terça-feira, 31 de dezembro de 2013

QUEM SÃO OS PLEIADIANOS?




As Pleiades são um agrupamento de estrelas lindas e encantadoras localizadas na constelação de Touro. Com um telescópio, você consegue enxergar cerca de cem estrelas. Sem o telescópio, você enxerga apenas seis ou sete estrelas. De acordo com as lendas antigas, as estrelas eram as irmãs e filhas de Atlas. O agrupamento inteiro das Pleiades são na verdade o olho do touro da constelação de Touro...



As sete estrelas brilhantes que ajudaram os marinheiros gregos são: Alcíone, Merope, Celeno, Taygeta, Sterope, Electra e Maia. Elas são conhecidas há milhares de anos e são relacionadas a lendas e histórias fascinantes até os dias de hoje.




Pleiades e Atlantis


O Ato de Liberdade Religiosa Indígena Americano foi aprovado em 1979. Espantosamente, até aquela época, os nativos americanos eram proibidos de praticar seus rituais tradicionais e cerimônias. Você pode se perguntar o que os nativos americanos tem a ver com as Pleiades, mas as histórias estão em suas lendas, muita coisa dali escrita em códigos, mantidas em segredo ou escondidas. Em certas lendas Cherokees diz-se que seu povo se originou das Pleiades há muito, muito tempo. Eles dizem que vieram para este mundo como crianças das estrelas para trazer a Luz e o conhecimento. Se estas histórias são verdadeiras, então os Cherokees modernos e os outros nativos americanos e muitos de nós americanos com sangue indígena temos sangue pleiadiano!

Índio Cherokee



Certos pleiadianos são altamente evoluídos, mais do que a maioria dos humanos. O Reino Pleiadiano é o próximo nível da nossa evolução humana. É por este motivo que certos conhecimentos estão sendo ensinados para nós por pleiadianos especialmente iluminados. Existem aqueles que querem nos ajudar a nos direcionar para nosso destino espiritual mais elevado. Estas Forças Pleiadianas Especiais residem em uma frequência de energia muito alta que é mais iluminado do que a que nós conhecemos. Portanto, o termo "Luz" é frequentemente utilizado. Quanto mais alta e iluminada a frequência, mais perto de Deus a fonte se torna.



Templo das Pleiades (Pablo Amaringo - Xamã da Ayahuasca)


Eventualmente, tudo se tornará Pura Luz no centro da criação, que é Deus ou o Espírito ou qualquer nome que você escolha para isto. Quando evoluímos ganhando sabedoria e verdadeiro entendimento sobre a nossa essência real, começamos a abrir mais para o Amor e a sentir a conexão com o outro e com o universo. No Reino da Terra, o Amor é experimentado e conhecido apenas num nível pequeno comparado com tudo o que existe de verdade. A frequência de Deus/Espírito está além do que qualquer coisa que conhecemos. É o Amor Puro - É a Pura Luz. Quando nos empenharmos e chegarmos perto do centro da criação, nós conheceremos completamente o Amor e estaremos totalmente na Luz.



Apesar de no tempo físico os pleiadianos estarem a 541 anos luz de distância, eles aprenderam a navegar através de outros mundos, embora nem sempre com espaçonaves. Eles entendem o nosso medo do desconhecido então eles vem nos ajudar de maneira não ameaçadora. Eles estão vindo agora, algumas vezes na forma física onde podem se misturar, mas mais frequentemente aparecem através da consciência humana. Sua intenção não é ferir mas nos ajudar a nos desenvolvermos e evoluirmos. 





As mensagens e ações pleiadianas podem nem sempre serem compreendidas num primeiro momento. Se pensar com a mente puramente humana, você imagina que eles voam em algum tipo de espaçonave. É frequentemente difícil ou impossível para a mente humana captar o alcance do que não é familiar. Sintonizar-se em uma sabedoria mais elevada nem sempre significa encontrar um alienígena ou uma espaçonave. 



Tente pensar em conceitos de tempos se conseguir. Suponha que o passado, o presente e o futuro existem ao mesmo tempo agora. Certamente isto não é impossível se você considerar a viagem através do tempo. Suspenda este pensamento por um momento... viagem através do tempo. A viagem através do tempo é possível pela consciência. Portanto frequentemente é assim que a sabedoria e informações mais elevadas são passadas para nós. Sem cruzarmos a barreira do tempo, a raça humana ficaria parada aonde está. 



É através da viagem pelo tempo que as Forças Pleiadianas Elevadas nos dão informações. Estas informações são vitais para o nosso desenvolvimento espiritual. Certos pleiadianos escolheram isto como seu trabalho, o que é uma causa muito nobre e séria. Eles lutam para trabalhar através das camadas de consciência humana para trazer a consciência mais elevada do lugar onde eles estão. Eles não são Deus, mesmo que tragam sabedoria, já que muitos tem trazido sabedoria de reinos mais elevados através das eras.



Seu propósito não é salvar a sua alma, mas iluminar você para a força e a beleza do que você é e para a criação divina da qual todos nós fazemos parte. As pessoas denominadas Médiuns de incorporação que trazem certas informações não são mais divinas ou especiais. Eles estão simplesmente querendo sintonizar-se com outro lugar, com outro tempo e receber informações. Muitos humanos sempre tiveram a capacidade de fazer isto. Existirão alguns que realmente aproveitam a chance e compartilham com os outros as comunicações que receberam.



Do livro COMES THE AWAKENING: Realizing the Divine Nature Of Who You Are,  de Lia Shapiro

FONTE: The Pleiadians

Para maiores informações, veja este blog de uma amiga: Pleiadianos: Quem são os pleiadianos?

NOTA DA AUTORA DO BLOG:

Esta mensagem sobre os pleiadianos é para todas as crianças índigo e todos os que receberam mensagens de que vieram das Pleiades em missão. São as crianças das estrelas (Starseeds) , mas apenas uma parte delas, porque existem pessoas provenientes de outras estrelas, como Arcturus, Sirius. Todos estes povos estelares estão em missão conjunta para elevar as vibrações da Terra. Aqui neste artigo Civilização das Pleiades diz-se que as crianças índigo vieram de lá. Divaldo Pereira Franco também menciona isto na sua palestra sobre as crianças índigo. É claro que nem todas vieram das Pleiades e nem todas são crianças das estrelas, algumas são até elementais encarnados (procurem por Doreen Virtue "Realms of the Earth Angels" se você se sente ou adora elementais, Wicca). Matias Gustavo de Stefano fala sobre as Pleiades como o Vaticano espacial, o centro espiritual deste universo (ou pelo menos do conjunto de estrelas das quais o Sol faz parte).

Meus guias espirituais são pleiadianos e eles se parecem com esta figura que fizeram deles, porém eu os vi muito antes de encontrar estas figuras na internet. Eu senti a presença deles e os desenhei pela primeira vez há mais de 10 anos atrás. Mais recentemente voltei a me comunicar com eles e eles realmente apareceram com uma forma parecida com esta.


Quando eu tinha 15 anos, escrevi esta poesia:
Light
In my dreams,
There are spirits all over
Some say our body is a cover
In this place everyone is a lover
It is where the souls are undiscovered.

In the end,
Everything turns into light
Blackhole, powerful star that holds me tight
I want to go where peace prevails on fight
To love, where the spirits bright.

Há pouco tempo, ao recontactar meus guias espirituais, eles me disseram que nosso corpo é uma coberta, uma roupa. Agora eu entendo que é bem provável que quando eu dormia, nos meus sonhos eu me desdobrava e viajava através do espaço entrando no que se chamam "buracos de minhoca", buracos negros com dois lados que possibilitam a viagem através do tempo-espaço. Cabe aqui explicar que quando aquele texto acima fala sobre viagem através do tempo é através do espaço-tempo, já que as duas coisas são interligadas. Naquela época eu não sabia sobre os buracos de minhoca e não existia internet. Este lugar para onde eu ia era cheio de luz, de amor e paz. As pessoas eram pacíficas e amorosas apenas. 

Esta sensação por vezes ainda me atinge, muitas vezes penso em voltar para um mundo que talvez eu tenha conhecido em meus sonhos. Quem sabe talvez seja o meu lar verdadeiro.
Já recebi mensagens dizendo que os indígenas brasileiros são pleiadianos. Faz sentido, depois de encontrar esta mensagem falando que os nativos americanos são pleiadianos. O Ibiatan Upadian do site Mensageiros do Amanhecer também recebeu mensagens dizendo que os índios brasileiros são pleiadianos. E o beija-flor é para quem já foi tocado pela cura do beija-flor da floresta.

Como sou descendente de japoneses, recebi também mensagens de que uma boa parte dos japoneses são pleiadianos. De fato, parece haver um parentesco entre os japoneses e os índios das Américas, devido aos ancestrais asiáticos provenientes do Estreito de Behring durante a migração da Era do Gelo. Talvez por isto exista a marca de carros japoneses denominada SUBARU (Pleiades em japonês).
Além disso, Doreen Virtue menciona em seu livro "Realms of the Earth Angels" que o Reiki é um presente dos pleiadianos. Mikao Usui é japonês.

Crianças Diamante


Criança Diamante



Nós estamos familiarizados com os termos: Criança índigo, Criança Cristal e Criança Arco-íris. Mas poucos ouviram falar do termo “Criança Diamante”. Isto acontece porque diferentemente das suas predecessoras, a criança diamante não está aqui para mudar as coisas. A criança diamante raramente vai chamar atenção para ela mesma e vai passar pela vida de maneira invisível.

Mas por que estão aqui? Vamos ver de onde este nome vem. O Diamante é um grande condutor de energia e luz. Diferentemente das crianças Cristal, que são semelhantes mas extremamente delicadas e podem se quebrar facilmente, a Criança Diamante é uma das pedras mais difíceis e duras de serem destruídas na Terra. Ainda assim, na escuridão, é invisível.

As Crianças Diamante são assim. Enquanto estão na escuridão, elas são invisíveis para todos na Terra. Mas quando começam a conduzir ou canalizar luz e energia, sua luz é a mais pura e brilhante da Terra.

As Crianças Diamante são frequentemente excelente alunas. São talentosas em qualquer assunto, tarefa ou hobby com os quais se importam ou buscam e portanto frequentemente vão terminar não fazendo nada mais chamativo porque sua energia é dispersada de maneira muito fina entre os muitos assuntos. São aprendizes muito ávidos, o que serão sem interesse egoísta, sem tomar partido, sem a intenção de ter conhecimento.



Frequentemente mas não sempre nascem em famílias e situações muito difíceis, mas estas crianças passarão por estes eventos sem serem afetadas pelo drama. Eles não se tornam viciadas em substâncias nem se tornam abusivas ou depressivas ou param de viver suas vidas de maneira plena por conta de sua má sorte. Muito raramente uma delas vai cair ao longo do caminho e procurar o caminho da destruição para ver como é. Mesmo assim, após anos de sofrimento e dor, elas reemergirão tão brilhantes como sempre.
As Crianças Diamante sabem que estão certas 99% do tempo sobre todas as coisas. Frequentemente parecem arrogantes para os outros porque elas nem tentam discutir sobre o seu ponto de vista. Elas vão apenas concordar acenando a cabeça e sorrir para o seu argumento e então quando você menos espera, vão lentamente ensinar a você o ponto de vista oposto.

Algumas vezes vão entrar em discussões simplesmente para ganhar. Elas fazem isto por diversão e sempre vencem. Não importa em que lado da discussão elas estejam, elas não se importam com isto na verdade, elas vão provar que o seu lado está errado. É porque elas enxergam o quadro em sua totalidade. Elas enxergam sempre os dois lados de qualquer questão e não julgam.

As Crianças Diamante fogem da liderança. Isto acontece porque, diferentemente das Crianças Índigo ou Arco-íris, elas não vieram com cores pré-deifinidas e o conceito de “grupo” que nós temos aqui na Terra é ofensivo a eles. O grupo, afinal de contas, significa a mentalidade “nós x eles” assim como concordar com uma realidade que exclui outras realidades.

Se vocês estão se perguntando de onde elas vem, a resposta é de todos os lugares e de nenhum lugar. Elas não se identificam com nenhum planeta em particular, realidade ou universo. Elas vem direto da Unicidade. Se você é de alguma maneira médium ou sensitiva (o), você verá a forma delas mudar à sua mais avançada percepção. Então se você consegue ver espécies extraterrestres, é isto o que você verá, se você consegue perceber criaturas de energia/luz. Se você pode perceber a Unicidade,é isto o que você verá. Frequentemente você verá elas mudando de uma forma a outra, até que elas parem na forma que mais você se identifica. Logo, por exemplo, se você se identifica com Dragões, você pensará que elas são Dragões. Se você se identifica com Anjos Terrenos, você verá asas nelas. Se você suspeita que seu filho (a) é uma Criança Diamante, o melhor que você pode fazer por ele (a) é estreitar o seu campo de interesses e encorajar a criança a ficar com apenas um ou dois assuntos. Um criativo, como arte ou música, outro intelectual, como ciência ou letras. Será uma tarefa difícil, mas isto vai ajudá-las a sobreviver na Terra e se tornarem independentes, sendo melhor do que leva-las a fazer dez atividades por semana... as quais elas vão querer muito fazer.

Fora isto, deixe a dieta delas livre de aditivos, faça uma dieta pura e fresca e tenha certeza de dar-lhes bastante água. Elas cuidarão do resto. Crianças Diamante precisam de pouca manutenção.

Frequentemente uma Criança Arco-Íris pensará ou vai querer ou será confundida com uma Criança Diamante. A principal diferença entre as duas é que a primeira se liga muito em religião, em “fazer as coisas certas”. Enquanto a segunda apenas vive a vida e está aqui puramente para trazer a Luz Divina em nossas realidades. A cor, ou cores que se apresentam na Terra são irrelevantes para a Criança Diamante, que nunca julgará você ou suas crenças como erradas, nem vai tentar te salvar ou te ensinar o “caminho correto”.

Uma Criança Diamante vai aparecer na sua vida quando você mais precisa delas, em outras palavras, quando você precisa da Luz Divina, então elas desaparecem tão rápido quanto apareceram.

Elas terão uma vida longa e sem complicações.

Elas são extremamente poderosas. Se elas querem, elas podem fazer você obedecer as suas ordens, podem mudar o clima, podem modificar a vibração de um local inteiro. Elas podem se manifestar com facilidade e buscarão uma solução, ou resposta para qualquer problema que você as apresente. Quando uma pessoa se torna consciente do poder da Criança Diamante, a pessoa fica com medo e talvez pense que é errado alguém ter tanto poder. No entanto, é muito raro de fato para uma Criança Diamante usar seus poderes. Elas tem uma resistência muito grande para fazê-lo.

Quanto ao seu número, existem poucas encarnadas na Terra no presente, mas seu número vai aumentar ao longo das próximas duas décadas, porém não muito. O poder é tanto que não são necessárias muitas delas em qualquer momento. Você é uma se você, depois de ler este artigo, sente enormemente que “Eu sabia disto”, e então procura outro assunto, que eu espero que seja a Ascensão.

Se você sente uma necessidade muito grande de ser uma Criança Diamante, provavelmente você é uma Criança Arco-Íris… e se sente insultada se você é “um ser inferior”, você definitivamente é uma Criança Arco-Íris.

Fonte: Diamond Child (Ascension 101)

CRIANÇA GERAÇÃO ARCO-IRIS, DIAMANTE, DOURADA, CRISTAL MAXIM, ESMERALDA




ESMERALDAS

Crianças com a forte ligação com o poder de CURA e terapias transcendentais e com a espiritualidade, normalmente essas almas, já faziam parte das equipes espirituais da TERRA, utilizando-se do processo mediúnico, para ajudar a humanidade. Uma grande parte dessas almas, pertence ao Comando Santa Esmeralda e se encontram sobre a coordenação do amado Mestre Hilarion e das equipes espaciais do Ordem de Santa Esmeralda. Essa ordem representa todo o conhecimento galáctico e este por sua vez uma parte do conhecimento e das equipes do Universo TETA e de Nebadon no que diz referencia a pesquisas estelares de genoma, manipulação genética e todo tipo de experimentos estelares relativos a novas formas de vida.

Dentro da ordem Santa Esmeralda, existe um banco de dados, sobre todo tipo de forma de vida dos universos que compõe Nebadon e seus coligados.

Assim os seres da linha Esmeralda, tem entre algumas de suas muitas funções na TERRA, ajudar estabelecer o equilíbrio. Isso pode ser alcançado pela simples presença dessas crianças na egrégora planetária, e em outros casos aqueles que no futuro serão terapeutas ou mesmo médicos, dentro da linha de ajuda ao próximo.

De acordo com a classificação que se encontre essa alma, o seu despertar será maior ou menor e com isso a sua responsabilidade dentro do Conselho Planetário. Assim as equipes da Ordem Santa Esmeralda, estão atuando através desse foco de crianças, o que também pode ocorrer com os outros tipos de classificação de crianças, de acordo com as funções que eles desenvolvam.

Normalmente as crianças da categoria Esmeralda, possuem dons de cura e de sensibilidade mediúnica muito mais desenvolvidas do que o normal e uma profunda ligação com a natureza e com os animais, justamente pro serem pessoas que tem a condição natural de trocar energias com o meio ambiente, de forma muito similar as crianças da categoria Cristal. Os registros de sabedoria e conhecimento entre essas 2 linhas de crianças é similar em alguns pontos, pois o cristal detém muitos poderes de cura e conhecimentos de terapias, o que o coloca em perfeita equivalência com parte do conhecimento dos esmeraldas, com a diferença que este ultimo, possui conhecimentos de ordem sideral de raças estelares que não pertencem ao padrão terrestre, que existe nos registros da criança Cristal.

Isso permite que ambos tenham uma ligação profunda e em muitas ocasiões atuem juntos, pois o conhecimento esta interligado, justamente para gerar a condição fraternal entre todos esses pequenos e grandes mestres que estão chegando a TERRA.

Dentro da categoria Esmeralda, a linha do Taoísmo e da medicina Chinesa, além das correlatas é um aspecto bem ativo, devido as linhas de conhecimento dos campos telúricos e fisiológicos de liberação de energia que o corpo humano possui, dessa forma existem centenas de mestres dando suporte a esse tipo de criança, para que esse conhecimento possa ser ativado e direcionado para a missão que tem pela frente.

O Mestre Dascalos e Surya fazem parte dos grupos de estudo avançado dessas crianças, que durante os seus 8 a 12 primeiros anos de vida, passam por uma reciclagem de valores para procurar diminuir a ação nefasta dos grupos de poder, que tem a função de desviar essas crianças de sua verdadeira meta.

Devemos lembras a vocês que a energia do Raio Verde, não apenas atua no que se refere a CURA, mas também a ciência e tecnologia e a verdade, portanto aqui existe um grande leque que se abre, o que inclui pessoas que serão políticos e reformadores dos valores e da atuação das plataformas políticas dentro da Humanidade. Outras irão ajudar a desenvolver as novas formas de tecnologia mesmo poluentes e ligadas a energia livre do universo, que ainda é escondida da humanidade.

Dessa forma o campo de atuação dessas crianças envolve muito mais do que simplesmente efetuar curas ou serem terapeutas, toda a parte de engenharia, medicina, musica, política, professores, orientadores, terapeutas, pesquisadores, juízes, computação, profissionais liberais e advogados estão sobre a egrégora desse raio, o que significa que o campo de atuação de uma criança Esmeralda é muito mais amplo do que inicialmente se acreditava.


CRISTAL

Aqui temos a qualificação de almas antigas e com profunda ligação com os registros históricos do planeta TERRA ou URANTIA, pois tratasse de sacerdotes por excelência de diversas épocas da TERRA. Normalmente os seres desta qualificação, já encarnaram na antiga Lemúria, Atlântida e em outras civilizações mais antigas que não fazem parte dos registros que vocês conhecem. São pessoas que atingiram no passado elevado conhecimento e percepção do processo evolutivo da humanidade e dos Deuses e passam em parte a serem guardiões da humanidade no plano espiritual. Uma parte deles optou por voltar na forma de crianças cristal, com um potencial de Cura e de resgatar a ligação ancestral com a Terra e com todos os LOGOS de poder dos animais e dos demais registros do reino DEVICO.

Normalmente se diz que um ser Cristal é um Xamã por excelência, pois ele detém um conhecimento e ao mesmo tempo uma forte ligação de comunicação sensorial com os devas da natureza e com os reinos internos da TERRA. Esses reinos são templos e civilizações de outras dimensões que perfazem os ciclos internos da humanidade. Esses templos também são os detentores dos segredos dos Portais estelares e dimensionais entre as diferentes realidades existenciais da TERRA. Aqui entram as lendas de fadas e gnomos e similares de todos os tempos, que são na verdade Portais para outras realidades em paralelo que existem em mundos no qual muitas partículas de vocês podem estar encarnadas em paralelo a realidade terrestre que vocês estão adotando nesse momento. Assim os Cristais tem o policiamento e ao mesmo tempo a função de abrir e velar por esses portais e pelos segredos que neles existem. Por esse motivo a ligação entre os cristais e as demais crianças é de vital importância para o plano da Fraternidade Branca, pois o equilíbrio que eles sustentam é de vital importância para o Salto Quântico da Humanidade e do planeta, pois todas as outras realidades estão envolvidas.

Todo Cristal é um sacerdote ligado a Ordem Melchizedeck portanto possui iniciações dentro das escolas herméticas mais profundas e as respectivas responsabilidades conforme a sua classificação de influencia no orbe da TERRA. Essas iniciações vão se ativando no decorrer das experiências de vida do cristal, de acordo com as tarefas que ele se comprometeu a realizar na TERRA, o seu despertar e o seu conhecimento estão diretamente relacionados as antigas iniciações e segredos herméticos, que envolvem a relação com os templos e civilizações de outras dimensões e com os poderes de cura e de terapias para desbloquear e quebrar contratos das pessoas que são atendidas e ajudadas por esse tipo de criança.

Quando se fala em contratos de vidas passadas, eles tem muita habilidade nesse sentido, pois conhecem diversas situações na historia da humanidade, onde esses contratos foram realizados, podendo dessa forma, dentro do banco de dados de seu DNA, encontrar a maneira de ajudar a romper esses contratos e a libertar as almas presas a eles. O conhecimento de magismo dessas crianças é bem avançado conforme a índole que esteja sendo inserida nessas crianças. Por serem profundamente ligadas a natureza e a necessidade de contato com animais e florestas, oceanos e montanhas, eles entram em depressão quando são afastados desse convívio. Eles se alimentam do intercambio energético com a natureza e com os devas, permitindo assim que o seu despertar e missão seja codificada gradualmente dentro deles.  No entanto existem cristais com ligação na linha do mar, o que os torna além de surfistas pessoas com uma profunda necessidade de mergulho e viver na praia. Esse tipo de cristal esta ligada as cidades intra oceânicas e as antigas civilizações que ainda existem em 5D e 6D nos oceanos, podendo em parte ser um habitante dessas cidades.

Por essa razão a avaliação dos cristais é complexa assim como a dos outros, pois não existe uma regra básica para poder definir e descrever as funções que cada um tem que ter.


DOURADAS

Aqui temos uma outra qualificação mais recente de seres que iniciaram a sua missão TERRA no plano físico encarnacional por volta de 1998, mas o maior numero delas iniciou a sua aproximação e tentativas de encarnar entre 2003 a 2006, pois a energia deles de maneira geral é mais elevada e delicada, pois são seres que normalmente vem de planos de 14D a18D e o processo de adaptação dimensional e de egrégoras energéticas da TERRA tem sido difícil de sustentar. Atualmente devem existir cerca de 830 mil crianças Douradas desde 1998 encarnadas na TERRA. Sustentar o plano divino e a missão deles tem sido uma aventura grande, pois uma grande parte deles morre depois de 3 a 7 meses de estarem encarnados.  Em geral essas crianças ou almas, possuem um elevado poder conciencial e em total memoria de sua realidade estelar e de toda a hierarquia dos mestres, eles já nascem completos e prontos para executar a sua missão ou projeto que tenham se comprometido a realizar, no entanto a egrégora do local onde eles atuam é o ponto fraco deles. Normalmente essas crianças tem nascido em lugares mais afastados e isolados, para pelos menos nos primeiros 7 anos de vida poderem ajustar a sua energia e terem capacidade de suportar as energias telúricas e psíquicas da humanidade. Mas ainda estão em processo de adaptação na sua maior parte, pois eles são muito delicados. Em geral uma criança dourada possui um intelecto QI entre 180 a 260 pontos, conforme o que ele venha desenvolver, são verdadeiros prodígios, o que dificulta a sua estadia na egrégora planetária. Posso lhes revelar que uma grande parte dessas crianças escolheu nascer nos domínios da Antártida, como ponto de partida para ajudar a elevar ainda mais o gradiente de energia dessas civilização que escapou dos efeitos da segunda guerra mundial.


ARCO IRIS

Designação para um grupo recente de crianças que reúne as qualidades mutantes dos 7 Raios, porem ainda são poucos os que desceram para a realidade encarnacional. Essa linha de crianças ainda conta com uma representação que se iniciou por volta de 2002 e que veio com maior força em maio de 2005, possuem na verdade uma grande similaridade com a linha Cristal, porem neste caso a egrégora dos 7 Raios esta bem mais definida e são grandes instrutores da espiritualidade entre 7D a 12D, que vieram a TERRA ajudar nos respectivos ajustes para possibilitar a chegada das crianças Douradas na forma de Avatares maiores. Está previsto que um numero suficiente dessas crianças deva nascer ate agosto de 2010 para que deem a sustentação necessária para a chegada das crianças douradas e outras qualificações que ainda estão por vir, como é o caso das crianças DIAMANTE, que devem chegar somente a partir de 2013.

Importante salientar que não existe uma linha de melhor ou pior entre essas almas, como já tem surgido entre os meios de comunicação esotérica, cada uma delas cumpre uma missão em conformidade com a sua capacidade de realizar uma tarefa. Ninguém é melhor do que o outro, no entanto cada uma dessas almas possui a responsabilidade de realizar uma tarefa.

Lembrem-se que não é papel de vocês de criticar ou de fazer julgamentos, isso cabe a hierarquia maior e ao Conselho Cármico Universal ou da TERRA. Cada alma que se propôs a realizar uma tarefa, tem o apoio dos Mestres da Fraternidade Branca e estelar.


CRISTAL DOURADA

Uma variação importante da linha de crianças CRISTAL, pois eles tem uma ligação de preparação e de ancoramento para as crianças da linha DOURADA, que como já foi explicado, são frágeis e normalmente morrem nos primeiros meses de vida. Essa classificação de crianças é na verdade um pré ajuste antecipado, para gerar energia para que uma Dourada possa vir a TERRA. Em alguns casos a alma vem primeiro com essa energia e depois surge a energia Dourada efetiva, como estagio de preparação para que ela possa subsistir na egrégora terrestre. Também são crianças raras de nascerem, pois o contingente delas depende da egrégora espiritual que já tenha sido alcançada antes, como são na verdade crianças cristal com a radiação dourada que é o 10º raio, elas são na verdade, seres que dentro da hierarquia espiritual transcenderam para patamares entre 8D a 15D dentro das civilizações próximas a da TERRA. Dessa forma eles servem de base de entrada para que as energias mais refinadas das crianças Douradas e Diamante possam vir a se manifestar como foi determinado. Uma criança desta magnitude manifesta qualidades espirituais e dons paranormais muito acima da media, desde os seus primeiros dias de vida, podendo ser telepata, sensitivo extremo. A vidência é uma característica muito desenvolvida, o que faz deles crianças sensíveis e se não receberem um bom apoio dos pais, acabam sendo tratados como hiperativos ou bipolares, pois a medicina e os pais, podem achar que seus filhos são perturbados, o que na verdade nunca foram, isso é valido para todo tipo de criança, mas no caso da cristal dourada é mais delicado, por serem mediunicamente ativos desde seus primeiras 3 semanas de vida.


CRISTAL MAXIM

Neste outro tipo de qualificação, que também será extremamente rara, pois eles só devem chegar a TERRA entre julho de 2012 a setembro de 2014, período onde determinados portais e cidades sutis da TERRA se abrirão para permitir que 3 milhões de seres dessa magnitude possam chegar a realidade física da TERRA. Trata-se de Mestres de 16D que pertencem ao alto escalão da Confederação que solicitarão a oportunidade de atuarem na TERRA com plenos poderes extra sensoriais e mediúnicos. São equivalente ao potencial de Mestres como Jesus Cristo, que aguardam o momento de chegar a TERRA para estabelecer a nova egrégora da humanidade. Eles estão diretamente ligados a todos os Templos de Luz da TERRA e possuem um registro de todos os outros seres e crianças que tenham chegado antes deles. Eles serão os Avatares mais próximos a linha ascensa Monádica com um conhecimento extremo. Podemos adiantar que eles estão no ponto mais alto da estrutura de coordenação de todas as crianças.

Aqui existe na verdade o que poderia ser definido como a nova matriz genética da humanidade, onde registros de seres andrógenos serão presenciados em muitos casos deste tipo de criança. Eles também tem ligação com a estrutura da criança diamante, na verdade trata-se do mesmo ser, o Diamante e o Cristal Maxim, são o mesmo ser, ou seja a mesma classificação que por erro de entendimento de algumas pessoas sensitivas, foram considerados diferentes.


DIAMANTE 

Já foi abordado como sendo o CRISTAL MAXIM, ambos são a mesma estrutura, que por erros de interpretação, foram qualificados de forma diferente entre 2003 e 2007 por algumas pessoas que receberam poucas informações sobre esse tipo de pessoas.

Rodrigo Romo Yaslon Yas

Portal Shtareer - http://www.shtareer.com.br

Solange Christtine Ventura
http://www.curaeascensao.com.br

geração de diamantes






Um antropólogo fez uma brincadeira com as 

crianças de uma tribo africana. Ele colocou um 

cesto cheio de frutas junto a uma árvore e disse 

para as crianças que o primeiro que chegasse na 

árvore ganharia todas as frutas. Dado o sinal

 todas as crianças saíram ao mesmo tempo ... 

e de mãos dadas! Então sentaram-se juntas para

 aproveitar da recompensa. Quando o antropólogo

 perguntou porque eles haviam agido desta forma

 sabendo que um entre eles poderia ter todos os

 frutos para si, eles responderam: "Ubuntu, Como

 um de nós pode ser feliz se todos os outros 

estiverem tristes?" UBUNTU na cultura Xhosa significa:

 "Eu sou porque nós somos"

Físico Michio Kaku: “Definitivamente há alienígenas no espaço — eles estão lá fora!”


A Via Láctea, nossa galáxia, é tão grande, que estatisticamente falando não há duvida de que extraterrestres existam.
Isto é o que vários proeminentes cientistas dizem na série “Are We Alone?” (Estamos Sós? – tradução livre n3m3), que está sendo lançada nos EUA no Science Channel.
Mas como se parecem esses seres de outros mundos? Seriam eles inteligentes, ou burros? Iremos alguma vez nos encontrar cara a cara com eles?
No primeiro capítulo da série, que estreou no dia 19 passado, o famoso físico teórico Michio Kaku está dentre aqueles que assumem uma posição firme nesta grande questão sobre a procura por vida inteligente no universo.
“Alguns cientistas dizem que talvez sejamos as únicas forma de vida no universo. Poupe-me! Quero dizer, quantas estrelas há lá fora no universo? O Telescópio Espacial Hubble pode ver aproximadamente cem bilhões de galáxias — e isso só no universo visível“, diz Kaku no especial de TV.
“Cada galáxia contém um bilhão cem bilhões de estrelas. Calcule. Cem bilhões vezes cem bilhões é 10 sextilhões. Isto é o digito ‘um’ com 22 zeros após. Definitivamente há alienígenas no espaço — eles estão lá fora!”
Recentes descobertas planetárias feitas pelo Telescópio Espacial Kepler da NASA confirmam a existência de um enorme número de planetas em nossa vizinhança galáctica, e a descoberta de mundos similares à Terra está aumentando, o que eleva as expectativas de que a vida evoluiu em muitos deles.
“Há um zoológico exótico de planetas lá fora. Muitos deles não são nada parecidos com os tipos de planetas que encontramos em nosso próprio sistema solar“, diz o astrobiólogo Lewis Dartnell. “Um tipo de planeta comum na galáxia é o mundo aquático — um planeta com um oceano muito profundo, talvez com centenas de quilômetros de profundidade. A vida nesses mundos d’água poderia ser muito reconhecível“.
Mas enquanto os cientistas ainda não sabem exatamente como a vida se parece em mundos a centenas de trilhões de quilômetros daqui, Dartnell teorizou sobre as possíveis similaridades encontradas entre a Terra e as condições que possam ter desenvolvidas em outro planeta.
“Os mecanismos de propulsão que são adaptados e evoluídos por um peixe alienígena seriam muito similares aos mecanismos de propulsão que você encontra na Terra, simplesmente porque eles resolvem a mesma situação de sobrevivência com os meios disponíveis a eles.”
Devido aos avanços da nossa habilidade em localizar outros planetas na Via Láctea, os cientistas agora estimam que possam haver centenas de bilhões de planetas capazes de abrigar a vida. Mas o quão inteligente seria essa vida?
“Há três ingredientes básicos para uma civilização se tornar avançada“, diz Kaku, um dos principais físicos do mundo.
“Primeiro, você deve ter olhos em estéreo — olhos de um caçador — porque os predadores são mais inteligentes do que as presas… …Se você é um predador, isso significa que tem que ter uma camuflagem. Tem que ser mais esperto do que as presa.”
“Segundo, você tem que ter um polegar oposto aos dedos, uma mão, uma garra, um tentáculo — algo pelo qual você possa manipular o meio ambiente para criar máquinas e, finalmente, espaçonaves.”
“E terceiro, linguagem. Você deve ser capaz de acumular conhecimento entre gerações. O conhecimento que você agrega desta geração deve ser passado para outras, a fim de criar uma vasta civilização, capaz de te levar para as estrelas.”
Michio Kaku é um físico teórico estadunidense. É professor e co-criador da teoria de campos de corda, um ramo da teoria das cordas.
Kaku formou-se como bacharel (summa cum laude) na Universidade de Harvard em 1968, quando ele foi primeiro em sua turma de física. Em 1972, ele dirigiu-se ao Berkeley Radiation Laboratory na Universidade de Berkeley para receber o PhD. Em 1973, tornou-se membro da Universidade de Princeton. E atualmente ele é professor da City University of New York. Autor de vários artigos técnicos envolvendo a teoria das cordas, a super-gravidade, supersimetria e hádrons; seus estudos atualmente se concentram na Teoria de tudo.
Ele é autor de vários livros de divulgação científica, e também fez várias participações em programas de televisão explicando os conceitos mais “esotéricos” da física moderna. Atualmente apresenta dois programas no Discovery Channel: A Física do Impossível, Como Funciona o Universo e O Mundo do Futuro.
Fonte: Ovni HojeWikipedia, por www.huffingtonpost.com

O poder da gratidão: ímã que mexe com engrenagens do universo


Hoje, no dia que os americanos festejam o Dia de Ação de graças, fiz uma pesquisa sobre o poder da gratidão e encontrei um texto sábio e interessante, que compartilho com você, abaixo.
Sei que na correria do dia a dia muita gente se esquece de agradecer.
Muitas vezes reza, ora, pede, implora pra conseguir algo tão desejado, mas não agradece pelo que já tem: pela saúde, pelo emprego, pela família, pelos amigos, pelas oportunidades, pelos sonhos, pelo alimento de todo dia.
Acho que é pouco ter um dia apenas de Ação de Graças, e você vai entender o motivo agora:
“Uma das forças mais poderosas que existem – e pouco compreendida – é o poder da gratidão.
A gratidão engloba a força do reconhecimento de um poder superior a nós, que mexe com as engrenagens do universo.
O ato de agradecer é maior do que qualquer dogma religioso.
Engloba também a força do pensamento positivo, que permite que possamos desenvolver o otimismo e a confiança em nós e no futuro.
Quando agradecemos, reconhecemos que o universo está sendo justo conosco e que ele mesmo é sábio.
Demonstramos uma confiança de que tudo acabará bem.”
Motivos para agradecer não devem faltar a você.
Só o fato de estar vivo, lendo esta mensagem, já é um bom motivo para agradecer.
Agradeça também pelas dificuldades do caminho.
Elas fortalecem e fazem com que você se torne um ser melhor e mais humano.
Se já agradeceu pelas coisas boas, está na hora de começar a agradecer também por aquilo que ainda não aconteceu.
“Agradecendo antecipadamente, criamos um ímã para que tudo de bom venha ao nosso encontro.
Agradecer por escrito
Um pequeno bilhete pode criar uma ponte mágica entre nós e as pessoas que nos são caras.
Passamos a vida, às vezes, sem reconhecer o carinho e o valor de professores, amigos, pais, médicos, cuidadores e até de pessoas que alguma vez simplesmente falaram a palavra certa na hora certa.
Tire cinco minutos por dia para espalhar o perfume da gratidão em pequenos bilhetes.
Estes bilhetes, na maioria das vezes, se tornam eternos.
”
Texto: Humberto Bez Batti / Mundo das Mensagens

O que é o Dia de Ação de Graças:
Conhecido em inglês como Thanksgiving Day, é um feriado celebrado maioritariamente nos Estados Unidos e Canadá.
Nos Estados Unidos é celebrado na quarta Quinta-feira de Novembro, e no Canadá, na segunda Segunda-feira de Outubro.
Como o próprio nome diz, o Dia de Ação de Graças é um dia onde as pessoas se juntam para demonstrarem a sua gratidão a Deus e outras pessoas, pelas bênçãos e coisas boas recebidas durante o ano.
Este é um dos feriados mais importantes dos Estados Unidos e Canadá, juntamente com o Natal e Passagem de Ano.
O Dia de Ação de Graças é um feriado familiar, onde é normal familiares fazerem longas viagens para estarem reunidos. Outra grande tradição deste feriado é a comida.
As famílias celebram este dia com muita fartura gastronômica, onde tipicamente se come peru (por isso também é conhecido como Turkey Day – Dia do Peru), batata-doce, purê de batata, torta de abóbora, torta de maçã, torta de nozes, entre muitas outras coisas.
A origem
Os primeiro Dia de Ação de Graças foi celebrado em 1620 em Plymouth, Massachusetts, pelos peregrinos fundadores da vila. Depois das colheitas terem sido gravemente prejudicadas pelo Inverno rigoroso, os colonos tiveram uma boa colheita de milho no Verão seguinte, em 1621.
Para marcar e celebrar a ocasião depois de sucessivos anos complicados na agricultura, o governador da vila resolveu organizar uma festa no Outono de 1621.
Nessa festa participaram cerca de 90 índios e foram comidos patos, perus, peixes e milho.
A partir desse ano, na Nova Inglaterra, em cada Outono era organizada uma festa de gratidão a Deus, por causa das boas colheitas.
Em 1863, o ex-presidente americano Abraham Lincoln anunciou que a quarta quinta-feira de Novembro seria conhecida como o Dia Nacional de Ação de Graças.
Fonte: Só Notícia Boa por Rinaldo de Oliveira

Artefatos Mexicanos retratam naves e seres de outro planeta

ojuelos-jalisco-alienigenas-maias_01
No começo de 2012, o governo mexicano anunciou que revelaria ao público inúmeros objetos arqueológicos que estavam guardados até então, acompanhado por um documentário sobre o achado. No entanto, o anúncio nunca foi realizado e tampouco os objetos ou o documentário foram revelados ao público. Nunca foi concedida qualquer explicação oficial sobre a mudança da decisão e, a partir de então, suspeita-se que o achado mostraria conexões de antigas culturas pré-maias com civilizações extraterrestres.
Contudo, parece que estes objetos vieram à luz por um outro caminho. Acredita-se que boa parte das peças que seriam reveladas teria conexão com 400 itens que pertencem a coleções dos habitantes da pequena cidade de Ojuelos, em Jalisco. Eles estão colecionando o material há 50 ou 60 anos e pretendem abrir seu próprio museu. Os objetos possuem desenhos que retratam cenas de uma época muito antiga, em que pode-se observar, com pouca margem de erro de interpretação, seres de outros planetas, naves espaciais e todo o tipo de cenas da vida cotidiana da época.
Entre os objetos estão tábuas, pratos, facas, anéis e pingentes de jade em que estão representados, segundo especialistas no assunto, os deuses alienígenas, com crânios alargados e olhos puxados, descritos como seres com “alto grau de inteligência, elevado estado de consciência e uma profunda conexão espiritual universal”.
ojuelos-jalisco-alienigenas-maias_02
Fonte: Seu History

Conheça o mapa de Piri Reis, um dos mapas mais misteriosos do mundo

mapa-piris-reis-01
O mapa de Piri Reis pode ser considerado um dos objetos mais enigmáticos da história da escrita do homem. Apesar de apenas restarem fragmentos deste documento que, certamente, era um mapa do mundo completo, pode-se afirmar que se trata de um mapa do ano de 1513, elaborado pelo cartógrafo e almirante otomano Piri Reis, em que constam desenhos de terras impossíveis de serem conhecidas na época.
mapa-piris-reis-02

Não existe um consenso científico que explique como apenas poucos anos depois da chegada dos europeus à América alguém poderia descrever com tanta precisão pontos geográficos como a Cordilheira dos Antes, a Costa Leste dos Estados Unidos, o rio Amazonas, a Patagônia argentina, a mítica Terra do Fogo e, o que é ainda mais intrigante, o continente antártico sem gelo e com detalhes sobre a sua topográfica, alguns desconhecidos até hoje. Para adicionar ainda mais ingredientes ao mistério, o marinheiro otomano alegou ter se baseado nos conhecimentos dos “antigos reis dos mares”, um histórico pseudônimo para a civilização de Atlântida.
Realmente é difícil encontrar uma resposta que explique como que naquela época era possível alguém saber que a Terra do Fogo, no extremo sul do continente americano, está ligada por uma estreita faixa de terra submarina ao continente antártico, fato que só se tornou conhecido no século passado com uso de imagens de satélite, submarinos e câmeras infravermelhas. De acordo com especialistas, para observar alguma coisa de tipo, Reis deveria ter visitado o lugar há 11 mil anos, antes que as linhas costeiras, detalhadas com perfeição em seu mapa, estivessem cobertas por camadas de gelo com dois quilômetros de espessura.
Porém, há ainda algo mais curioso neste mapa. Na parte sobre o continente africano, estão alguns rios caudalosos que atravessam a região que hoje é o deserto do Saara. Os estudos modernos indicam que esta mesma região era banhada por grandes rios há mais de 8 mil anos, que atravessavam grandes extensões de terra. Diante de todos estes fatos, a grande pergunta é: como era possível saber isso tudo no ano de 1513?
Fonte: Seu History

domingo, 29 de dezembro de 2013

sannyas


 
Amado Osho,
Quais são as qualidades de um sannyasin?
  

Disciplehood  
(Osho Transformation Tarot) 
      "É muito difícil definir um sannyasin, 
e mais difícil ainda se você for definir os 
meus sannyasins.
      O sannyas é basicamente uma rebelião 

contra todas as estruturas, daí a dificuldade
 de se definir. Sannyas é viver a vida de uma 
maneira não estruturada. Sannyas é ter por 
caráter, ser sem caráter. Por "sem caráter" 
eu quero dizer que você não depende mais
 do passado. Caráter significa passado, a
 maneira que você viveu no passado, a maneira
 com a qual você ficou habituado a viver, todos
 os seus hábitos, condicionamentos, crenças e experiências. Isso é o seu caráter. Um sannyasin
 é alguém que não vive mais no passado ou
 através do passado, é alguém que vive no
 momento, por isso ele é imprevisível.
      Um homem de caráter é previsível, 

mas um sannyasin é imprevisível, porque
 ele é liberdade. Um sannyasin não é 

apenas livre, ele é liberdade. É uma rebelião viva. Mas ainda 
assim eu vou tentar dar algumas pistas, não exatamente 
definições,
 mas umas poucas indicações, dedos apontando para a Lua. 
Não se 
 prenda aos dedos. Os dedos não definem a Lua, eles apenas
 indicam. 
Os dedos nada têm a ver com a Lua...... Esqueça os dedos e
 olhe para a Lua.
          O que eu vou lhe dar não é uma definição. Neste caso,

 não é possível definição. Na verdade, definição nunca é possível 
a respeito 
de qualquer coisa viva. Definição só é possível a respeito de 
alguma 
coisa morta, que não vai mais crescer, que não vai mais 
desabrochar, 
que 
não tem mais possibilidades, potencialidades,  que está
 exaurida 

 gasta. Nesse caso a definição é possível. Você consegue
 definir 
um homem morto, você não consegue definir um homem
 vivo.
          Vida basicamente significa que o novo é ainda

 possível.
          Assim, essas não são definições. O sannyas antigo 

tem 
uma definição, muito clara, por isso ele está morto. 
Eu chamo o 
 meu sannyas de "neo-sannyas" por essa particular razão:
 o meu
 sannyas é uma abertura, uma jornada, uma dança, um 
 caso 
amoroso 
com o desconhecido, um romance com a própria existência,
 uma 
busca de relacionamento orgástico com o todo. Tudo
 mais
 fracassou no mundo.
 Tudo que estava definido, que estava claro, que era lógico,
 tudo 
fracassou.
 As religiões fracassaram, as políticas fracassaram, as
 ideologias fracassaram. 

