dióxido de carbono se acumula. Isso faz com que as células se rompam, liberando enzimas para os tecidos, que começam a ser digerido de dentro.

2. Você fica pálido


A Gravidade deixa a sua marca no corpo humano nos primeiros momentos após a morte. Enquanto o resto do seu corpo fica pálido, glóbulos vermelhos pesados ​​se movem para as partes do seu corpo que estão mais próximos ao chão. Isso ocorre porque a circulação foi interrompida. Os resultados são manchas roxas sobre suas partes mais baixas. Quando analisadas pelo legista, elas podem revelar exatamente a hora em que você morreu.

3. O cálcio faz com que seus músculos se contraiam


Todos mundo já ouviu falar que depois da morte o corpo fica duro e difícil de se mover. Isso acontece porque o cálcio faz com que os músculos se contraiam. Isso começa a acontecer geralmente depois de três a quatro horas após a morte e o pico é  12 horas depois, no entanto após de 48 horas o efeito acaba. Por que isso acontece? Existem bombas nas membranas das suas células musculares que regulam cálcio. Quando as bombas param de funcionar na morte, o cálcio inunda as células, fazendo com que os músculos se contraiam e endureça.

4. Seu órgãos vão se auto-digerir


A putrefação, retardada pelo processo de embalsamamento
, é causada pelas enzimas do pâncreas, que faz com que o órgão começar a digerir a si mesmo. Além da ação microbiana, que se inicia na barriga e se espalha pelo corpo todo. A cientista Caroline Williams afirmou em seus estudos, publicados na revista NewScientist, que cerca de 100 trilhões de bactérias vivem nas nossas entranhas, em harmonia com o nosso organismo. Depois da morte, a atividade dessas bactérias liberam a putrescina e cadaverina, que são os compostos que tornam o cheiro do corpo humano em morte.

5. Você pode ficar coberto de cera


Além de pó e cinzas, também podemos virar cera. Depois de putrefação, a decomposição é acelerada para transformar o corpo em esqueleto. No entanto, alguns órgãos tomam um rumo interessante. Se um corpo entra em contacto com o solo ou a água fria, pode desenvolver adipocera, formada a partir de um material ceroso. A adipocera funciona como um conservante natural sobre os órgãos internos. Ele pode levar especialistas a pensarem que uma pessoa morreu antes do que o real, como foi o caso de um cadáver de 300 anos de idade recentemente encontrado na Suíça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário