domingo, 4 de junho de 2017

A Medicina Moderna é Uma Doença

Médicos, suas organizações médicas e as grandes empresas farmacêuticas praticam uma forma sinistra de medicina que diretamente causa sofrimento e dor na vida das pessoas. Assim, não estou surpreso quando James Howard Kunstler escreve que a medicina moderna é uma teia de reféns:
“A medicina é atualmente uma catástrofe tão perniciosa quanto as doenças que ela alega tratar, e uma grave ameaça a qualquer nação que todos devem se preocupar. Se você pensou que o sistema financeiro em nosso tempo era uma teia miserável, o que naturalmente é, e por “teia” quero dizer um complô criminoso, então os chamados “cuidados” com a saúde tem vencido o país por uma milha de distância, com uma camada adicional de sadismo e crueldade utilizada em suas operações. Ninguém no sistema vai dizer exatamente o que qualquer tratamento ou medicamento custa e ninguém quer dizer, porque iria quebrar o feitiço de que eles trabalham em um negócio honesto, legítimo. Os serviços são prestados quando o cliente está sob coação extrema, muitas vezes com risco de vida, e o resultado, mesmo em uma recuperação bem sucedida da doença é a ruína financeira que faz muitas pessoas pensarem que era melhor estar mortas. O sistema é uma engenharia de criminalidade. Está causando a ruína de milhões”.
A maioria das pessoas acreditam que a medicina farmacêutica vigarista com seus remédios de óleo de cobra e todos os efeitos colaterais irá curar suas doenças. Muitas pessoas acreditam nesta fantasia e estão dispostas a ir falência e deixar suas famílias passando dificuldade, desesperada e equivocada em acreditar. O que elas estão comprando é doença, porque a medicina moderna é uma doença, é uma praga e as pessoas morrem em todos os lugares por acreditar nela.
Mesmo se existem boas notícias, quando um paciente com câncer se recupera após ser envenenado com quimioterapia e radioterapia, as más notícias geralmente chegam mais tarde, quando o câncer volta ou acontece uma série de efeitos colaterais como ataques cardíacos.
Artigo Relacionado: A Natureza Fraudulenta da Industria Farmacêutica

Contra Homens Que Acreditam

A religião da medicina está lentamente sendo quebrada quando descobrimos como são fantásticas são as suas fantasias. Quando descobrimos que os juízes do Supremo Tribunal Federal alemão (BGH) confirmaram que o vírus do sarampo NÃO EXISTE, o que é nos leva a pensar sobre a pediatria e a integridade das empresas que fazem as vacinas. Não existe um único estudo científico no mundo que comprove a existência do vírus em qualquer literatura científica. Isto levanta a questão do que realmente foi injetado em milhões de crianças ao longo das últimas décadas. Certamente nada de bom.
Temos médicos que gostam de injetar metais pesados em recém-nascidos e são chamados de pediatras. Os chineses estão denunciando que as vacinas são uma das principais causas do autismo, uma doença que muitas vezes oferece uma vida de tortura para as famílias.
Na primeira vitória judicial de um ação sobre a vacina causar autismo, a família de Hannah Poling recebeu mais de US $ 1,5 milhão para manter seus cuidados, ganhos perdidos, dor e sofrimento, apenas no primeiro ano. Além disto a família receberá mais de US $ 500.000 por ano para pagar os cuidados com Hannah. Em 2002, os pais de Hannah registraram uma reivindicação de autismo causada por vacina no tribunal federal. Cinco anos depois, o governo resolveu o caso antes do julgamento e manteve sob sigilo.
Os advogados que representam a nação Cherokee registraram uma ação judicial contra às principais companhias farmacêuticas, alegando que injetaram analgésicos perigosos na comunidades de nativos americano em Oklahoma.
Não existe fim na loucura médica e todas as maneiras que ela pode voltar para assombrá-lo. Os casos de hepatite C nos Estados Unidos quase triplicaram dentro de um período de cinco anos, atingindo um novo máximo de 15 anos com cerca de 34.000 novas infecções por hepatite C em 2015, informaram as autoridades federais de saúde. Especialistas atribuem as taxas mais altas a mais uso de drogas injetáveis.
Os americanos no CDC e FDA preferem encobrir tudo e deixar o massacre de mentes e corações continuar. O FDA realmente “certificou” que foi enviada uma carta anonimamente pela equipe em 2009 para o presidente Obama descrevendo que a “corrupção sistêmica e irregularidades estão infiltradas todos os níveis da FDA“.
Um estudo de 2017 na África comparou um grupo de crianças vacinadas para DTP/OPV (difteria, coqueluche, tétano, polio oral) com um grupo não vacinado. Os autores descobriram que existia um risco 10 vezes maior de morte no grupo vacinado em comparação com o grupo não vacinado.
A vacina Gardasil da Merck causa morte, colapso e doenças crônicas em mulheres, adolescentes e meninas, incluindo uma nova e nunca descrita “doença” chamada Juvenile ALS, uma condição fatal em que o sistema nervoso é lentamente destruído enquanto a consciência permanece intacta.
Na vacina multidose contra a gripe, existe uma enorme quantidade de 51.000 ppb (partes por bilhão) de mercúrio, o tipo mais comum de vacina aplicada contra a gripe. Quanto é 51.000 ppb? É 25.000 vezes o máximo legal para o mercúrio em água potável estabelecida pela Agência de Proteção Ambiental. Tenha em mente que quando você injeta o mercúrio, ele é 100% absorvido, por isto é mais tóxico injetá-lo do que comer no peixe ou beber na água. Os pediatras se levantam contra o CDC e reclamam ?
Artigo Relacionado: Vitamina D é Mais Eficaz que a Vacina Contra a Gripe
Para aqueles que pensam que as vacinas são seguras e os pediatras são santos de casacos brancos, saibam que o governo dos Estados Unidos, a partir de 6 de agosto de 2008, pagou 1,8 bilhões de dólares (US $ 1.804.415.262,35) aos pais que trouxeram os casos de seus filhos mortos por vacinas ou severamente prejudicados (autismo) pelo Programa Nacional de Compensação de Lesões por Vacinas.
Os grandes laboratórios produzem drogas que matam e ferem centenas de milhares de pessoas por ano, mesmo quando consumidas corretamente como prescritas e são protegidos por governos, políticos e autoridades médicas arrogantes.
Obamacare e todo o paradigma do sistema médico está empurrando garganta abaixo a medicina ocidental para todos. Karl Denninger fala sobre Obamacare: “Mas que serve para todos os outros” estes “planos não são nada mais do que roubo financeiro”. “A cada passo, o sistema médico é ajustado para perpetuar a fraude contra os contribuintes, contra os pacientes e contra as seguradoras”. Escreveu Mike Shedlock.

Conclusão

A medicina contemporânea tornou-se a prática do terrorismo farmacêutico. Muitos médicos pensam que sabem melhor sobre como as vidas de outras pessoas devem ser vividas ou terminadas. “A FDA assumiu para si o poder de Deus, exigindo que sua aprovação oficial seja obtida antes que qualquer substância possa legalmente ser usada na prevenção e tratamento da doença. O controle legal regulador da FDA é, portanto, totalitário e napoleônico. O que ele não permite explicitamente como um medicamento é implicitamente proibido”, escreve Sayer Ji, fundador da GreenMedInfo.com.
Os piores terroristas são naturalmente, aqueles que não admitem que são. A medicina mata mais pessoas do que qualquer outra forma de terrorismo. O CDC quer receber poderes policiais para um programa de vacinação obrigatória ? Seja vacinado ou vá para a prisão !
Os radiologistas administram doses quase letais, o que significa que eles colocam seus pacientes de câncer na frente de um pelotão de fuzilamento nuclear quando eles administram radiação como um “tratamento” contra o câncer.
Quando a terapia de radiação é usada para tratar o câncer, uma dose muito grande de radiação, cerca de 5.000.000 milirem (ou 5.000 rem) (50.000 mSv) é direcionada para o local do tumor. Abaixo está um gráfico mostrando que cada dose de tratamento de radiação oferece 2.000.000 milirem, assim com os tratamentos múltiplos que a maioria dos pacientes recebem é fácil ver o quão rápido eles chegam a uma dose fatal. Dez mil mSv é uma dose fatal. Isso é 10.000.000 milirem.
A natureza geral do “mal” é não medir as consequências do efeito que nossas ações têm nos sentimentos e no mundo emocional dos outros. Os médicos não têm desculpa para todas as pessoas que eles matam a cada ano, pelo menos nos Estados Unidos onde as estatísticas são mantidas e publicadas.
O destino da medicina está nas mãos de gananciosos, executivos totalmente enlouquecidos de grandes empresas farmacêuticas em conluio com a FDA e os médicos que estão empenhados em conseguir tantas pessoas quanto possível para prescrever suas drogas perigosas.
O terrorismo farmacêutico é um termo que eu cunhei há 14 anos quando publiquei “Cry of the Heart”, um livro sobre a situação trágica centrada no programa de vacinação infantil. Este trabalho alcançou sua expressão plena em “The Terror of Pediatric Medicine”.
Dr. Viera Scheibner nos dá uma explicação de por que alguns médicos desceram a um estado tão baixo. “A incapacidade de ouvir e observar a verdade criou uma raça de médicos que infligem a doença ao invés da cura, que se tornam acusadores em vez de ajudantes e que, em última instância, estão apenas encobrindo, consciente ou inconscientemente, mas com frequência assustadoramente crescente, os desastres criados por suas invenções inúteis e mortíferas e prescrições hipócritas”.
Enquanto os grandes laboratórios controlarem a medicina, nunca teremos um sistema de saúde que tenha interesse em ensinar as pessoas a serem saudáveis. Enquanto o lucro estiver acima da doença, as corporações sempre vão encontrar formas criativas de atrair pessoas repugnantes para prescrever suas drogas perigosas, cirurgias, quimioterapia e tratamentos de radiação para não mencionar todos os seus perigosos exames (CAT Scans), onde eles não podem sequer controlar as dosagens de radiação que a maioria dos pacientes recebe.
Origem: drsircus
OBS: Com o objetivo de facilitar a leitura alguns dos links estão acionando a tradução do google, caso alguém deseja ver o texto original é só clicar no botão “original”.
Tradução e Divulgação: A Luz é Invencível ☼

Nenhum comentário:

Postar um comentário