E elas eram muito claras e continham planos para o futuro 
do
 homem. 
Todas elas fracassaram. Todos os programas fracassaram.
          O sannyas não é mais um programa. Ele é uma 

exploração, 
não um programa. Quando você se torna um sannyasin, 
eu inicio
 você na 
 liberdade e em nada mais. Ser livre é uma grande 
 responsabilidade
porque
 então você não tem mais aonde se apoiar. A não ser o seu 
próprio ser interior, 
a sua própria consciência, você nada mais tem como
 apoio ou
 como escora.
 Eu tiro de você todos os apoios e escoras. Eu deixo
 você só, 
eu o deixo completamente só. E nessa solidão... a flor 
do sannyas. 
 Essa solidão desabrocha espontaneamente na flor do 
sannyas.
          No sannyas não há caráter. Ele não tem qualquer 

moralidade.
 Ele não é imoral, ele é amoral. Ou, pode-se dizer que 
ele tem uma
 moralidade maior a qual vem do interior e nunca de fora.
 Ele 
 não permite qualquer imposição vinda de fora, porque
 todas as
 imposições vindas de fora convertem vocês em
 servos, 
em escravos.
 E o meu esforço é para dar a vocês dignidade e 
glória. 
O meu esforço aqui é para dar esplendor 
a vocês.
          Todos os outros esforços fracassaram. Era 

inevitável 
porque o fracasso estava embutido. Todos eles
 estavam 
orientados para 
estruturar e todo tipo de estrutura, mais cedo ou mais 
tarde se torna pesado sobre o coração do homem. Toda estrutura 
se torna uma
 prisão, e um dia você terá que se rebelar contra ela. 
Você não tem observado ao longo da história? Cada revolução 
em seu próprio desdobramento se torna repressora. Na Rússia isso aconteceu, na
 China aconteceu. Depois de toda revolução, o revolucionário 
se torna anti-revolucionário. Uma vez que ele chega
 ao poder, ele traz a sua própria estrutura para impor à
 sociedade. 
E uma vez que ele começa a impor a sua estrutura, a 
 escravidão
se transforma num novo tipo de escravidão, e nunca 
em uma 
liberdade.
 Todas as revoluções 
fracassaram.
          Isso aqui não é uma revolução, isso é uma rebelião.

 A revolução é social, coletiva, enquanto a rebelião é individual. 
Chega de estruturas! Deixe que todas as estruturas se vão.
 Nós queremos 
 indivíduos no 
mundo, movendo-se livremente, movendo-se conscientemente, 
é claro. E a responsabilidade deles surge através de sua própria consciência. 

Eles se comportam corretamente não porque eles estão 
tentando seguir 
certos mandamentos; eles se comportam corretamente, 
eles se 
comportam de maneira precisa, porque eles são cuidadosos. ....
          Um sannyasin é alguém cuidadoso consigo mesmo e,

 naturalmente, cuidadoso com todo mundo, porque ele não 
consegue ser feliz 
 sozinho. 
Você só consegue ser feliz num mundo feliz, num ambiente 
feliz.
 Se todo 
mundo estiver chorando em prantos na miséria, será muito 
difícil
 para você 
estar feliz. Assim, se alguém é cuidadoso a respeito da
 felicidade, a respeito de sua própria felicidade, tornar-se-á 
cuidadoso a respeito 
da felicidade de todos, porque a felicidade somente acontece
 num 
 ambiente feliz. Mas esse cuidado não é por causa de algum 
dogma. Ele existe
 porque você ama e o primeiro amor, naturalmente, é o amor 
para
 consigo mesmo. Em seguida vem o amor aos outros.
          Outros esforços fracassaram porque eles eram orientados 

pela mente. Eles foram baseados no processo do pensar, eles 
eram
 conclusões da mente. Sannyas não é uma conclusão da mente. 
Sannyas não é orientado por pensamentos. Ele não tem qualquer
 raiz no pensar.
 Sannyas é insight, é meditação, não mente. Suas raízes 
estão
 na alegria, não no pensamento. Suas raízes estão na 
celebração,
 não no pensar. Suas raízes estão naquela consciência onde os pensamentos não são encontrados. 
Ele não é uma escolha entre dois pensamentos, ele é o 
 abandono de 
todos os pensamentos. Ele é viver a partir do nada........
          Cada sannyasin será uma pessoa totalmente única.

 Eu
 não estou interessado na sociedade. Eu não estou interessado 
na coletividade. 
Meu interesse está absolutamente nos indivíduos - em
 você!.
          E a meditação pode ser bem sucedida onde a mente 

fracassou, porque a meditação é uma revolução radical
 no seu 
ser. 
Não é a 
 revolução que muda o governo, não é a revolução que 
muda a 
 economia, 
mas a revolução que muda a sua consciência, que transforma
 você da 
noosfera à cristosfera, que transforma você de uma pessoa 
dormindo 
numa alma acordada. E quando você está acordado, tudo 
o que
 você fizer será bom.
          Essa é a minha definição de 'bom' e de 'virtude': a ação

 de uma pessoa acordada é virtude, e a ação de uma pessoa não
 acordada é 
pecado. Não existe outra definição de pecado e virtude. 
Depende da pessoa, de sua consciência, da qualidade que
 ela traz 
ao ato. Assim, algumas vezes pode acontecer de que o mesmo
 ato possa ser virtuoso 
e ser pecaminoso. Os atos podem aparentemente ser os 
mesmos, 
mas as pessoas que estão por trás dos atos podem ser diferentes. .........
          O ato pode ser o mesmo, mas se a pessoa está 

acordada,
 a qualidade do ato muda.
          Um sannyasin é uma pessoa que vive mais e mais

 em 
estado de alerta. E quanto mais pessoas houver vivendo
 através da
 consciência, melhor o mundo que será criado. 
A civilização não 
aconteceu 
ainda.  .....
          Sannyas é apenas um começo, a semente de 

uma
 qualidade totalmente diferente de mundo, onde as pessoas
 são 
livres
 para 
serem elas mesmas, onde as pessoas não são restringidas,
 aleijadas,
 paralisadas, onde as pessoas não são reprimidas, não são
 feitas 
para se sentir culpadas, onde o prazer é aceito, onde a alegria
 é a regra, 
onde 
a seriedade desaparece, onde entra a sinceridade não séria 
e a 
brincadeira. 
Essas podem ser as indicações, os dedos apontando para
 a Lua.
          A primeira qualidade de um sannyasin é uma
 abertura à
 experiência.  Normalmente as pessoas são fechadas,
 elas não 
são abertas à 
experiência. Antes que elas experienciem alguma coisa elas 
já têm prejulgamentos a respeito. Elas não querem experimentar,
 elas 
não querem explorar. 
Isso é pura estupidez. ........
          Assim, a primeira qualidade de um sannyasin é uma

 abertura à experiência. Ele não decidirá antes de ter experienciado.
 Ele nunca 
decidirá antes de ter experienciado. Ele não terá qualquer sistema 
de crenças. 
Ele não dirá, 'isso tem que ser desse jeito porque Buda disse assim'.
 Ele não dirá, 'isso tem que ser assim porque está escrito nos Vedas'.

 Ele dirá, 
'eu estou pronto para entrar nisso e ver se é assim ou não'. .....
          Um sannyasin não carregará muitas crenças, na verdade,

 não carregará nenhuma. Ele carregará apenas as suas próprias experiências.
 E a beleza da experiência é que a experiência está sempre aberta,
 porque sempre é possível mais exploração. E a crença é sempre
 fechada, ela 
está completa. A crença está sempre acabada. A experiência
 nunca
 está acabada, ela permanece inacabada. Enquanto você estiver 
vivendo, 
como pode a sua experiência ter acabado? Sua experiência está
 crescendo,
 está mudando, está se movendo. Ela está continuamente se 
movendo 
do conhecido para o desconhecido e do desconhecido para o 
incognoscível.
 E lembre-se de que a experiência tem uma beleza porque ela é 
inacabada. Algumas das maiores canções são aquelas que 
estão inacabadas.
 Alguns dos maiores livros são aqueles que estão inacabados. 
Algumas das 
maiores músicas são aquelas que estão inacabadas. O inacabado 
tem uma 
beleza. ....
          Nenhuma história pode ser bela se ela estiver 

completamente acabada. Ela estará completamente morta. A
 experiência
 sempre 
permanece aberta, o que significa inacabada. A crença está 
sempre completa e acabada. Assim, a primeira qualidade é uma 
abertura à experiência.
          A mente é a reunião de todas as suas crenças juntas.

 Abertura significa não-mente. Abertura significa você colocar a 
sua
 mente 
de 
lado e estar pronto para olhar para a vida mais e mais vezes de
 uma maneira nova, não com os velhos olhos. A mente dá a você os
 velhos olhos, 
ela lhe dá novamente idéias: 'olhe através disso'. Mas então a 
coisa se torna colorida, mas você não olha para ela, você projeta 
uma 
idéia em 
cima da coisa. Então a verdade se torna uma tela na qual 
você 
continua
 projetando.
          Olhe através da não-mente, através do nada - shunyata.

