sábado, 20 de agosto de 2016

ESPIRITUALIDADE

O QUE É ESPIRITUALIDADE?

Certamente, você já ouviu essa pergunta muitas vezes. E nós estamos utilizando esta expressão “espiritualidade” de forma coloquial. Claro que, é uma coisa natural e por ser uma coisa natural, à medida que nós vamos vivendo essa realidade nova, principalmente no século XXI tudo isso vai fazendo parte do nosso dia a dia.
Certamente, você já ouviu essa pergunta muitas vezes. E nós estamos utilizando esta expressão “espiritualidade” de forma coloquial. Claro que, é uma coisa natural e por ser uma coisa natural, à medida que nós vamos vivendo essa realidade nova, principalmente no século XXI tudo isso vai fazendo parte do nosso dia a dia.

Materialidade

Para entendermos o que é espiritualidade, nós temos que entender a “materialidade”. Dizer “espiritualidade” é a mesma coisa que dizer “algo diferente da materialidade”. Mas o que é o materialista e o que é o espiritualista? E a pergunta que mais se ouve por aí: é errado ser materialista?
Resumidamente, materialista é aquela pessoa que vive com base em suas crenças, em suas atitudes considerando que tudo é material. Em outra palavras é aquela que só acredita naquilo pode ver, tocar e sentir. Então, o materialista é assim designado por acreditar apenas nas coisas materiais.

Espiritualidade

Já o espiritualista é aquele que acredita, que percebe, que sente, que se entrosa, que se relaciona com as forças da espiritualidade.
O que é a espiritualidade? É o extrafísico, aquilo que está além das fronteiras da matéria e que, normalmente, só é sentido, percebido, compreendido por sentidos mais aguçados como a força do pensamento, o sentimento, a INTUIÇÃO e tantas outras percepções que o ser humano tem. Também gostamos de chamar essas percepções de mediunidade. Mediunidade é um termo que vem do latim que significa “intermediário”, ou seja, você sendo um intermediário entre uma força mais densa e uma força mais sutil.
Portanto a espiritualidade é um contexto utilizado para dissertar o que vem acontecendo hoje, a espiritualidade é considerada “as forças espírituais”, os “movimentos espirituais” que envolvem o ser humano. Também é normal a gente dizer assim “A espiritualidade está me ajudando”, como se uma força superior, uma energia extrafísica estivesse atuando ao seu redor no seu caminho para lhe ajudar.
Ouve-se falar também “Nossa, essa espiritualidade parece estar pesada” também é uma expressão que se utiliza pra falar de coisas, situações ou acontecimentos que são de ordem espiritual e que estão carregando a pessoa ou o AMBIENTE.
Dentro deste contexto, espiritualidade é uma força de consciência que faz com que vejamos, com que captemos o mundo de uma maneira diferente.
E o que é o espiritualista? É a pessoa que acredita na espiritualidade, que tem base na espiritualidade, em outras palavras, a base de crenças de vida e de atitudes não é apenas relacionada com aquilo que ela vê no plano material, mas é também relacionado com aquilo que ela intui, que ela percebe, com aquilo que ela sente e com aquilo que ela quer acreditar, porque o espiritualista também consegue perceber a força do poder do seu pensamento, da sua imagem, da sua criação, da sua intenção como um CRIADOR DE SUA REALIDADE. Mas pergunto novamente: é bom ser espiritualista? É bom ser materialista? Eu posso ser materialista? Este é o ponto.



Quando comeceu minha carreira de espiritualista, eu fui tanto, mas tanto para um extremo da força que o meu lado material ficou, vamos dizer assim, ficou descoberto – acho que essa é a expressão mais correta. O meu lado material, minha vida material, minha base material ficou muito complicada. Eu mergulhei tanto na espiritualidade, comecei a desenvolver qualidades psíquicas, eu consegui sentir energias que eu não sentia, consegui sentir O AMOR PELA VIDA que eu não sentia, eu consegui encontrar um eixo, um equilíbrio que eu não encontrava. Mas o tempo foi passando e eu olhava para miha vida material e ela literalmente fedia. A minha prosperidade material era muito ruim. As coisas na minha casa, as coisas no meu trabalho não eram boas, porque eu estava completamente focado no espiritual esquecendo do material.
Então, em resposta à pergunta...

Eu posso ser materialista?

Eu digo, que você deve ser materialista, desde que você tenha conceito do Espiritualismo para equilibrar esse materialismo, para você entender que sem o material nós não vamos a lugar nenhum. Sem o material, você não estaria em contato com estes conteúdos agora, porque eu não teria nem um alimento que me sustentasse para produzi-los. Com certeza, nós precisamos do materialismo. Mas para tocar esse materialismo com harmonia, você precisa da espiritualidade que mostra que tudo isso é passageiro, que tudo isso é ilusão. Mas enquanto isso está na nossa realidade, eu preciso tratar tudo isso com equilibrio, eu não posso ir para o outro lado da energia e dizer “Sou um espiritualista e vou viver de luz”. Você tem contas a pagar, impostos a declarar, você tem amizades a manter, você tem situações para resolver, você tem translados para fazer daqui para lá. E tudo isso precisa do lado material. Você precisa de um teto, você precisa de uma roupa para te aquecer. Se você não tiver equilibrio sobre o lado material não tem jeito.

No entanto, se a pessoa é completamente materialista e ela se esquece do lado espiritual, ela certamente vai cair na aramadilha de achar que tudo no mundo é o lado material. Portanto, espiritualidade é uma força, é uma consciência de vida, é algo que está em tudo e age sobre tudo, é a força do Cristo, do espírito da Terra. Assim como existe um espírito dentro de mim, existe um espírito da Terra e ele é o Cristo. E Jesus, essa entidade querida, abençoada e iluminada, teve a capacidade de canalizar a força do Cristo.
Imagine o quilate espiritual  de uma alma, de um ser que conseguiu captar a força do Cristo e fazer o que Jesus fez para nós. É por isso que você sabe, e todo mundo sabe, que em qualquer lugar deste mundo há a força do Cristo, é o espírito da Terra. Se não tiver um equilibrio sobre as coisas da Terra, se você não tiver um equilibrio sobre as coisas espirituais e juntar as duas coisas num ponto forte para você seguir a sua vida, as coisas não dáo certo, não. Quem é materialista sofre e quem é espiritualista apenas sofre.

Bom mesmo é caminho do meio.



Nenhum comentário:

Postar um comentário