 Quando você olha através da não-mente, a sua percepção é 
eficiente, porque
 então você vê aquilo que é. E a verdade liberta. Tudo mais 
cria
 escravidão, somente a verdade liberta.
          Naqueles momentos de não-mente, a verdade 

começa a 
filtrar
 em você como luz. Quanto mais você desfrutar dessa luz,
 dessa 
verdade, 
 mais você se tornará capaz e corajoso para abandonar a sua 
 mente.
 Mais 
cedo ou mais tarde, um dia chegará em que você olhará mas 
não terá qualquer mente. Você não estará olhando para alguma
 coisa,
 você
 estará simplesmente olhando. O seu olhar será puro. Em tal 
momento 
você terá se tornado avalokita, aquele que olha com olhos 
puros.
 Esse é um dos nomes de Buda: Avalokita. Ele olha sem
 quaisquer 
idéias, ele simplesmente 
olha. ........
          A segunda qualidade é viver existencial. O sannyasin

 não 
vive a partir das idéias de que deve ser desse jeito, de que
 deve ser
 daquele jeito, de que deve comportar-se dessa maneira, de 
que não
 deve comportar-se daquela maneira. Ele não vive a partir das 
 idéias. 
Ele é responsivo à existência. Ele responde com seu coração
 total, 
qualquer
 que seja o caso. Seu ser está aqui e agora. Espontaneidade, 
simplicidade
 e naturalidade. Essas são as suas qualidades.
          Ele não vive uma vida pré-fabricada. Ele não carrega 

mapas -
 como viver, como não viver. Ele permite a vida levá-lo para 
onde quer 
que seja. Um sannyasin não é um nadador, ele não tenta
 nadar 
contra a correnteza. Ele vai com o todo, ele flui com a 
 correnteza. 
Ele flui
 tão totalmente com a correnteza que pouco a pouco 
ele não 
está 
mais
 separado da correnteza. Ele se torna a correnteza. É a
 isso que 
Buda chama srotapanna
aquele que entrou na correnteza. Esse é também o início
 do 
sannyas de Buda:
 aquele que entrou na correnteza, aquele que relaxa na
 existência. 
Ele não carrega avaliações, ele não faz julgamentos.
          Viver existencial significa que cada momento tem

 que 
decidir 
por si. A vida é atômica. Você não decide de antemão, você 
não ensaia, 
você não prepara como viver. Cada momento chega e traz a 
situação. E você 
está ali para responder àquilo. Você responde. Geralmente as 
pessoas 
vivem uma maneira muito estranha de vida. Se você for dar 
uma
 entrevista, você se prepara, você pensa naquilo que lhe 
será
 perguntado e como 

você irá responder, como você irá se sentar e como você 
ficará 
de pé.
 Tudo se torna falso porque tudo foi ensaiado. E então o
 que 
acontece? Quando 
você vai assim ensaiado, você nunca está totalmente
 presente. 
Alguma 
coisa está sendo perguntada e você está pesquisando 
em sua
 memória, 
porque
 você está carregando uma resposta preparada, quer ela 
se ajuste
 ou não, 
quer ela funcione ou não. Você segue perdendo o ponto.
 Você não 
está totalmente ali, você está envolvido na memória. ....
          A terceira qualidade de um sannyasin é uma 

confiança
 em seu próprio organismo. As pessoas confiam nos

 outros.
 O sannyasin
 confia 
em seu próprio organismo. Corpo, mente, alma, tudo está
 incluído.
 Se ele sente que está amando, ele flui no amor. Se ele
 não
 sentir 
que está amando,
 ele diz: 'sinto muito', mas ele nunca finge.
          Um não-sannyasin segue fingindo. Sua vida é vivida 

através de máscaras. Ele chega em casa, abraça sua esposa,
 mas
 ele não

 quer 
abraçar a mulher. E ele diz 'eu te amo', e tais palavras soam
 tão 
falsas porque 

elas não estão vindo do coração. Elas estão vindo do Dale 
Carnegie. 
Ele 
esteve lendo o seu livro 'Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas' 
e esses 
tipos de tolices. Ele está cheio dessas tolices. Ele as carrega e as
 pratica. 
Toda a sua vida se torna uma vida falsa, uma paródia. E, naturalmente, 
ele 
nunca está satisfeito. Ele não pode estar porque a satisfação vem
 apenas
 com uma vida autêntica. Se você não está sentindo amor, você
 tem que 
dizer isso, não há necessidade de fingir. Se você está sentindo 
raiva, 
você tem que dizer isso. Você tem que ser verdadeiro para com 
seu 
 organismo, você tem que confiar em seu organismo. E você
 ficará 
surpreso: quanto mais você confiar, mais a sabedoria
 de seu 
organismo se tornará muito 
clara para você.
          O seu corpo tem sua própria sabedoria. Ele carrega a 

sabedoria de séculos em suas células. O seu corpo está faminto e 
você está 
jejuando, porque a sua religião lhe diz que neste dia você tem 
que jejuar.
 Mas
 seu corpo está faminto. Você não confia no seu organismo e
 sim numa 
escritura morta, porque em algum livro alguém escreveu 
que neste
dia você 
tem que jejuar. Aí você faz jejum. Escute o seu corpo! Sim, 
existe dia em que
 seu corpo diz: 'faça jejum!'. Então faça. Mas não há qualquer 
necessidade
 de ouvir às escrituras. O homem que escreveu aquelas 
escrituras 
não as escreveu pensando em você..... Isso é como se você
 ficasse 
doente
e fosse à casa de um médico falecido e lá encontrasse uma 
receita e
 começasse a segui-la. Aquela receita havia sido prescrita 
para
 uma outra pessoa,
 para uma outra doença, em uma outra situação.
          Lembre-se de confiar em seu próprio organismo. 

Quando 
você sentir que o corpo está lhe dizendo 'não coma', pare 
imediatamente.
 Quando o corpo estiver dizendo 'coma', então não se 
preocupe se as escrituras 
estão dizendo para jejuar ou não. Se o seu corpo disser 
coma 
três vezes
 ao dia, está perfeitamente bom. Se ele disser para comer 
uma 
vez ao dia, 
também está perfeitamente bom. Comece a aprender a ouvir
 seu corpo, 
porque ele é o seu corpo. Você está nele; você tem que 
respeitá-lo
 e você tem
 que confiar nele. Ele é o seu templo. É um sacrilégio impor
 coisas ao
 seu corpo. .... E você não vai apenas aprender a confiar 
em seu
 corpo, você
 vai aprender, pouco a pouco, a confiar na existência também, 
porque
 o seu corpo é parte da existência. Então a sua confiança irá 
crescer e 
você irá confiar nas árvores e nas estrelas, na lua,  no sol e 
nos oceanos.
 Você confiará nas pessoas. Mas o começo da confiança tem
 que ser 
a confiança em seu organismo; a confiança em seu 
coração. ...........
          Um sannyasin é aquele que confia no seu próprio

 organismo, 
e essa confiança ajuda-o a relaxar em seu ser, ajuda-o a 
relaxar na
 totalidade da existência. Isso traz uma aceitação geral de si
 mesmo e dos outros. 
Isso dá uma qualidade de enraizamento e centramento. Surge 
então 
uma grande força e um grande poder, porque você está
 centrado 
em seu próprio
 corpo, em seu próprio ser. Você tem raízes no solo. 
Por outro lado 
você 
 vê pessoas sem raízes, como árvores arrancadas do solo.
 Elas
 estão simplesmente morrendo. Elas não estão vivendo. 
É por isso 
que
 não existe muita
 alegria na vida. Você não vê a qualidade da gargalhada; 
está
 faltando 
celebração. E mesmo quando as pessoas celebram, isso 
também 

é falso.  .........
          A quarta é um senso de liberdade.
          O sannyasin não é apenas livre. Ele é liberdade.

 Ele
 sempre vive de uma maneira livre. Liberdade não quer
 dizer
 licenciosidade.
 Licenciosidade não é liberdade, é apenas uma reação 
contra a 
escravidão; daí
 você se move para o outro extremo. Liberdade não 
é o outro 
extremo, não
 é uma reação. Liberdade é um insight: 'Eu tenho que 
ser livre, 
se é que
 eu quero ser algo. Não há outra maneira de ser. Se eu
 for muito
 possuído 
pela igreja, pelo hinduismo, pelo cristianismo, pelo
 islamismo, 
então eu não 
conseguirei ser. Então eles irão criar limites ao
 redor de mim.
 Eles seguirão 
 forçando a mim mesmo como um ser aleijado. Eu tenho 
que ser 
 livre. Eu tenho
 que assumir esse risco de ser livre. Eu tenho que 
encarar esse 
perigo.'
          A liberdade não é muito conveniente, 

ela não é
 muito
 confortável. Ela é arriscada. Um sannyasin assume
 tal risco.
 Isso não que dizer 
que ele vai sair brigando com todo mundo. Isso não
 significa
 que 
quando 
a lei disser mantenha-se à direita, ou à esquerda, 
ele fará o 
contrário. 
Não. Ele não se preocupa com questões triviais. 
Se a lei
 disser mantenha-se 
 à esquerda, ele se manterá à esquerda, porque não é 
isso que é 
escravidão. Mas a respeito de coisas importantes e 
 essenciais... ........
          A respeito de coisas essenciais, o sannyasin 

sempre
 manterá 
a sua liberdade intacta. E porque ele respeita a
 liberdade,
 ele
 respeitará a liberdade dos outros também. 
Ele nunca irá 
 interferir na liberdade dos outros, seja lá quem for. 
Se a sua
 esposa se 
apaixonar por um outro, 
você se sentirá ferido, você irá chorar de tristeza, 
mas esse
 é um
 problema 
seu. Você não irá interferir nela. Você não dirá: 'pare 
com isso, 
porque eu 
estou sofrendo!'  Você dirá: 'Essa é a sua liberdade. 
Se eu
 estou 
sofrendo, 
isso é problema meu. Eu terei que lidar com isso, 
eu terei que 
encarar isso. 
Se eu sinto ciúme, eu terei que me livrar desse ciúme,
 mas 
você 
segue o seu caminho. Embora isso me tenha 
machucado, 
embora 
eu tenha querido 
que você não se fosse com um outro alguém, isso é um 


problema 
meu. 
Eu não posso me intrometer em sua liberdade.'
          O amor respeita tanto que ele dá liberdade.

 E se o
 amor 
não estiver dando liberdade, ele não é amor, ele é 
alguma outra 
 coisa.
          Um sannyasin é tremendamente respeitoso 

quanto à
 sua
 própria liberdade, muito cuidadoso para com a sua
 própria
 liberdade, 
e da 
mesma maneira ele também é em relação à liberdade 
dos outros. 
Esse senso de liberdade lhe dá uma individualidade. 
Ele não é uma
 simples parte 


da massa. Ele tem um certo jeito único: a sua maneira de viver,
 o seu 
estilo, a sua atmosfera, a sua individualidade. 
Ele existe do 
seu próprio jeito, 
ele ama a sua própria música. Ele tem um senso de 
identidade: 
ele sabe
 quem ele é; ele segue aprofundando esse sentimento
 de quem 
ele é; e ele
 nunca faz concessões quanto a isso....
          (.....) A quinta é criatividade. (........) Meu 

conceito de 
sannyasin
 é que a sua energia será criativa, é que ele trará um pouco
 mais de
 beleza a este mundo, ele trará um pouco mais de 
alegria a este 
mundo, ele encontrará novas maneiras de dançar e cantar; 
ele trará belos 
poemas e músicas. Ele criará alguma coisa, ele será 
criativo. .....
          Ele deve contribuir com alguma coisa. 

Permanecer não

 criativo
 é quase um pecado, porque você está existindo
 e não está
 contribuindo. 
Você come, você ocupa um espaço, e você não está 
contribuindo com 
coisa alguma. Os meus sannyasins têm que ser criadores.
 E quando
 você
 está em profunda criatividade, você está próximo de 
Deus. Isso é 
o que a prece realmente é. Isso é meditação. Deus 
é o criador e
 se você 
não é
 criador, você está longe de Deus. Deus conhece
apenas uma 
 linguagem, a linguagem da criatividade. É por isso 
que quando 
você compõe 
música, quando você está completamente perdido 
 nela, alguma
 coisa de
 divino começa a se filtrar a partir de seu ser. 
Essa é a alegria
 da criatividade, 
esse é o êxtase - svaha!
          A sexta é um senso de humor, gargalhada, 

brincadeira,
sinceridade não séria. Os antigos sannyasins não riam,
 eram mortos e chatos. 
O novo sannyasin tem que trazer cada vez mais risos 



para o seu ser. 
Ele 
tem que ser um sannyasin risonho, e o seu riso pode 
criar situações 
para que
 os outros também relaxem. O templo deve ser
 cheio de alegria, 
risos e 
dança. Ele não deve ser como uma igreja cristã.
 As igrejas parecem cemitérios.
 E com a cruz ali parece ser quase uma adoração à morte...
 um pouco 
mórbido. Você não pode dar gargalhadas numa
 igreja. Uma 
 gargalhada 
daquelas que sacudem a barriga não seria permitida. 
 As pessoas pensariam 
que você está louco ou algo parecido. Quando 
as pessoas entram
 numa igreja, elas se tornam sérias, duras... fecham 
a cara...
          Para mim o riso é uma qualidade religiosa 

muito essencial. Um senso de humor tem que fazer parte
 do mundo interior de um
 sannyasin.
          A sétima é a qualidade meditativa, o estar só,  

o pico 
da experiência mística que acontece quando você está só, 
quando 
você está absolutamente só dentro de si 
mesmo.
          O sannyas torna você só, não isolado,

 mas só. Não
 solitário, 
mas ele dá a você uma solitude. Você pode ser feliz 
estando só,
 você 
não é mais dependente dos outros. Você pode 
sentar-se só
 em seu 
quarto e
 sentir-se completamente feliz. Não há qualquer 
necessidade 
de ir a um clube,
 não há qualquer necessidade de estar rodeado de amigos,
 não há 
qualquer necessidade de ir a um cinema. Você pode 
fechar os 
olhos e entrar
 na mais interna felicidade. Qualidade meditativa 
é isso.
          E a oitava é o amor, a qualidade do 

relacionar-se, o 
relacionamento. Lembre-se de que você só pode
 se relacionar
 quando você tiver 
aprendido como estar só, nunca antes disso. 
 Somente dois
 indivíduos podem se relacionar.Somente duas
 liberdades 
podem se 
aproximar e se abraçar. Somente dois nada 
podem penetrar
 um no outro e se 
desmanchar um
 no outro. Se você não é capaz de estar só, o seu
 relacionamento
 é falso. 
Ele é apenas um artifício para evitar que você esteja
 só, nada mais.
         E isso é o que milhões de pessoas estão fazendo.

 O amor
 delas nada mais é do que a incapacidade de estar só.
 Assim, 
elas andam com 
alguém. ficam de mãos dadas, elas fingem que amam, 
mas no fundo o único problema é que elas não conseguem estar sós. Por isso, elas precisam 

de alguém com quem andar, elas precisam de alguém 

para se agarrar, 
elas precisam de alguém para se apoiar. E o outro
 também está
 usando-as 
da mesma maneira, porque o outro também não consegue 
estar só, é 
incapaz. ...
          Assim, duas pessoas que você diz que estão

 amando, 
estão de certa forma odiando a si mesmas. E por causa 
desse ódio,
 elas estão tentando escapar. O outro ajuda-a a escapar, 
assim 
elas se tornam dependentes
 do outro, elas se tornam viciadas no outro. Você não 
consegue viver 
sem a sua esposa, você não consegue viver sem o
 seu marido, 
porque vocês
 estão viciados. Mas um sannyasin é aquele .......... 
É por isso que eu 
digo que a sétima qualidade é estar só e a oitava é 
amor-relacionamento.
          E existem duas possibilidades: você pode ser feliz 

estando 
só e você também pode ser feliz estando junto. Esses são 
dois tipos
 de êxtase possíveis para a humanidade. Você pode
 entrar em 
 samadhi
 quando
 está só e você pode entrar em samadhi quando está 
junto com 
alguém em 
profundo amor. E há dois tipos de pessoas: os
 extrovertidos que
 acharão mais fácil atingir seu pico através dos outros;
e os 
introvertidos acharão mais 
 fácil alcançar seu pico maior enquanto estão sós. ,,,,,,,,,,,,
 O caminho de 
Buda é o caminho do introvertido; ele fala apenas a
 respeito da 
meditação. O caminho de Cristo é extrovertido; ele fala
 a respeito
 do amor.

          O meu sanyasin tem que ser uma síntese 

de ambos.
 Uma ênfase haverá: alguém estará mais enfaticamente 
afinado 
consigo mesmo 
do que com os outros; e alguém será exatamente
 o oposto, mais
 afinado 
 com um outro alguém. Mas não há qualquer necessidade 
de se 
estar
 enganchado a um só tipo de de experiência. Ambas as
 experiências 
podem 
permanecer disponíveis.
          E a nona é a transcendência, o Tao, não ego, não 

mente, 
ninguém, nada, afinado com o todo.  (........)
          Transcendência é a última e a mais elevada qualidade 

de um sannyasin.
          Mas essas são apenas indicações, não são definições.

 Considere-as de uma maneira muito fluida. Não comece a 
considerar
 que eu 
 disse isso de uma maneira muito rígida. .... muito fluida, 
uma vaga maneira 
de ver, uma visão no crepúsculo, não como quando
 há um sol 
aberto no céu. 
Aí as coisas são muito definidas. No crepúsculo, quando
o Sol
 está se 
pondo e a noite ainda não desceu, exatamente no meio, 
no 
intervalo.
 Considere o que eu disse dessa maneira. Permaneça 
líquido,
 fluindo. 
Nunca crie qualquer rigidez ao seu redor. Nunca se torne
 definível. 
                                                                    OSHO - 
The Heart Sutra - discourse nº 10
                                                                                           tradução: Sw.Bodhi Champak
Copyright © 2006 OSHO INTERNATIONAL FOUNDATION, Suiça.
Todos os direitos reservados.